Eliminatórias na Concacaf – 4ª Rodada

  • por Raniery Medeiros
  • 8 Anos atrás

eliminatorias_concacaf_2014

Na maratona de jogos que movimentarão o planeta nesta semana, teremos a 4ª rodada do Hexagonal Final da Concacaf. Todas as três partidas serão realizadas nesta sexta, 07.

Líderes da competição, os mexicanos, bem como os jamaicanos, possuem um jogo a mais em virtude da participação da “El Tri” na Copa das Confederações.

23432423

O equilíbrio denota o grau de dificuldade encontrado por todos os times para alcançarem placares mais elásticos. Talvez pela grandiosidade do torneio e o que ele representa, não estamos podendo ver partidas mais ofensivas. Vamos aos jogos da rodada.

Jamaica x Estados Unidos

Não há como esquecer o inoperante sistema ofensivo jamaicano. Na última partida, diante do México, nada conseguiram além de lances esporádicos. Mesmo atuando em casa, os “Reggae Boys” não criaram grandes chances. Necessitando urgentemente da vitória, terão de sanar os problemas nas laterais. Contra os estadunidenses é vencer ou vencer.

Os comandados de Jürgen Klinsmann vivem uma fase de grande oscilação. O 4-3-1-2 do técnico que, em tese, daria maior vigor ao meio de campo, não vem dando certo. A equipe não consegue atuar com eficiência pelos lados e quase sempre encontra-se em apuros para tapar os buracos por lá deixados. O ponto fraco do adversário, como ficou visível na partida de terça diante do México, são os flancos. A volta do 4-2-3-1 seria de grande valia.

A partida será realizada no Estádio Independence Park (Kingston).

Histórico do confronto: 14 jogos; 1 vitória Jamaica; 4 empates e 9 vitórias Estados Unidos.

Panamá x México

Os panamenhos jogam e deixam jogar. Fortes na marcação e velozes na hora de atacar, apostam em L. Henríquez para anotar os gols. O técnico Dely Valdés não deve fugir das características que credenciam, até o momento, o Panamá como bom candidato à obtenção de uma vaga para a Copa do Mundo. Será preciso marcar muito firme o mexicano Guardado, principal força ofensiva do adversário.

Os mexicanos tiraram o peso das costas após a vitória sobre a Jamaica. Atacaram como sempre e obtiveram o placar mínimo, apesar de terem perdido muitos gols. O lado esquerdo, com Salcido e Guardado, é a principal jogada do time. É preciso, fora de casa, tomar conta dos jogadores de meio. Os espaços pelo centro estão causando problemas para Manuel de la Torre, técnico da seleção.

A partida será realizada no Estádio Rommel Fernández Gutiérrez (Ciudad de Panamá).

Histórico do confronto: 5 jogos; 3 vitórias México e 2 empates.

Costa Rica x Honduras

A Costa Rica é forte na defesa e possui a compactação do 4-4-2 variando para o 4-3-3. A equipe tem em Oviedo e Gamboa o ponto chave do sistema defensivo. O talentoso Bryan Ruiz é o encarregado de municiar o ataque que destaca-se pela boa movimentação. Se Sabório puder jogar, o time terá maiores chances em virtude do seu passe refinado. Ele é quem dita o ritmo de jogo da equipe. Boa chance para vencer.

Longe de ser uma equipe boba, a seleção hondurenha vem sofrendo com o sistema defensivo. Com zagueiros pesados e lentos, tem a pior defesa dos seis times que disputam a fase final. Mesmo tendo o atacante Bengtson em boa forma, a bola não está chegando com qualidade para o matador. Será preciso diminuir os chutões desnecessários e manter a bola no chão. O 4-1-4-1 deixa a equipe exposta. Jogando fora de casa, o esquema precisa de reajustes.

A partida será realizada no Estádio Nacional de Costa Rica (San José).

Histórico do confronto: 29 jogos; 9 vitórias Costa Rica; 10 empates e 19 vitórias Honduras.

Comentários