İlkay Gündoğan, craque movido a desafios

  • por Mauricio Fernando
  • 8 Anos atrás
Foto: The Football Soccer

Foto: The Football Soccer

Jogadores com personalidade forte dentro e fora de campo são essenciais para equipes que almejam grandes conquistas. İlkay Gündoğan, 22 anos, volante da seleção alemã e peça chave do grande time do Borússia Dortmund, é um exemplo bem sucedido.

Filho de turcos, İlkay nasceu e cresceu em Gelsenkirchen, cidade que também deu origem a outros jogadores de futebol de ascendência turca, os irmãos Altintop (Halil e Hamit) e Mesut Özil. Os Altintops escolheram jogar pela seleção turca, enquanto Özil representa a Alemanha.

Foto: Kicker

Foto: Kicker


Gündoğan também teve de fazer sua escolha cedo e não titubeou. Embora a Federação Turca de Futebol tenha tentado conquistá-lo, com notável esforço do consagrado treinador Guus Hiddink, ele preferiu representar a Alemanha. “Tenho orgulho de minhas raízes turcas, mas nasci e cresci aqui e minha mentalidade é alemã”. Àquela altura, Gündoğan já havia atuado por todas as seleções nacionais de base germânicas.

Ainda com 20 anos, em agosto de 2011, ele foi convocado por Joachim Low para defender a seleção alemã principal pela primeira vez (curiosamente, em um amistoso contra o Brasil que terminou em 3×2 para os alemães), mas não entrou em campo. Apesar de novos avanços da federação turca, o jogador permaneceu optando pela Alemanha, até que, em 11 de outubro de 2011, fez sua estreia em campo na vitória por 3×1 sobre a Bélgica, em jogo válido pelas eliminatórias para a UEFA Euro 2012. A partir daí, vieram mais convocações, inclusive a sonhada para a disputa da UEFA Euro 2012. O primeiro gol pela Nationalef aconteceu recentemente, no último dia 26 de março, na vitória por 4×1 sobre o Cazaquistão pelas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014.


O Início

Foto: FC Nuremberg

Foto: FC Nuremberg


Revelado nas categorias de base do Bochum, foi no Nuremberg que Gündoğan pôde realmente mostrar suas habilidades profissionalmente, tornando-se um dos principais nomes da equipe entre 2009 e 2011. Interessante ressaltar ainda uma curiosa passagem em 1998/99 pelo Schalke 04, clube de sua cidade natal e principal rival do Borússia Dortmund.

Pelo Nuremberg, ajudou a equipe a ser promovida para a primeira divisão da Bundesliga, ganhando lugar de destaque no time com apenas 18 anos de idade. Seu primeiro gol como profissional foi marcado contra o Bayern de Munique, em um empate em 1×1, no dia 20 de fevereiro de 2010. Na temporada 2010/11, o turco-alemão foi um dos grandes nomes da campanha do Nuremberg, que terminou a Bundesliga na 6ª posição.

Em seguida, veio um passo importantíssimo e um desafio árduo em sua carreira: a transferência para o Borussia Dortmund no verão europeu de 2011 por cerca de € 4 milhões.

O começo complicado e a afirmação em Dortmund

Foto: Sportsvibe

Foto: Sportsvibe


Gündoğan chegou a Dortmund cercado de grandes expectativas. Jurgen Klopp confiava a ele a grande responsabilidade de substituir outro turco-alemão, Nuri Sahin. Um dos principais nomes da conquista do título alemão pelos aurinegros na temporada anterior, Sahin, após inúmeras propostas, acabou se transferindo para o Real Madrid.

Em sua primeira temporada com o Dortmund, Gündoğan disputou 36 partidas, marcando quatro gols, dando quatro assistências e conquistando o bicampeonato nacional e a Copa da Alemanha pelo clube. Apesar de parecer um bom início, sua integração foi complicada. Nos primeiros jogos da temporada 2011/12, Ilkay Gündoğan atuou como titular, mas não conseguiu mostrar as qualidades esperadas. Após seis jogos, foi rebaixado ao banco de reservas, chegando, inclusive, a não ser relacionado em alguns (poucos) jogos.

