Araxá e Nova Iguaçu estreiam em competições nacionais

  • por Osmar Júnior
  • 8 Anos atrás

Foto: Reprodução | Arte DPF

Foto: Reprodução | Arte DPF

Neste sábado, às 16hs, no Estádio Municipal Fausto Alvim, em Araxá-MG, o time homônimo recebe o Nova Iguaçu, do Rio Janeiro, em uma partida especial para ambos. Pela primeira vez na história do alvinegro mineiro e do laranjão carioca, os dois clubes disputarão uma partida válida por uma competição de âmbito nacional.

Para chegar à disputa do Brasileirão da Série D em 2013, Araxá e Nova Iguaçu trilharam caminhos bem distintos. Normalmente, a vaga na Série D é destinada às equipes mais bem colocadas nos campeonatos estaduais que não estejam participando das três principais divisões ou distribuídas ao campeões de alguma outra competição estadual organizada por sua respectiva federação. 

O Nova Iguaçu chegou à Série D ao conquistar o título da Copa Rio em 2012, na época sob a batuta do técnico Leonardo Condé. Devido a diferenças de ideais com a atual diretoria, Condé acabou deixando o clube e deu lugar Marcelo Salles, que mal escapou do rebaixamento no Carioca. Como a base da equipe que disputou o estadual foi mantida, o Nova Iguaçu pelo menos já possui algum entrosamento, ao contrário do seu adversário da estreia.

Para o Araxá, o bom desempenho nessa disputa é um ideal utópico. Depois de vinte longos anos afastada da elite mineira, a equipe finalmente voltou à companhia de Atlético e Cruzeiro em 2013. A torcida, eufórica, sonhava com uma vaga na semifinal estadual, mas os inúmeros erros de planejamento da diretoria, que trouxe três técnicos durante o estadual, somados à interminável chegada e dispensa de jogadores durante o Mineiro, resultaram em novo rebaixamento para o Módulo II em 2014. E é aí que surge a questão: como um time com um descenso estadual conquistou uma vaga na Série D? 

Devido à desistência de equipes com melhor classificação no Mineiro, como Tombense, Guarani, Nacional e América-TO (Teófilo Otoni), o convite foi feito ao Araxá – com o alerta de que uma nova recusa de uma equipe mineira destinaria a vaga a outra federação. Para que Minas Gerais não perdesse o lugar, coube ao Araxá remontar os cacos da pífia participação no Mineiro. Com o apoio de uma grande empresa multinacional sediada na cidade e uma obscura parceria com um empresário do interior paulista (que trouxe meio time de jogadores), o Ganso (mascote araxaense) vai encarar sua primeira disputa nacional.

A equipe do técnico João Martins entrará em campo sonhando com o acesso para a Série C, mas sabe que qualquer resultado não-vergonhoso será um alento.

Nesta primeira rodada, além de Araxá x Nova Iguaçu, teremos Aracruz/ES x Tupi, também às 16h, no Espírito Santo. Resende do Rio de Janeiro, que folga nesta rodada, também faz parte do grupo A6 do Brasileirão Série D.

Comentários

Nascido e residente em Araxá/MG. Apaixonado por esportes em geral, dedica boa parte de seu tempo acompanhando futebol. Tem um carinho todo especial por histórias de equipes alternativas e times de divisões inferiores. Nas horas vagas, relaxa praticando mountain bike.