Jogadores que ainda sonham com a Copa

  • por Rafael de Melo Andrade
  • 8 Anos atrás

Com o título da Copa das Confederações, Felipão tende a manter boa parte do grupo para a Copa do Mundo. Os 11 titulares parecem estar praticamente garantidos na Copa, só saindo no caso de contusão ou algum tipo de indisciplina. Entre os reservas, alguns bastante utilizados, como Hernanes e Dante, também dificilmente deixarão de estar entre os 23. Mas como o próprio Luis Felipe Scolari falou, o grupo não está fechado e pode sim haver novidades. O Doentes por Futebol lembrou alguns jogadores que podem aparecer nas próximas convocações. Confira:

Rafael (Manchester United) – O lateral-direito chegou a ser convocado algumas vezes por Mano Menezes, especialmente para a seleção olímpica. Mas desde as Olimpíadas, quando não teve boas atuações e ainda entregou um gol na final, foi deixado de lado. Felipão chegou e continuou sem lhe convocar. No entanto, a evolução do ainda jovem ex-Fluminense é contínua desde que ele chegou à Inglaterra, e a temporada 2012-13 pode ser vista como a de afirmação, em que ele finalmente explodiu. Titular absoluto durante toda a temporada, Rafael foi um dos destaques do campeão inglês e não há quem o cogite fora do time titular hoje. Sua fase é superior inclusive a de Daniel Alves e, considerando que o reserva de Daniel Alves na Copa das Confederações foi um volante (Jean), há motivos mais que suficientes para que Rafael seja chamado em breve.

Rafael foi um dos destaques do Manchester campeão inglês na última temporada

Rafael foi um dos destaques do Manchester campeão inglês na última temporada

Alex (PSG) – Destaque no PSV, regular no Chelsea e agora titular ao lado de Thiago Silva no PSG, as poucas partidas de Alex na seleção não condizem com a sólida carreira dele na Europa. É uma opção de experiência para a 4º vaga na zaga da seleção, onde Rever saiu na frente. Mas parece cedo pra afirmar que o atleticano já está garantido na Copa.

O experiente zagueiro faz boa dupla com Thiago Silva no PSG

O experiente zagueiro faz boa dupla com Thiago Silva no PSG

Dedé (Cruzeiro) – Melhor zagueiro do Brasil em 2010 e 2011, Dedé vem tendo problemas para voltar ao seu melhor nível depois das lesões. Se conseguir, no Cruzeiro, repetir suas melhores atuações do Vasco, entra como forte concorrente à 4ª vaga na zaga.

Agora no Cruzeiro, o "Mito" tenta recuperar a melhor forma e voltar a seleção

Agora no Cruzeiro, o “Mito” tenta recuperar a melhor forma e voltar a seleção

Marquinhos (Roma) – Revelado pelo Corinthians e vendido junto com Leandro Castán para a Roma ano passado, o jovem zagueiro parecia só uma aposta para o futuro. No entanto, logo na primeira temporada o garoto já assumiu a titularidade do time da capital italiana e vem sendo elogiado por imprensa, torcida e comissão técnica. Zagueiro veloz e já com pinta de xerife, parece caminho natural que ele seja titular da seleção em Copas futuras. Mas, a depender do comportante dele na próxima temporada, não é absurdo imaginá-lo já na Copa de 2014.

O jovem zagueiro já assumiu a titularidade da Roma logo na primeira temporada

O jovem zagueiro já assumiu a titularidade da Roma logo na primeira temporada

Miranda (Atlético de Madrid) – Pilar do sistema defensivo tricampeão brasileiro do São Paulo de Muricy, Miranda foi o maior destaque da melhor defesa do campeonato espanhol nessa temporada. Veloz e bom pelo alto, Miranda continua tão bom quanto discreto, e ainda melhor com a experiência. Bom lembrar que o zagueiro já foi convocado por Felipão.

O ex são paulino entrou pra seleção do campeonato espanhol 2012-13

O ex são paulino entrou pra seleção do campeonato espanhol 2012-13

Adriano (Barcelona) – Presença constante nas convocações de Mano Menezes e já lembrado também por Felipão, Adriano não é melhor lateral direito que Rafael nem melhor lateral-esquerdo que Filipe Luis. Mas tem como trunfo a versatilidade. Além de fazer as duas laterais, já jogou de zagueiro no Barcelona e até de meia nos tempos de Sevilla. Assim, pode ocupar a vaga de reserva de dois titulares e permitir mais um convocado em outra posição, aumentando as possibilidades de variações táticas do Brasil.

Polivalente, Adriano joga nas 2 laterais e até na zaga.

Polivalente, Adriano joga nas 2 laterais e até na zaga.

