Pierre Aubameyang: o jogador africano da Ligue 1 temporada 2012/13

  • por Rogério Bibiano
  • 8 Anos atrás

229712_4613888351243_2083287787_fan

Nesta terça-feira, o gabonês Pierre-Emerick Aubameyang, jogador do Saint-Etienne, recebeu o prêmio Marc Viven-Foe, destinado ao melhor jogador africano atuando na Ligue 1, principal divisão do futebol francês.

Além de Pierre Aubameyang, foram indicados Aymen Abdennour (Tunísia, Toulouse), Kossi Agassa (Togo, Stade de Reims), Andre Ayew (Gana, Olympique Marseille), Foued Kadir (Argélia, Olympique Marseille), Wahbi Khazri (Tunísia, Bastia), Saber Khelifa (Tunísia, Evian), Nicolas Nkoulou (Camarões, Olympique Marseille), Jonathan Pitroipa (Burkina Faso, Stade Rennais), Alaixys Romao (Togo, Olympique Marseille) e Alain Traore (Burkina Faso, FC Lorient).

Aubameyang ficou em primeiro lugar, com 209 pontos, à frente do camaronês Nicolas Nkoulou, com 81 pontos, e do burkinabé Jonathan Pitroipa, com 35 pontos. Participaram do colegiado eleitoral 68 jornalistas nomeados pela Ligue 1.

[youtube id=”wMzuck1BxMk” width=”620″ height=”360″]
O prêmio Marc Vivien-Foe foi instituído em 2009 para homenagear o jogador camaronês falecido em 2003. Foe foi vítima de um infarto fulminante durante um jogo contra a Colômbia, pela Copa das Confederações daquele ano, em Lyon, no estádio Gerland.

Além de Pierre Aubameyang, condecorado neste ano, foram premiados Marouane Chamakh (Marrocos, Bordeaux) em 2009, Gervinho (Costa do Marfim, Lille) em 2010 e 2011, e, no ano passado, Younes Belhanda (Marrocos, Montpellier).

Comentários

Natural de Telêmaco Borba-PR e criado em meio à "boemia futebolística", com horas de papo sobre futebol, samba e cervejas na pauta. Influência do pai, que também adorava futebol, e da mãe, que sempre apoiou a iniciativa. Técnico em Eletrônica, formado desde 1999, e fanático por futebol, futsal, futebol de praia, society e todo esporte que tenha no futebol a sua essência.