Você lembra? Cafu no Juventude

  • por Caio Araújo
  • 8 Anos atrás
Cafu sendo apresentado pelo Juventude

Cafu sendo apresentado pelo Juventude

Revelado pelo São Paulo, o jovem promissor Cafu logo desembarcou na Europa. Foi contratado pelo Zaragoza, da Espanha, após os vitoriosos anos de 1992 e 1993 do Tricolor.

No futebol espanhol não ficou muito tempo, mas o período foi suficiente para que não deixasse o continente sem um título: a Recopa Europeia no ano de 1995.

Quando negociou a transferência do atleta para a Europa, o São Paulo pediu que acrescentassem uma curiosa cláusula em seu contrato no clube espanhol. Essa cláusula proibia o lateral de ser repatriado por qualquer clube do futebol paulista. O principal motivo para que os tricolores exigissem isso era o temor pelos dólares da Parmalat, empresa que gerenciava o futebol do Palmeiras. Anteriormente, outro jogador revelado pelo Tricolor havia debandado para o rival após passagem pelo Albacete da Espanha: o zagueiro Antônio Carlos.

A Parmalat achou um jeito simples de driblar essa cláusula. Como também tinha parceria com o Juventude – equipe que estava em ascensão e tinha acabado de ganhar a Série B, viu no clube gaúcho a oportunidade de fazer uma “ponte” para o Palmeiras.

Em 1995, Cafu era apresentado no Juventude como a grande contratação da história do clube. Nem os torcedores imaginavam, na época, o papel a que estavam se submetendo.

Cafu pelo Zaragoza

Cafu pelo Zaragoza



Anos depois, mesmo com essa artimanha, o Palmeiras foi obrigado a pagar uma multa ao São Paulo.

No time de Caxias do Sul, Cafu fez apenas três jogos antes de se transferir para o Palmeiras, onde ficou de 1995 a 1997.

Cafu estreou pelo time gaúcho no dia 6 de julho de 1995 contra o Ypiranga no Alfredo Jaconi. Seu time venceu por 3 a 2 e o lateral teve participação no gol da vitória.

Menos de uma década e ele levantaria a taça da Copa do Mundo, que pode ser relembrada no Rei de Copas especial ao lateral.

Comentários