Copa das Confederações: curiosidades

NÚMEROS

 Os Mais Rápidos

Tuncay marcou o gol mais rápido da história da competição (reprodução).

Tuncay marcou o gol mais rápido da história da competição (reprodução).

– O gol mais rápido na competição foi do turco Tuncay Sanli, que marcou a 1 minuto e 45 segundos da partida contra a Colômbia, em 2003.

– O alemão Mike Hanke entrou no final do jogo contra a Tunísia, em 2005, e fez seu gol antes completar um minuto no gramado.

Disciplina

Seleção do Egito, junto com os EUA, tem mais expulsões no histórico da competição.

Seleção do Egito, junto com os EUA, tem mais expulsões no histórico da competição (reprodução).

– O americano Brian Quinn foi o primeiro jogador a ser expulso, na partida em que sua equipe foi derrotada pela Arábia Saudita (0x3) em 1992.

– O cartão amarelo mais rápido foi recebido pelo japonês Toshihiro Yamaguchi, logo a um minuto de jogo, contra a Nigéria, em 2005.

– A expulsão mais rápida foi do australiano Mark Viduka, a 24 minutos do jogo contra o Brasil, em 1997.

– Em 29 de julho de 1999, três jogadores egípcios foram expulsos na mesma partida: Abdel Sabry, Hazem Emam e Samir Ibrahim.

– Egito e EUA tiveram cinco expulsões na história do torneio.

Público

Seleção mexicana venceu o Brasil na final de 1999. (Foto: Reprodução)

Seleção mexicana venceu o Brasil na final de 1999. (Foto: Reprodução)

– A média total de público na história da competição é de 35.879 espectadores em 108 jogos.

– A maior média veio na edição realizada no México, em 1999. Foram 970.000 espectadores em 16 partidas, com uma média de 60.625 pagantes por jogo.

– A final de 1999 levou 110.000 espectadores ao estádio Azteca, na cidade do México. Entre os 10 maiores públicos, seis ocorreram nessa competição, sendo quatro provenientes de rodadas duplas. A semifinal entre EUA e Arábia Saudita em 1992 e as finais de 1992, 1997 e 2001 também entram na lista.

Comentários

Sergio Rocha é torcedor do Madureira e sempre teve o sonho de escrever sobre esportes em geral, embora tenha optado pela carreira de engenheiro civil. No "currículo", cadernos recheados de resultados esportivos e agendas da década de 90, quando antes da internet acessava rádios de diversos locais do país buscando os resultados esportivos do Acre à Costa Rica. Além de fanático por futebol, é fanático por praticamente todos os esportes, e no tempo livre que sobra sempre busca os últimos resultados esportivos do PGA Tour ou dos futures da ATP. Além disso, coleciona quadrinhos da Disney e é louco por astronomia.

Páginas: 1 2 3 4 5 6