Guia do Campeonato Brasileiro 2013 – parte 1

  • por Doentes por Futebol
  • 8 Anos atrás

GOIÁS

Sérgio Rocha

Goias

Após o bicampeonato goiano – algo que não acontecia desde 2003 – o Goiás chega ao Brasileirão como grande incógnita, mas a equipe pode surpreender, ainda mais embalada pelo título da Serie B do ano passado.

O time esmeraldino foi campeão estadual no sufoco, tendo de correr atrás de uma desvantagem de 2×0 favorável ao rival Atlético na final. Apesar disto, a equipe está bem na Copa do Brasil, com três vitórias sobre Oratório (AP) e Santo André (SP) e a classificação para a terceira fase assegurada.

Na atual temporada o Goiás tem 17 vitórias, 6 empates e 2 derrotas em 25 jogos. No entanto, ainda não enfrentou adversários da série A nem convenceu contra os adversários que venceu. A marca de 49 jogos sem derrotas em casa, que durava desde 2011, foi encerrada nas semifinais do Goiano, com derrota para o Aparecidense por 2×1. A outra derrota na temporada foi para o Rio Verde.

Foto: Reprodução - O eterno goleiro Harlei mais um vez na primeira divisão.

Foto: Reprodução – O eterno goleiro Harlei mais um vez na primeira divisão.

O clube conta com bons nomes como o zagueiro Rodrigo, os meias Renan Oliveira e Eduardo Sasha, e os atacantes Júnior Viçosa e Walter, mas a montagem do elenco está baseada em jogadores já com certa idade, como Harlei. Vitor, Dudu Cearense, Neto Baiano e os recém-chegados Araújo e Hugo. Este é um fator
a se levar em conta, sobretudo pelo longo calendário do campeonato brasileiro.

Taticamente, o grande trunfo dos goianos é o setor ofensivo, formado atualmente por Neto Baiano e Walter, autores dos gols no segundo jogo da final do estadual. Araújo e Junior Viçosa são ainda bons nomes para suprir uma eventual ausência dos titulares em alguns jogos. O meio-campo conta com jogadores rodados e de qualidade como Hugo, Renan Oliveira, Amaral, Ramon e Dudu Cearense.

Por fim a defesa, setor mais carente da equipe goiana. Rodrigo, ex-São Paulo, é o principal nome, mas ainda não apresentou o bom futebol da época da equipe paulista. O outro jogador de boa qualidade da posição é Ernando, mas rumores indicam que o zagueiro pode ser negociado.

O time base deve ser formado por: Harlei, Vitor, Ernando, Valmir Lucas (Rodrigo) e William Matheus; Amaral, Dudu Cearense (Thiago Mendes), Hugo e Eduardo Sasha (Renan Oliveira); Walter e Neto Baiano (Araújo/Júnior Viçosa).

Neste começo de Brasileirão, o Goiás ainda é uma incógnita. O time vai precisar buscar um entrosamento que ainda não existe no começo do certame e, caso isso aconteça – contando com a força do estádio Serra Dourada –, o clube pode figurar na metade superior da tabela.

717494_Goias_EC

Comentários

Páginas: 1 2 3 4 5