Graças a uma lesão de Sven Bender, Gündoğan pôde retornar à equipe titular, de onde não saiu mais. O jogador reconquistou a confiança de Jurgen Klopp, dando dinâmica e técnica ao meio campo e devolvendo a identidade que havia consagrado o BvB na temporada anterior – até então, a equipe vinha atuando com dois volantes mais marcadores (Kehl e Bender).

Foto: MTN Football

Foto: MTN Football


O prêmio pelo seu desenvolvimento excepcional veio na semifinal da Copa da Alemanha diante do Greuther Fürth. Após 90 minutos de jogo, o placar estava em 0x0 e a partida foi para a prorrogação. Parecia que tudo iria depender de pênaltis quando, nos últimos segundos, İlkay Gündoğan arriscou um chute que acertou a trave e depois as costas do goleiro Jasmin Fejzic. A bola bateu na rede e o Dortmund foi à final, na qual viria a derrotar o Bayer de Munique em um humilhante 5×2.


De repente, İlkay emergiu como um líder dentro e fora do campo e mostrou que a aposta de Klopp em seu futebol fora acertada. Sua técnica, controle de bola, ótimo senso de colocação, bom passe, visão de jogo, virtudes defensivas e ofensivas fazem dele um volante completo e moderno e uma peça fundamental do Borussia Dortmund finalista da Liga dos Campeões 2012/13. O Borussia garantiu, ainda na atual temporada, vaga para a Liga dos Campeões 2013/14 pelo vice-campeonato na Bundesliga, conquistada, desta vez, pelo Bayern de Munique em uma campanha arrasadora. O craque do Borússia aliás, compõe o meio campo da seleção da competição, conforme anunciado esta semana pelo site oficial da Bundesliga.

Prova da importância de Gündoğan é a sua presença em 43 partidas da atual temporada (3 gols e 4 assistências), tendo atuado em 11 dos 12 jogos que o time fez até aqui nessa Liga dos Campeões (ficou de fora apenas do empate em 2×2 no jogo de ida das oitavas contra o Shakhtar devido a uma lesão no pé). Sahin, ídolo da equipe, voltou por empréstimo, mas agora as posições se inverteram e ele segue na reserva de Gündoğan.


As grandes atuações de İlkay, especialmente na Liga dos Campeões, despertaram o interesse de clubes poderosíssimos, como Manchester United, Real Madrid e Barcelona. Mas o jogador recentemente renovou seu contrato com o Borussia Dortmund até 2015 e declarou que não deixará o clube – um prêmio e tanto para uma torcida apaixonada e com a melhor média de público do planeta.

Exemplo fora do campo

A Associação Alemã de Futebol não se interessou apenas nas habilidades de İlkay Gündoğan como jogador. Ele também foi nomeado “embaixador de integração” da Fundação Bundesliga e será o rosto da campanha que incentiva jovens que, como ele, são de origem estrangeira, promovendo a linguagem, habilidades sociais, educação e formação profissional no esporte.




Gündoğan é exemplo dentro e fora de campo para futuros jogadores por todo o sucesso que conquistou como profissional do futebol e por, simultaneamente, ter conseguido concluir seus estudos no ensino médio (ele também planeja cursar uma faculdade no futuro). Os desafios de Gündogan não param, eles o movem.

Comentários

21 anos, morador de Maringá-PR. Corintiano de coração, aprendi ainda a ser Liverpool, na Europa. Como Doente por Futebol, acompanho diariamente jogos, jogadores e tudo o que acontece acerca deste apaixonante esporte. Minha função por aqui será de analisar e informar tudo o que rola na América do Sul e no México. Responsável ainda pelas colunas "Craque DPF" e "Futebol na Mídia".