Confiança no Horto e busca por um gol qualificado

  • por Rafael de Melo Andrade
  • 8 Anos atrás

Duas semanas atrás, o Atlético veio a São Paulo com a possibilidade de eliminar o tricampeão mundial ainda na fase de grupos e de quebra garantir um adversário mais fraco nas oitavas. Com uma atuação apática, o time foi dominado o jogo inteiro e saiu derrotado. Agora, tem mais 180 minutos para encarar o tricolor e provar que mais do que um time que encantou na primeira fase, é uma equipe consistente e de fato candidato ao título.

ronaldinho-jo-e-rever-comemoram-vice-campeonato-do-atletico-mg-2122012-1354485783237_615x470
O momento agora é bem diferente. Se na fase de grupos o Galo estava embalado, agora o clima é de grande desconfiança por parte da torcida e da imprensa. Mas isso pode ser positivo, pois foi depois da desconfiança causada pela derrota no clássico da inauguração do Mineirão que o time se encontrou e conquistou 13 vitórias seguidas.

O discurso é de paciência e confiança no poder da equipe dentro de casa. Invicto no Horto desde a reinauguração do Independência (e com 100% de aproveitamento lá em 2013), jogadores e torcida acreditam que caso o time consiga um bom resultado hoje, dificilmente vai deixar escapar a vaga dentro de Belo Horizonte. Assim, um gol fora de casa já deixa o Galo em ótima situação.

Foto: AP - Tardelli e Ronaldinho comemoram gol contra The Strongest
Em campo, o time apresenta três mudanças em relação ao último confronto com o São Paulo. Sai Leonardo Silva, suspenso, para a entrada de Gilberto Silva. O pentacampeão do mundo e ídolo da torcida tem qualidade e experiência incontestáveis, mas até agora tem um ano fraquíssimo. Lento e às vezes desatento, pode ser um caminho para o São Paulo, especialmente se jogar pela direita, lado do extremamente ofensivo lateral Marcos Rocha e por onde deve cair o atacante são-paulino Osvaldo. Por outro lado, a equipe conta com os retornos de Tardelli e Bernard. Responsáveis pela velocidade do ataque, ficou evidente como o time, especialmente Ronaldinho, sente a falta deles. Com a volta da dupla, o setor ofensivo fica bem menos engessado.

13fev2013---ronaldinho-gaucho-do-atletico-mg-conversa-com-ganso-do-sao-paulo-apos-jogo-valido-pela-libertadores-1360808466384_1920x1080
Além do retorno dos pontas titulares, Cuca conta ainda com uma nova opção no banco. Contratado junto ao Wolfsburg, Josué foi inscrito para a fase de mata-mata da Libertadores e pode fazer sua estreia na competição justamente contra o antigo time, no qual participou da conquista do tri da América e do mundo. 

Provável escalação: Victor; Marcos Rocha, Gilberto Silva, Réver e Richarlyson; Pierre e Leandro Donizete; Tardelli, Ronaldinho e Bernard; Jô.

 

Comentários

Paulista, apaixonado pelo Galo, viciado em estatísticas e Doente por futebol. Acredita que Copa do Mundo dá sentido à vida. Marques e Ronaldinho são seus ídolos no futebol.