Guia do Campeonato Brasileiro 2013 – parte 3

  • por Doentes por Futebol
  • 8 Anos atrás

CRUZEIRO

Alexandre Perdigão

Cruzeiro

Dez anos após conquistar o primeiro título Brasileiro, o Cruzeiro vem de altos e baixos nas últimas edições competição nacional. Estando no seleto grupo das equipes que nunca foram rebaixados no Brasileirão, o clube mineiro passou perto da degola nos dois últimos anos. Em 2012, o clube terminou em nono lugar.

Em 2013, a Raposa sofreu uma drástica reformulação no seu elenco. Celso Roth deu lugar a Marcelo Oliveira no comando da equipe. Montillo, a principal estrela do clube, foi negociado com o Santos em uma transação milionária. O clube contratou mais de um time de reforços, entre eles Diego Souza, Dagoberto e Éverton Ribeiro.

Foto: Reprodução - Dagoberto tem feito sido o maior destaque do time estrelado neste início de ano.

Foto: Reprodução – Dagoberto tem feito sido o maior destaque do time estrelado neste início de ano.

O ano que havia começado melancólico para parte da torcida com a saída do argentino, ganhou um fôlego com a reabertura do Mineirão. O estádio, que será sede da Copa das Confederações e da Copa do Mundo, estava em obras desde 2010, forçando o clube a jogar no interior do estado durante boa parte das reformas. No jogo de reabertura do Mineirão – clássico entre Cruzeiro e Atlético-MG, atual vice-campeão Brasileiro – o resultado da partida não poderia ser melhor: vitória do Cruzeiro e ânimo para o início de ano.

No meio de abril, o clube celeste contratou o zagueiro Dedé junto ao Vasco, forte nome para uma defesa contestada. Além dele, vários jogadores ainda não jogaram pelo clube em 2013. São eles: Henrique, Lucca, Martinuccio e Victorino. O técnico Marcelo Oliveira também subiu alguns jovens das categorias de base: o lateral Maike, o centroavante Vinicius Araujo e o zagueiro Wallace são os principais nomes. E o clube ainda busca alguns reforços. O presidente Gilvan Tavares prometeu à torcida um primeiro volante, e Henrique, jogador do Palmeiras, é um nome badalado, pois joga tanto como zagueiro como no meio-campo. Um lateral esquerdo também é uma necessiade e a diretoria do clube diz que surpresas podem aparecer para o setor.

O time de Marcelo Oliveira deverá ter a seguinte base titular: Fabio, Ceará, Bruno Rodrigo, Dedé e Egídio; Leandro Guerreiro, Nilton, Diego Souza, Éverton Ribeiro e Dagoberto; Borges.

O Cruzeiro usou, e muito bem, o campeonato estadual como laboratório. Acabou não levando o título, mas o novo time se apresentou sempre muito bem e ganhou a aprovação da torcida, coisa que não se via desde 2009, na Libertadores. Por tudo isso, o objetivo inicial do clube celeste no campeonato é buscar uma vaga no G4 e conseguir voltar à Libertadores da América.

Cruzeiro tática

Comentários

Páginas: 1 2 3 4 5