Queda meteórica na carreira de Cortês

  • por Lucas Cavalcante
  • 6 Anos atrás

Depois de perder a vaga da lateral esquerda para Thiago Carleto e apresentar um futebol pífio em 2013, Cortês foi afastado do elenco e será negociado. O que surpreende é o declínio gigantesco na carreira deste jogador.

Bruno Cortês surgiu em 2011, no Nova Iguaçu, clube no qual fez ótimas partidas. A velocidade pelo lado esquerdo impressionou e surpreendeu a todos. Sua ótima campanha no estadual fez com que recebesse o prêmio de melhor lateral esquerdo do Carioca. Antes mesmo do campeonato acabar, o Botafogo comprou o atleta, que foi sondado por diversos clubes.

No Botafogo, o lateral ganhou destaque nacional e suas ótimas exibições lhe colocaram entre os melhores da posição no país. Atuações decisivas encantavam a torcida. Uma delas foi na vitória do Botafogo por 4×0 contra o rival Vasco. Mesmo voltando de lesão, Cortês foi um dos melhores em campo nessa partida. Além das boas partidas que vinha fazendo, o jogador, que depois foi ser eleito melhor lateral esquerdo da competição, também se destacava pelo carisma e simplicidade. Um fato que chamou a atenção de toda a mídia foi o atleta ter realizado a festa de seu casamento em uma loja do Habib’s.

Foto: lancenet.com.br - Cortês em campo pelo Botafogo

Foto: lancenet.com.br – Cortês em campo pelo Botafogo

Suas boas atuações no Botafogo lhe deram um status inimaginável. Um jogador que, seis meses antes estava jogando no Nova Iguaçu, agora era convocado para a Seleção Brasileira. Mano Menezes o convocou para a disputa do ”Super Clássico das Américas”, jogo em que só poderiam estar jogadores que atuam em seu próprio país. Cortês foi incrível e sua atuação impecável fez com que ele fosse aplaudido de pé pela torcida brasileira.

Foto: Extra.globo.com - Bruno Cortês fez belíssima atuação pela seleção

Foto: Extra.globo.com – Bruno Cortês fez belíssima atuação pela seleção

Na volta da seleção, o ”Super Shock”, como era chamado pela torcida botafoguense, não conseguiu ir bem e as boas atuações não conseguiram ser mais tão frequentes. No fim do campeonato, recebeu uma excelente proposta do São Paulo de €3.3 milhões e para lá rumou.

No São Paulo, teve altos e baixos. No Paulista, foi eleito o melhor lateral esquerdo da competição. Cortês foi muito irregular, mas manteve a titularidade absoluta, até pela falta de concorrência. Conseguiu fazer um gol depois de quase dois anos. Foi o jogador que mais vezes vestiu a camisa do São Paulo em 2012. Dos 78 jogos feitos pela equipe paulista, ele esteve em campo em 74 oportunidades, com 42 vitórias, 15 empares e 17 derrotas. A sua estreia em competições internacionais foi a melhor possível. O título invicto da Copa Bridgestone Sul-Americana veio após vencer o Tigre da Argentina, naquele episódio em que os jogadores argentinos se recusaram a jogar o segundo tempo.

Foto: globoesporte.com - Mesmo no São Paulo, Cortês não esconde carinho pelo ex clube

Foto: globoesporte.com – Mesmo no São Paulo, Cortês não esconde carinho pelo ex clube

O ano de 2013 começou com uma boa perspectiva para o São Paulo. A chegada de bons reforços colocou o clube entre os favoritos para disputar as competições ao longo do ano. Mas não foi bem assim. O time comandado por Ney Franco se mostrou irregular e Cortês se mostrou ridículo. Suas atuações foram dignas de série B e o jogador perdeu a vaga para Thiago Carleto. Como se não bastasse o São Paulo foi eliminado precocemente da Libertadores novamente por um brasileiro. Depois desses acontecimentos, Juvenal resolveu tomar providências e uma delas foi a dispensa do lateral esquerdo.

Jogador que muitos diziam ter futuro, hoje está à espera de um. Bruno Cortês terá que começar do zero para, quem sabe, voltar à seleção.

Comentários

Niteroiense, estudante, doente por futebol e por tudo que esse esporte maravilhoso envolve. Valoriza muito clubes tradicionais e suas torcidas. Torcedor fanático do Flamengo e do Tottenham.