Obrigado, Paulinho!

  • por Caio Araújo
  • 6 Anos atrás

Foram 167 jogos pelo Corinthians e 34 gols marcados, além dos títulos: Brasileiro (2011), Libertadores (2012), Mundial (2012) e Paulista (2013). Paulinho pode não estar entre os melhores volantes da história do Corinthians, mas certamente já é um dos maiores que passaram pelo clube.

Foto: Globo Esporte - Apresentação de Paulinho no Corinthians em abril de 2010

Foto: Globo Esporte – Apresentação de Paulinho no Corinthians em abril de 2010

Principal jogador de um time que se notabilizou pelo espírito operário, Paulinho chegou como um completo desconhecido para a torcida do Timão. A única referência que todos tinham era que tratava-se de uma revelação do Paulistão de 2010 vinda do Bragantino. No campeonato, o volante já mostrou seu lado artilheiro contabilizando oito gols, dentre eles um golaço contra a Ponte Preta.

A estreia no Timão não poderia ter sido pior. Foi justamente na eliminação da Libertadores de 2010, diante do Flamengo no Pacaembu, pelas oitavas de final. Apesar do primeiro jogo traumático, não demorou muito para que Paulinho já exibisse suas credenciais à Fiel. O primeiro gol aconteceu na vitória do Timão contra o badalado Santos de Neymar e Ganso nas primeiras rodadas do Brasileiro. O volante, que ainda era apenas uma alternativa, marcou o quarto gol, dando números finais ao placar de 4×2 no Pacaembu.

Foto: Terra - Paulinho marcou um gol contra o Corinthians no Paulista de 2010

Foto: Terra – Paulinho marcou um gol contra o Corinthians no Paulista de 2010

Com Ralf, Elias e Jucilei em alta. Paulinho teve que aguardar no banco por uma chance. E ela apareceu após as saídas de Elias e Jucilei para o futebol europeu no início de 2011. Depois de um início irregular, não demorou muito para o jogador se tornar um dos pilares do time. Em seu primeiro Campeonato Brasileiro como titular, conseguiu o título e o prêmio de melhor volante. Na Libertadores também conseguiu a taça e foi eleito para a seleção do torneio. No Mundial teve importante participação no gol do Guerrero e no último título, o Paulista, também foi eleito o melhor volante da competição, inclusive fazendo um dos gols contra o Santos no primeiro jogo da final.

Foto: Folha - Histórica comemoração contra o Vasco pela Libertadores

Foto: Folha – Histórica comemoração contra o Vasco pela Libertadores

Quando falamos da passagem de Paulinho pelo Corinthians, jamais poderemos nos esquecer de um dos momentos mais marcantes da história do clube. No dia 23 de maio de 2012, em jogo válido pelas quartas de final da Libertadores contra o Vasco, após fazer um gol aos 43 minutos do segundo tempo, Paulinho, emocionado, subiu no alambrado e abraçou um torcedor que, naquele momento, simbolizava outros 30 milhões que vibravam e choravam. O gol representou tanto para a Fiel, que foi eleito pela torcida como o mais marcante da história do Corinthians pelo site oficial do clube, em enquete realizada em setembro do ano passado.

Paulinho se despede do Corinthians com marcas expressivas, títulos importantes e uma legião de fãs que certamente não deixará de admirar o ídolo nessa nova jornada no futebol inglês pelo Tottenham.

Comentários