Resumo da 10ª rodada do Campeonato Mineiro 2013

  • por Alexandre Reis
  • 8 Anos atrás

Resumo da 3ª rodada do Campeonato Mineiro 2013

Caldense x Atlético

No Ronaldão, em Poços de Caldas, a Caldense venceu por 2×1 os reservas do Atlético, de virada. Carente de técnica, o primeiro tempo só começou a ter emoção a partir dos 27 minutos, quando Alecsandro recebeu de Guilherme e finalizou no travessão. Cinco minutos depois, o lateral Carlos César, que já tinha um cartão, recebeu o segundo amarelo e foi expulso. Mesmo com um a menos, o Galo abriu o placar. Rodrigo Paulista cometeu pênalti em Guilherme e, aos 45′, converteu.

Foto: Léo Simonini – Com um a menos, Atlético tomou a virada no segundo tempo

Atrás no placar, o técnico Tarcísio Pugliese mexeu no time e foi para o ataque. O Atlético começou a ter melhores chances de ampliar, mas não aproveitou. Até que, aos 19′, em cobrança de falta de Ewerton Maradona, Nena subiu livre e empatou para a Veterana. Aos 36 minutos, Chimba, que havia entrado no segundo tempo, recebeu cruzamento de Cris e testou para o fundo das redes, selando a vitória.

Tombense x Tupi

No Adriano G. Almeida, o Tupi venceu fora de casa o Tombense por 1×0. O time da casa, com mais posse de bola e incisivo no ataque, começou melhor, mas parou no goleiro Jordan. O Galo Carijó equilibrou a partida no fim da primeira etapa, com Vinícius e Dieguinho assustando a meta de Glaycon. Porém, a igualdade persistiu.

No segundo tempo, os visitantes continuaram a assustar e saíram na frente. Aos 15 minutos, após cruzamento da direita, o atacante Wesley subiu mais que toda a zaga adversária e cabeceou forte para o gol. Aos 25 minutos, o jogo foi pausado devido a uma queda de iluminação. Depois de 30 minutos de paralisação, a partida recomeçou. O Tupi teve o volante Genalvo expulso, aos 35′, mas conseguiu segurar o resultado. O Tombense, com a derrota, perdeu a oportunidade de garantir a vaga para as semifinais antecipadamente.

Villa Nova x América-MG

No Castor Cifuentes, em Nova Lima, o Villa Nova derrotou o América-MG por 2×0 e acabou com qualquer chance de classificação do Coelho para as semifinais. Com o visitante melhor, apostando no trio Rodriguinho, Nikão e Fábio Júnior, o Leão não conseguia atacar com veemência. Com isso, arriscava sempre com chutes de fora da área, sem sucesso. O ataque alviverde parava nas defesas de Thiago Braga.

No segundo tempo, os gols. Logo aos 6 minutos, Tchô, em cobrança de falta, rolou para o zagueiro Marcos Tiago, que chutou forte. A bola explodiu no travessão e entrou. Aproveitando-se do afobamento do América, que precisava da vitória, o Villa fez o segundo. Aos 25 minutos, Tchô deixou Eraldo na cara do gol. O camisa 9 tocou na saída de Neneca e deu números finais ao placar.

Boa Esporte x América-TO

Em Varginha, no Melão, o Boa Esporte venceu fácil o lanterna América-TO por 3×0 e se garantiu na elite do futebol mineiro. O time da casa começou o jogo com tudo e, aos 9, anotou o primeiro. Betinho, da direita, cruzou na medida para Leandro Kamilo, que não perdoou. Pouco depois, aos 16 minutos, após escanteio de Marcelo Paraíba, Betinho acertou a trave. No fim do primeiro tempo, Betinho fez ótimo passe para Fernando Karanga. O atacante, com calma, ampliou.

No início da etapa complementar, aos 5 minutos, um gol de placa de Marcelinho Paraíba. O meia partiu quase do meio-campo, driblou dois jogadores, deixou Rancharia no chão e deslocou Raphael Barrios, complicando a situação para o América-TO que, na melhor das hipóteses, terá que torcer para um empate entre Nacional e Araxá na última rodada e ainda vencer a Caldense para se safar do descenso.

Araxá x Guarani

No Fausto Alvim, o Axará foi derrota em casa pelo Guarani por 3×2. O Bugre começou na frente aos 9 minutos. Carlos Júnior levantou para a área e o zagueiro Adalberto testou forte. O Araxá respondeu com uma finalização de George, mas Leandro fez ótima defesa. Aos 19 minutos, porém, Nando cobrou falta com perfeição e ampliou para o Guarani. O Ganso, no segundo tempo, buscou o empate: primeiro com Fabrício Carvalho, de cabeça, aos 28′; depois com Breitner, 5 minutos depois, de falta.

Foto: Osmar Júnior – Após ter empatado o jogo, Araxá perdeu com um gol contra

Dois minutos após ter sofrido o segundo gol, o time de Divinópolis voltou à frente do placar. Rafael Estevam levantou na área e Fabrício Carvalho marcou contra, decretando a permanência do Guarani no Módulo I. O Araxá só escapa do rebaixamento com uma vitória contra o Nacional, na próxima rodada (desde que o América-TO, que joga contra a Caldense, não alcance o seu saldo de gols e/ou o número de tentos marcados).

Cruzeiro x Nacional

Ontem (16) no Mineirão, o Cruzeiro venceu fácil a equipe do Nacional por 5×0. O primeiro gol saiu aos 14′. Rodrigo Posso bateu o tiro de meta mal e Everton Ribeiro, após passe de Ricardo Goulart, finalizou de fora da área, rasteiro. Quatro minutos depois, o time celeste fez o segundo. Dagoberto chutou sem muita força, mas Rodrigo Posso falhou e não segurou. Ainda no primeiro tempo, o Cruzeiro fez o terceiro e o quarto, ambos com o zagueiro Léo.

Foto: Carlos Roberto/Hoje em Dia/Gazeta Press – E. Ribeiro abriu a goleada celeste

No segundo tempo, com o jogo praticamente liquidado, o Cruzeiro continuou a ter boas oportunidades, mas administrou a vantagem. O time da casa ainda teve 2 gols anulados (aos 3 e aos 22 minutos da etapa complementa)r. Élber, que entrou no segundo tempo, ainda deixou o seu. O meia fez boa arrancada e concretizou a vitória. Com o triunfo, o Cruzeiro garantiu o 1° lugar da primeira fase e terá, nas semifinal e final, a vantagem de jogar por dois resultados iguais.

Classificação:

Créditos – Osmar Júnior

Comentários

Estudante de Jornalismo, apaixonado por futebol. Seja a final da Copa do Mundo, as semifinais de uma Copa Rural, um jogo da Liga dos Campeões ou eliminatória da 4° divisão de algum campeonato amador do interior.