Copa das Confederações: Itália

  • por Tiago Lima Domingos
  • 6 Anos atrás

Itália 1A Itália chega à Copa das Confederações querendo provar de uma vez por todas que é uma seleção nova e organizada e que pode sim estar entre as grandes favoritas para a conquista da Copa do Mundo no ano que vem. Reformulada, renovada e com uma base muito bem definida, os italianos só ficam atrás da Espanha no favoritismo da competição. A boa campanha na Eurocopa, quando foi finalista, derrotada pelos espanhóis, é um bom exemplo da força italiana. Na competição europeia, superou a Alemanha nas semifinais e ganhou o direito de participar da Copa das Confederações como vice-campeã europeia, já que a Fúria entra no torneio como campeã mundial.

LOCALIZAÇÃO

italia-mapa

A SELEÇÃO

Cesare Prandelli assumiu a Azzurra logo após o fiasco da Copa de 2010 e, de lá pra cá, muita coisa mudou. A seleção não conta mais com tantos veteranos como tinha no último Mundial e nesses quase três anos de trabalho adquiriu uma cara, uma base e uma forma de jogo muito bem definidas. Quase sempre escalada num 4-3-1-2, com Pirlo como regista e Montolivo como trequartista, a Itália classificou-se com tranquilidade para a Eurocopa e caminha serenamente em busca de sua vaga para o Brasil em 2014. Com uma defesa sólida, formada com a base da Juventus, melhor sistema defensivo do país, e com a força de um meio-campo em que todos tratam bem a bola, Prandelli fez da Azurra uma equipe que volta a ser muito respeitada.

Italy

ELENCO

Sem muitas surpresas em relação às últimas convocações, o treinador Cesare Prandelli definiu os seus 23 atletas que disputarão a competição no Brasil. Segue a lista:

Goleiros
1. Gianluigi Buffon (Juventus)
12. Salvatore Sirigu (Paris Saint-Germain/FRA)
13. Federico Marchetti (Lazio)

Defensores
2. Christian Maggio (Napoli)
3. Giorgio Chiellini (Juventus)
4. Davide Astori (Cagliari)
5. Mattia De Sciglio (Milan)
15. Andrea Barzagli (Juventus)
19. Leonardo Bonucci (Juventus)
20. Ignazio Abate (Milan)

Meias
6. Antonio Candreva (Lazio)
7. Alberto Aquilani (Fiorentina)
8. Claudio Marchisio (Juventus)
16. Daniele De Rossi (Roma)
17. Alessio Cerci (Torino)
18. Riccardo Montolivo (Milan)
21. Andrea Pirlo (Juventus)
22. Emanuele Giaccherini (Juventus)
23. Alessandro Diamanti (Bologna)

Atacantes
9. Mario Balotelli (Milan)
10. Sebastian Giovinco (Juventus)
11. Alberto Gilardino (Bologna)
14. Stephan El Shaarawy (Milan)


Destaques:

O maior destaque individual continua a ser o meio-campista Andrea Pirlo, destaque da Juventus nas duas últimas temporadas. Porém, não podemos ainda esquecer de Andrea Barzagli, melhor defensor italiano na atualidade, do experiente Gianluigi Buffon, além é claro dele: Mário Balotelli. Marrento, polêmico, mas muito bom jogador. Desde que chegou à Itália, Balotelli parece ter deixado as polêmicas de lado e focado no seu crescimento como jogador: no Milan, Super Mario marcou 12 vezes em 13 jogos e é a grande esperança de gols dos italianos para conquistar o torneio.

ITA - Pirlo ITA - Buffon ITA - Balotelli

ESTATÍSTICA

Em jogos oficiais, a Itália até aqui tem um ótimo retrospecto. Classificou-se de forma invicta à Eurocopa 2012, competição em que só foi perder na final, na goleada de 4-0 para os espanhóis. Lidera seu grupo nas Eliminatórias da Copa com quatro vitórias e um empate, e não deve ter trabalho para se classificar para o próximo Mundial.

Em 21 jogos por competições oficiais, o retrospecto italiano é o seguinte: 15 vitórias, 7 empates e 1 derrota.

Porém, em amistosos, o retrospecto cai consideravelmente. Muito porque Prandelli os aproveita para experimentar novas formações e principalmente testar vários jovens que vêm surgindo no país e pedindo passagem na Seleção. Muitos deles, inclusive, vêm ganhando espaço entre os titulares, casos de Mattia De Sciglio e Stephan El Shaarawy, ambos do Milan.

Retrospecto nos amistosos: 16 jogos, 5 vitórias, 4 empates e 7 derrotas.

RETROSPECTO CONTRA O BRASIL

Brasil e Itália já se enfrentaram 15 vezes na história, inclusive decidindo finais de Copa do Mundo, vencidas pelos brasileiros em 1970 e 1994. Em Copa das Confederações, jogaram entre si apenas uma vez, jogo marcado por uma bela vitória brasileira na África do Sul em 2009: 3×0.

Confira o retrospecto: 15 jogos; 5 vitórias da Itália, 3 empates e 7 vitórias do Brasil.
Última partida: Brasil 2×2 Itália – Amistoso realizado em 21/03/2013

fut1

CHANCES NA COMPETIÇÃO

Como já dito, a Itália só fica atrás da Espanha na competição. Os espanhóis são os grandes favoritos do torneio, pois são, desde 2008, a melhor seleção do mundo. Muitos imaginam que Itália e Espanha possam repetir, aqui no Brasil, a final do ano passado pela Eurocopa. Se depender do que as duas seleções vêm apresentando nos últimos três anos, a tendência será essa mesma.

Itália

Comentários

Carioca e rubro-negro. Do Rio de Janeiro a Milão. Doente por futebol, é claro. E apaixonado pelo Calcio.