A Montanha Russa da Série-B

  • por Osmar Júnior
  • 6 Anos atrás
Foto: Reprodução | Arte DPF

Foto: Reprodução | Arte DPF

Agora paralisada para a realização da Copa das Confederações, a segunda competição na hierarquia nacional reserva uma peculiaridade incomum. Até aqui, dos 20 clubes participantes, apenas 2 ainda não ocuparam nenhuma vaga nem no G4 e nem no Z4.

Com um domínio amplo e surpreendente de um estado, mais precisamente de Santa Catarina, antes do início da Série B de 2013, que conta com a presença ilustre (não para sua torcida) do Palmeiras, era de se imaginar um campanha mais forte e incisiva do alviverde paulista, devido à receita incomparável com os demais clubes. Não que o Palmeiras esteja indo mal, pois, até aqui, sempre esteve rondando o G4 (chegou a liderar na 2ª rodada), mas quem comanda as ações até aqui é outro alviverde, a Chapecoense.

Foto: Lancenet | Bruno Rangel, destaque absoluto nesta Série B

Foto: Lancenet | Bruno Rangel, destaque absoluto nesta Série B

Vindo da Série C de 2012, o alviverde catarinense soma 16 pontos em 18 possíveis e, mesmo tendo disputado apenas 6 rodadas, o clube aparece como um dos possíveis times na elite do ano que vem. Quem também figurou pelo menos uma rodada no G4 foram: Joinville, Paraná Clube, Figueirense, Avaí, Sport e América/MG.

Já na outra ponta da tabela, em que ninguém quer estar, um outro estado preocupa, pelo menos até aqui. América/RN e ABC, os representantes potiguares na competição, são os dois únicos times que ainda não venceram nenhum de seus 6 jogos, assim ocupando as duas últimas posições. Os demais clubes que também já estiveram pelo menos uma vez no Z4 são: Atlético/GO, Boa Esporte, Bragantino, ASA, América/MG (único clube que esteve no Z4 e G4), Paysandu, São Caetano, Guaratinguetá e Icasa.

Voltando ao início desta matéria, eu citei que apenas 2 clubes ainda não frequentaram as duas extremidades da tabela. Ceará, que figurou na elite há algumas temporadas; e Oeste, equipe estreante na Série B, fazem uma campanha mediana e razoável, e, consequentemente, estão no meio da tabela. Os cearenses possuem 7 pontos, estando apenas uma posição fora da zona de rebaixamento, enquanto os rubro-negros do interior paulista somam 8 pontos, ocupando a parte de cima da classificação.

Termino este texto indagando aos leitores alguns pontos importantes sobre esta edição da Série B.
O Palmeiras fará valer seu maior investimento e será campeão?
A Chapecoense manterá esta excelente fase, mesmo após a parada para a Copa das Confederações, e estreará na elite em 2014?
Os clubes potiguares terão força para lutar juntos na parte de cima da tabela?

Comente logo abaixo e traga seus amigos para debater sobre esta edição da Série B.

Comentários

Nascido e residente em Araxá/MG. Apaixonado por esportes em geral, dedica boa parte de seu tempo acompanhando futebol. Tem um carinho todo especial por histórias de equipes alternativas e times de divisões inferiores. Nas horas vagas, relaxa praticando mountain bike.