Ganso e o reencontro com o Grêmio

  • por Bráulio Silva
  • 8 Anos atrás
Foto: Site Oficial do SPFC / Ganso comemora gol com a camisa do São Paulo. Meia só balançou as redes duas vezes

Foto: Site Oficial do SPFC / Ganso comemora gol com a camisa do São Paulo. Meia só balançou as redes duas vezes

Esta quarta-feira marca o último dia de jogos pelo Brasileirão antes da pausa para a Copa das Confederações. E o duelo que chama atenção é o jogo em que o Grêmio receberá o São Paulo em sua Arena.

O que torna o confronto mais interessante é o reencontro de Ganso com o tricolor gaúcho. Em 2010, o ex-santista teve dois momentos distintos e marcantes em sua carreira justamente contra o Grêmio.
[youtube id=”zqBBBsTbA0Y” width=”620″ height=”360″]
No primeiro semestre, ao lado de Neymar, o meia viveu provavelmente o melhor momento da carreira. Crítica e torcida imploravam por seu nome na lista de convocados para a Copa do Mundo daquele ano. Nos momentos difíceis, ele era o cara que sempre aparecia e decidia as coisas para o Santos.

Foto: Divulgação / Com Pato e Neymar, Ganso era unanimidade em 2010.

Foto: Divulgação / Com Pato e Neymar, Ganso era unanimidade em 2010, mas a convocação só veio após a Copa.


O alvinegro encarou o Grêmio em duas partidas eletrizantes pela Copa do Brasil. Na primeira, no Sul, o Santos abriu 2×0, mas levou a virada e perdeu por 4×3. Ganso foi disparado o melhor jogador santista. Deu duas assistências magistrais e ainda faria um gol de placa, mas a bola acabou explodindo na trave de Victor, o goleiro gremista.

No jogo de volta, Neymar estava sumido, Robinho bem marcado, Wesley produzindo pouco. Aí quem apareceu? Novamente PH Ganso, com um tirambaço de fora da área, no ângulo, sem chances para o goleiro gremista. Era o gol que abria o caminho para a classificação santista à final do campeonato.

Foto: IG / Com Léo, Ganso comemora golaço na Vila Belmiro.

Foto: IG / Com Léo, Ganso comemora golaço diante do Grêmio na Vila Belmiro.

O time da Vila foi campeão da Copa do Brasil e, apesar dos apelos, Ganso ficou de fora da Copa do Mundo. Com propostas de grandes times europeus, o meia vivia momento iluminado. Acabou se tornando o camisa 10 da Seleção de Mano Menezes no pós-Copa.

No segundo semestre, o Santos voltou a encarar o Grêmio, desta vez pelo Campeonato Brasileiro. O que ninguém sabia é que ali seria o início do fim da passagem do jogador pelo Santos. O Grêmio vencia por 1×0 e chegava ao ataque com um lançamento para a área adversária. Ao tentar dominar a bola, o meia contundiu-se novamente no ligamento cruzado. Com 21 anos na época, aquela seria a segunda vez que o jogador seria submetido a uma cirurgia no joelho.

Foto: Reprodução / Amparado por Neymar, Ganso lamenta lesão no joelho que o afastaria dos campos ainda em 2010

Foto: Reprodução / Ganso se lesiona contra o Grêmio e é amparado por Neymar

De lá pra cá seu futebol nunca mais foi o mesmo. A expectativa é que, no Sul do país, contra o Grêmio, o meia reencontre seu futebol que ficou perdido em algum lugar nos últimos três anos, tempo em que o craque viveu apenas de lampejos, acabando por se afastar da Seleção. Se há três anos atrás ele era protagonista no time santista e camisa 10 da Seleção, hoje, o meia é um coadjuvante de luxo no bagunçado elenco são-paulino.

Foto: Divulgação / Agora no São Paulo, Ganso quer recuperar bom futebol de três anos atrás

Foto: Divulgação / Agora no São Paulo, Ganso quer recuperar bom futebol de três anos atrás

Comentários

Paulistano, casado e com 33 anos. Apaixonado por futebol e pelo São Paulo FC. De memória privilegiada, adora relatar e debater fatos futebolísticos de outrora. Ex-estudante de jornalismo, hoje gerencia uma drogaria no município de Barueri, além de escrever para a Doentes por Futebol.