Guia do Campeonato Brasileiro 2013 – parte 1

  • por Doentes por Futebol
  • 8 Anos atrás

VITÓRIA 

Raniery Medeiros

Vitória

O Vitória chega com o moral elevado em função da conquista do título baiano que não vinha desde 2010. O bom trabalho do técnico Caio Júnior dá esperanças ao torcedor rubro-negro. Vice-campeão em 1993, o clube sempre esteve entre altos e baixos durante todos esses anos. Inclusive, chegou ao fundo do poço em 2005, ano em que caiu para a série C. O retorno à série A veio de forma dramática, na última rodada da Série B 2012.

A última boa campanha realizada pelo rubro-negro na Série A foi em 1999, quando foi derrotado nas semifinais pelo Atlético Mineiro. Já na era dos pontos corridos, a 10ª colocação em 2008 foi o melhor resultado obtido pelo Vitória. A falta de um elenco que possa dar confiabilidade do início ao fim do torneio é um dos grandes problemas para os nordestinos. Sabe-se que, pelas cotas de TV, a grana não lhes permite contar com jogadores de “grife”. O bom planejamento e a política pés no chão podem ser a tônica de uma boa campanha.

Foto: lancenet - Deola transmite segurança ao resto da equipe.

Foto: lancenet – Deola transmite segurança ao resto da equipe.

Em 2006, à frente do Paraná, Caio Júnior levou a equipe para a sua primeira Libertadores. O projeto de peças boas e baratas é semelhante ao que ele vem realizando na equipe baiana. O time tem padrão tático e os jogadores estão bem entrosados. Longe de ser candidato ao título, sim. Mas, quem sabe, sendo sorrateiro e trazendo peças pontuais para a realidade do clube, o Vitória possa fazer barulho no Brasileirão em 2013.

o time conta hoje com a seguinte base, sob o comando do técnico Caio Júnior: Deola; Nino, Victor Ramos, Gabriel Paulista e Mansur; Michel, Cáceres (Neto Coruja), Renato Cajá e Escudero (Vander); Maxi Biancucchi (Marquinhos) e Dinei.

Vitória tática

Comentários

Páginas: 1 2 3 4 5