Felipe Melo contra-ataca

  • por João Rabay
  • 8 Anos atrás

site

Felipe Melo não mediu as palavras ao responder, por meio de sua página no Facebook, ao jornalista Renato Maurício Prado, que, segundo o jogador, o persegue. Felipe evitou as insinuações e entrou de sola em RMP.

Não foi a primeira vez que um jogador usou a internet para responder a Renato. Em 2010, o atacante Fred utilizou seu blog para rebater uma suposta perseguição do jornalista.

Não custa lembrar também a folclórica nota de RMP insinuando, nas entrelinhas, que o então jogador Caio Ribeiro teria sido pego pela polícia em um momento embaraçoso em companhia de Alexandre Pires. Veja a nota aqui e a reação de Caio aqui.

Confira a íntegra da nota escrita por Felipe Melo:

Não é de hoje que esse idiota do Renato Maurício Prado me persegue. São ofensas, deboches, apelidos, provocações, insultos, desrespeito e mentiras.

Cansei de ler e escutar isso tudo calado e hoje quero dizer algumas coisas pra esse bobo, que adora me denegrir. Isso vem desde a época que ele era amiguinho dos jogadores da base do Flamengo. Bom de microfone. Adorava um vestiário! Ele já havia passado dos limites me ofendendo e passou de novo. Disse o que acha que sabe, mas eu explico.

Flamengo me ligou sim, seu babaca. Não fez proposta por conta do alto salário, mas me procurou e convidou para voltar. Não estou cavando isso, pois nunca precisei. Sou flamenguista e conto com orgulho. Sou o rubro-negro que torce e não o que fica escondido nas folhas de jornal apenas criticando o que o clube faz ou deixa de fazer. Galatasaray já fez proposta para aumentar meu salário que já é excelente, seu mané.

Sou muito respeitado na Europa, ganhei tudo pelo Cruzeiro, me orgulho em ter feito o gol que salvou o Flamengo do rebaixamento. Fui eleito o melhor volante do campeonato espanhol quando jogava pelo Almería. Fui eleito pela FIFA o jogador mais versátil do último Mundial. Tenho uma derrota em 24 jogos pela Seleção Brasileira e um título de Copa das Confederações. Acho que merecia apenas um pouquinho de respeito nas coisas que você fala sobre mim. Não quero que você fale bem, mas me esqueça. Já que nunca tive o direito de resposta do jornalista que inventa mentira e publica sobre o cara que avacalhou a cabeça dele, vou usar meus dois milhões de fãs nas mídias sociais para fazer seu joguinho sujo.

Acho que ao invés de você ficar denegrindo a imagem dos outros (não apenas a minha) gratuitamente, deveria se preocupar mais com seus chifres. Você é o corno mais famoso que existe na imprensa esportiva. Todo mundo sabe que um rapaz de nome Roberto Carlos lhe colocou uma bela galhada. Então, vade retro você, seu chifrudo. Me esquece porque ainda vamos nos encontrar por aí e quero ver se você será homem suficiente para fazer essas piadinhas na minha cara, seu covarde.

Comentários

Jornalista. Doente por futebol bem jogado e inimigo de jogadores que desistem da bola para cavar falta e de atacantes "úteis porque marcam os laterais".