Fernando Gago: mais fora do que dentro

  • por Gustavo Ribeiro
  • 8 Anos atrás
Foto: Reprodução - Fernando Gago em um dos seus poucos jogos pelo Vélez

Foto: Reprodução – Fernando Gago em um dos seus poucos jogos pelo Vélez

Essa edição do campeonato argentino, deve vários clubes contratando jogadores conhecidos e que recebem altos salários. Podemos destacar nomes como do Martínez, do Boca Juniors, Iturbe, do River Plate, e Montenegro, do Independiente. Todos chegaram com status de craques, mas nenhum vem conseguindo dar o retorno esperado. Outro que pode entrar nessa lista é o volante Fernando Gago, que chegou ao Vélez como jogador de seleção, mas o retorno técnico está muito abaixo do que ele pode render.

Depois de algumas temporadas no Valencia, Gago foi contratado pelo Vélez no início da temporada, para aumentar a qualidade que já era alta no meio-campo, o setor que menos precisava de reforços. Mas como se tratava de um jogador com carreira consolidada no futebol europeu e constantes convocações para a seleção, ninguém questionou. Sua chegada já foi demorada, já que, além do Vélez, Boca Juniors, clube que o projetou ao futebol, lutou até o último dia pela sua contratação.

No 4-3-1-2 montado pelo técnico Ricardo Gareca, Gago joga pelo lado esquerdo, na linha de 3, sempre auxiliando Insúa, o “enganche” do time, na armação, mas sem a bola, volta para ajudar o lateral esquerdo Emiliano Papa na marcação. Não tem como discutir a qualidade técnica do volante argentino, mas seu números e suas atuações dentro de campo pela equipe fortinera, já faz os torcedores questionarem sua contratação.

Pelo Torneo Final, Gago jogo apenas uma partida, que foi contra o Independiente na segunda rodada. O volante jogou os noventa minutos, mas foi um dos destaques negativos da equipe na derrota por 1 a 0. Pela Libertadores, jogou 3 jogos e marcou 1 gol, mas nenhuma partida a cima da média. Sua última partida pelo clube foi no dia 12 de março, contra o Peñarol pela fase de grupos da Libertadores, onde foi substituído aos 28 minutos do primeiro tempo por causa de uma lesão. No dia 22 de março, dessa vez representando a seleção pelas eliminatórias da Copa do Mundio, Gago enfrentava a Venezuela, mas, mais uma vez, foi substituído no segundo tempo. Outra vez por causa de lesão.

Desde sua última lesão, Fernando Gago já perdeu 9 jogos pelo Campeonato Argentino e 4 pela Libertadores. Um dos motivos do seu pouco rendimento, vem sendo as lesões, que desde os tempo de Valencia o perseguem e não o deixa ganhar ritmo de jogo e nem entrosamento com seus companheiros de equipe. Querendo mostrar que não foi um erro sua contratação, Gago já mostrou vontade de continuar no clube depois do final do contrato, para recompensar por suas ausência. O Valencia, clube dono de seus direitos, também já mostrou interesse em vender o atleta em definitivo. Com Gago em forma, o já bom time do Vélez ganha muito em nível técnico. Para o jogador, entrando em um time já entrosado e organizado, ele tem mais chances de render bem.

Comentários

Projeto de jornalista, mineiro, 20 anos. Viu que não tinha muito futuro dentro das quatro linhas e resolveu trabalhar dando seus pitacos acompanhando tudo relacionado ao futebol, principalmente quando a pelota rola nas canchas dos nossos vizinhos sul-americanos. Admirador do "Toco y me voy" argentino, também escreve no Sudaca FC e tem Riquelme e Alex como maiores ídolos.