A revelação brasileira na Europa

  • por Tiago Lima Domingos
  • 8 Anos atrás

marquinhos 2

Como elogiar a temporada de um zagueiro tendo ele atuado em um clube que teve a terceira pior defesa do campeonato que disputa? Para quem acompanhou Marcos Aoás Corrêa, mais conhecido como Marquinhos, zagueiro revelado pelo Corinthians e hoje na Roma, sabe que o jovem defensor merece todos os elogios possíveis. Rápido, de boa antecipação, personalidade e calma de um veterano, Marquinhos talvez só não tenha surpreendido a si mesmo. No Brasil, o zagueiro é pouco conhecido até pela torcida do time que o revelou. Poucos sabem que Marcos (nome que leva na camisa 3 da Roma) já é comparado a um tal Aldair. Realidade na Europa e já observado in loco por representantes do Barcelona, o jogador faz o torcedor corintiano se perguntar o porquê do clube ter perdido o atleta de forma tão amadora. Será que ninguém via futuro naquele zagueiro campeão da Copa São Paulo pelo clube em 2012?

marquinhos

Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press – Marquinhos com a camisa do Corinthians. Só atuou pelos profissionais em 14 oportunidades.

O alto número de gols sofridos pelo clube no Campeonato Italiano é facilmente explicado pela presença de Zdenek Zeman, treinador da Roma até a 23ª rodada do Calcio. Ofensivista por natureza, é conhecido por ter levado o Lecce à 11ª colocação na Série A, tendo a pior defesa do campeonato com 73 gols sofridos. Adepto do 4-3-3 ultra-ofensivo, o treinador faz dos laterais alas, e joga com uma defesa muito alta e em linha. Ou seja: os zagueiros ficam expostos durante o tempo todo. Com o antigo treinador, a Roma levou 42 gols em 23 rodadas. Com Andreazolli, substituto do tcheco, o número caiu para 14 gols sofridos em 15 jogos. Não se sabe ainda qual será o novo treinador do clube. Para Marquinhos evoluir ainda mais como defensor, o ideal seria ter um técnico que não deixe a retaguarda desprotegida como deixava Zeman.

Inicialmente emprestado à Roma por € 1,5 milhão, nem o mais otimista torcedor romano imaginava que, em tão pouco tempo, o jogador que viria para compor elenco e ser eventualmente usado na equipe principal se tornaria titular absoluto, em uma defesa que teve no companheiro de Corinthians, Leandro Castán, sua principal contratação na temporada. A titularidade precoce veio no primeiro jogo após goleada sofrida para a Juventus e lhe rendeu a contratação em definitivo (a Roma pagou mais €3 milhões ao clube paulista) sete partidas depois, como constava em seu contrato (a Roma teria a opção de comprá-lo após Marquinhos completar oito partidas jogando pelo menos 45 minutos). O posto de titular tornou-se costumeiro e, a partir dali, a briga seria para ver quem seria o companheiro de zaga do menino. Clique aqui e veja como foi acordada a negociação entre Roma e Corinthians

roma

Foto: Reprodução – Marquinhos em ação pela Roma.

Após encerrar sua primeira temporada e passar de promessa a realidade, grandes clubes europeus já o monitoram. Além de Barcelona, City e Chelsea também já estão de olho. Porém, para a Roma, Marquinhos é incedível, pelo menos em curto prazo. O Corinthians plantou, mas não soube colher, subestimou as qualidades do jogador, não dando espaço a um jovem. Preferiram Paulo André e Wallace, esse último já fora do clube, decisão que o fez optar pela Europa. Infelizmente, Marquinhos é mais um nas estatísticas de jogadores que são melhor avaliados por outros países do que por nós, reveladores dessas jóias. Quem colhe e agradece é a Roma: ganhou um provável zagueiro de Seleção em um futuro não muito distante e por um preço de banana.

marquinhos

Foto: Reprodução Transfermarkt: Para o site Transfermarkt, o valor de mercado atual de Marquinhos gira em torno dos 10 milhões de euros. Um ano atrás, quando saiu do Corinthians, valia 750 mil euros.

Comentários

Carioca e rubro-negro. Do Rio de Janeiro a Milão. Doente por futebol, é claro. E apaixonado pelo Calcio.