Seleção do Torneo Final 2013

  • por Gustavo Ribeiro
  • 8 Anos atrás
Foto: Reprodução - Seleção Torneo Final 2013

Foto: Reprodução – Seleção Torneo Final 2013

Ao final da temporada, é sempre comum montarmos uma seleção dos melhores do campeonato. Agora, chegou a vez do Torneo Final. E, como sempre, é normal ter discordâncias. Por isso, o espaço fica aberto para debate.

>> Imagens William Delinski

GOLEIRO: Sebastián Saja (Racing)

Foto: Reprodução - experiente goleiro Sebastián Saja

Foto: Reprodução – experiente goleiro Sebastián Saja

O fato de o Racing ter a segunda melhor defesa do Torneo Final, não é por acaso. Isso se deve ao ótimo campeonato feito pelo goleiro Sebastián Saja. Já experiente e com passagem pelo futebol europeu, Saja chegou ao clube em 2011 e, desde então, vem dando segurança à defesa. Com seus 32 anos, já defendeu o Grêmio em 2007, sagrando-se campeão gaúcho.

LATERAL-DIREITO: Marcos Cáceres (Newell’s Old Boys)

Foto: Reprodução - Lateral Marcos Cáceres

Foto: Reprodução – Lateral Marcos Cáceres

Aos seus 24 anos, o paraguaio Marcos Cáceres é um dos pilares da defesa do Newell’s. Um lateral que chega firme na marcação e é peça fundamental no ataque. Revelado no Cerro Porteño, já teve passagens pela seleção paraguaia, na época em que Gerardo “Tata” Martino, seu atual técnico no Newell’s, treinava o selecionado guaraní.

ZAGUEIRO: Gabriel Heinze (Newell’s Old Boys)

Foto: Reprodução - zagueiro Gabriel Heinze

Foto: Reprodução – zagueiro Gabriel Heinze

Aos seus 35 anos, Heinze é um líder dentro e fora de campo. É quem passa segurança ao sistema defensivo rojinegro. Depois de passagens por Real Madrid, Manchester United e Roma, Heinze voltou ao Newell’s em 2012, sempre aliando experiência e técnica.

ZAGUEIRO: Lisandro López (Arsenal de Sarandí)

Foto: Reprodução - Zagueiro Lisandro López

Foto: Reprodução – Zagueiro Lisandro López

Ótimo no jogo aéreo e por baixo, Lisandro é o melhor zagueiro do futebol argentino. Ou melhor, foi. Lisandro López, de 23 anos, não vai defender a equipe de Sarandí na próxima temporada. Seu provável destino é o Benfica.

LATERAL-ESQUERDO: Leonel Vangioni (River Plate)

Foto: Reprodução - Leonel Vangioni

Foto: Reprodução – Leonel Vangioni

Depois de seis anos defendendo o Newell’s Old Boys, Leonel Vangioni, de 26 anos, chegou ao River Plate no começo da temporada e logo conquistou a titularidade. Ótimo no apoio e firme na defesa, Vangioni, além de ser lateral, também pode jogar de volante.

MEIA: Guido Pizarro (Lanús)

Foto: Reprodução - Guido Pizarro

Foto: Reprodução – Guido Pizarro

Pizarro foi revelado na base do clube e chegou ao time profissional em 2009. Desde então, foram 40 jogos e ótimas atuações o levaram a entrar nessa seleção. Aos 21 anos, o meia/volante, Pizarro se destaca por sua velocidade e sua ótima qualidade no passe. Na próxima temporada, vai defender a Fiorentina, que comprou 70% de seu passe.

VOLANTE: Cristian Ledesma (River Plate)

Foto: Reprodução - Cristian Ledesma, meia do River Plate

Foto: Reprodução – Cristian Ledesma, volante do River Plate

Na boa campanha do River Plate no Torneo Final, um dos destaques foi Cristian Ledesma, meia de ótima qualidade. Foi um dos jogadores mais regulares. Aos 34 anos, Ledesma vem mostrando que ainda tem muita lenha pra queimar.

VOLANTE: Jorge Luna (San Martín)

Foto: Reprodução - volante Jorge Luna

Foto: Reprodução – volante Jorge Luna

Aos 26 anos, Luna é um dos destaques do San Martín, clube que defende desde a última temporada. Destaca-se pelo seu ótimo poder de marcação, mas, quando tem a bola, sempre mostra habilidade no drible e no passe. Dificilmente o volante vai permanecer no San Martín. Segundo a imprensa argentina, ele já está negociando com o Estudiantes.

ATACANTE: Luciano Vietto (Racing)

Foto: Reprodução - Luciano Vietto, uma das joias argentinas

Foto: Reprodução – Luciano Vietto, uma das joias argentinas

Atacante de boa movimentação, Vietto também se destaca pelo ótimo posicionamento dentro da área, o que explica sua grande quantidade de gols. Nesse Torneo Final, foram 8. Vietto já e cobiçado por grandes times da Europa, mas a diretoria da Academia vem fazendo de tudo para mantê-lo

CENTROAVANTE: Emanuel Gigliotti ( Colón)

Foto: Reprodução - Centroavante Emanuel Giglioti

Foto: Reprodução – Centroavante Emanuel Gigliotti

Emanuel Gigliotti foi o artilheiro do Torneo Final com 11, empatado com Scocco. Aos 26 anos, Gugliotti já teve passagem pelo futebol europeu entre 2010 e 2011, quando defendeu o Novara. Na Argentina, já defendeu o Atlético Tucamán, San Lorenzo e All Boys. Com seu ótimo porte físico, sabe fazer bem a função de pivô e se destaca nas jogadas aéreas, em que quase sempre leva vantagem sobre a zaga adversária.

ATACANTE: Ignacio Scocco (Newell’s Old Boys)

Foto: Reprodução - atacante Ignacio Scocco

Foto: Reprodução – atacante Ignacio Scocco

O melhor atacante do futebol argentino na atualidade, Scocco terminou o Torneo Final com 11 gols, sendo que já tinha sido o artilheiro do Torneo Inicial, com 13. Veloz e habilidoso e com passagens pela seleção argentina, Scocco vem despertando interesse de vários clubes da Europa e do Brasil

TÉCNICO: Gerardo Martino (Newell’s Old Boys)

Foto: Reprodução - Gerardo "Tata" Martino

Foto: Reprodução – Gerardo “Tata” Martino

Essa escolha foi difícil. Na briga para ser o melhor técnico tínhamos Ramón Díaz, Martín Palermo e Omar De Felippe, mas, pelo conjunto da obra e pelos resultados conquistados, Martino foi o escolhido. Um dos seguidores do estilo de Bielsa, ele se destaca por conseguir montar ótimos times na parte ofensiva, mas sem descuidar da defesa.

Comentários

Projeto de jornalista, mineiro, 20 anos. Viu que não tinha muito futuro dentro das quatro linhas e resolveu trabalhar dando seus pitacos acompanhando tudo relacionado ao futebol, principalmente quando a pelota rola nas canchas dos nossos vizinhos sul-americanos. Admirador do "Toco y me voy" argentino, também escreve no Sudaca FC e tem Riquelme e Alex como maiores ídolos.