Quando a rivalidade é maior que o jogo

  • por Gustavo Ribeiro
  • 8 Anos atrás
Foto: FutebolPortugal - Clássico de Avellaneda

Foto: FutebolPortugal – Clássico de Avellaneda

A rivalidade entre torcidas muitas vezes leva a comportamentos extremos. Há quem resolva torcer contra o próprio time se isso significar algum prejuízo para o rival. É isso que está fazendo a torcida do Racing que, vendo o clube fazer uma fraca campanha na competição, decidiu tentar salvar a temporada torcendo contra o Racing para que o Independiente possa ser rebaixado.

O Racing enfrenta o Quilmes nesse sábado, pela 16ª rodada do Torneo Final. O Quilmes está em uma disputa ferrenha com o Independiente contra o rebaixamento e depende muito dessa vitória para se manter fora da zona de descenso. Com isso, os torcedores do Racing pedem para que o time entregue o jogo, apenas para prejudicar o rival.

Se o Racing vencer, o Quilmes vai para a zona de rebaixamente no lugar do seu rival Independiente, seja qual for o resultado dos rojos contra o Estudiantes, em La Plata. Depois dessa rodada, faltarão apenas três rodadas para o fim do campeonato.

Foto: offthepost - Lista que os torcedores do Racing fizeram, mostrando porque os jogadores devem perder

Foto: offthepost – Lista que os torcedores do Racing fizeram, mostrando porque os jogadores devem perder

A rivalidade entre os dois clubes começou em 1907, quando o Independiente se mudou para o bairro do Racing. A distância de apenas 200 metros entre os estádio também acirra a rivalidade. Os dois clubes estão no seleto grupo de “cinco grandes”, que também tem River Plate, San Lorenzo e Boca Juniors.

Os torcedores do Independiente também já deram mostras de que preferem a derrota do time se isso prejudicar seu rival. Na última rodada do Apertura de 1995, “los rojos” perderam para o Vélez por 3×0, e esse resultado tirou as chances do Racing conquistar o título, que ficou com o próprio Vélez.

Comentários

Projeto de jornalista, mineiro, 20 anos. Viu que não tinha muito futuro dentro das quatro linhas e resolveu trabalhar dando seus pitacos acompanhando tudo relacionado ao futebol, principalmente quando a pelota rola nas canchas dos nossos vizinhos sul-americanos. Admirador do "Toco y me voy" argentino, também escreve no Sudaca FC e tem Riquelme e Alex como maiores ídolos.