Fernandinho (Manchester City) – Destaque do Shakhtar na boa campanha na UCL e também no título do campeonato ucraniano, ele foi agora comprado a peso de ouro pelo milionário Manchester City. Tem excelente passe, marca bem e se movimenta muito. Lembrado e depois esquecido por Mano, faz por merecer uma nova chance, agora com Felipão.

Destaque do Shakhtar, Fernandinho foi comprado pelo City por R$ 112 milhoes

Destaque do Shakhtar, Fernandinho foi comprado pelo City por R$ 112 milhoes

Ramires (Chelsea) – Até pouco tempo atrás, parecia inimaginável vê-lo fora do grupo da seleção brasileira, mas uma lesão, somada a um episódio que desagradou Felipão (o treinador entende que o jogador deveria ter se apresentado ao grupo mesmo com a lesão, o que não ocorreu) o deixou fora da Copa das Confederações. Com as boas atuações de Paulinho e Hernanes, ele parece agora distante da vaga na Copa. No entanto, um jogador que já foi destaque de campeão europeu, vem fazendo parte do grupo da seleção desde 2009 e tem alto poder de marcação, mobilidade e chegada ao ataque, não deve ser descartado.

Ramires

O queniano deixou Felipão insatisfeito ao não se apresentar na última convocação. Agora precisará de muitas boas atuações pra reconquistar a vaga.

Tardelli (Atlético-MG) – Depois de dois anos terríveis fora do Brasil, quando pouco atuou na Rússia e quase não foi visto no Catar, o atacante atleticano vive agora a melhor fase de sua carreira. Combinando a velocidade e o poder de finalização de sempre com mais inteligência e ajuda na marcação, Diego Tardelli pode fazer as 4 posições do ataque, mas preferencialmente joga em uma das pontas. Com Neymar indiscutível, Bernard entrando bem nas chances que teve, Lucas jogando bem no PSG e “queridinho” da torcida e Hulk tendo a confiança do treinador, não parece ter vaga ali. Mas se alguém bobear, Tardelli está voando pra ganhar essa vaga.

O ídolo atleticano vive a melhor fase de sua carreira e sonha com outra chance na seleção

O ídolo atleticano vive a melhor fase de sua carreira e sonha com outra chance na seleção

Ronaldinho (Atlético-MG) – Num primeiro momento pareceu que Felipão montaria seu time ao redor do craque, mas suas fracas atuações na seleção e boatos de que teria se atrasado na apresentação do jogo contra o Chile o fizeram perder espaço e ficar fora da Copa das Confederações. No entanto, Jadson quase não jogou, e não parece ter a total confiança de Scolari. Se Ronaldinho continuar na fase excepcional de 2012 e do começo de 2013 e Felipão estiver disposto a contrariar o dogma de que Ronaldinho só pode ser titular absoluto ou nem ser convocado para a seleção, ele pode, sim, sonhar com uma nova chance.

O astro do Galo aposta na Libertadores pra voltar a seleção

O astro do Galo aposta na Libertadores pra voltar a seleção

Coutinho (Liverpool) – Vendido muito jovem à Europa, Coutinho decepcionou um pouco nos primeiros dois anos e meio de Europa, não tendo muitos momentos de destaque nas suas passagens por Inter e Espanyol. No entanto, desde que chegou ao Liverpool vem tendo grandes atuações e já virou queridinho da torcida. Habilidoso e excelente nos passes verticais, é uma alternativa de mais talento a Jadson e não tem histórico de indisciplina e más atuações na seleção como Ronaldinho.

Em menos de 6 meses de clube, Coutinho já virou o queridinho da torcida

Em menos de 6 meses de clube, Coutinho já virou o queridinho da torcida

Jonas (Valencia) – Um dos destaques do Valencia, Jonas vem mantendo uma regularidade desde que desembarcou na Espanha, fazendo gols e tendo boas atuações em todas as temporadas, tanto no campeonato espanhol quanto na UCL. É uma opção de estilo diferente pra reserva de Neymar, menos veloz e habilidoso que Bernard, mas mais experiente e com melhor chegada na área que o jovem atleticano.

Desde os tempos de Grêmio Jonas segue sua sina: não para de marcar gols

Desde os tempos de Grêmio Jonas segue sua sina: não para de marcar gols

Além desses, há ainda outros jogadores que correm ainda mais por fora, como, por exemplo, Diego Alves, Mario Fernandes, Sandro, Lucas Leiva, Ralf, Diego, Willian, Diego Costa e Luis Fabiano. Eles ainda sonham com a vaga na Copa e devem jogar a vida nesses próximos pouco mais de 10 meses até a convocação final para tentar convencer o técnico pentacampeão que merecem (mais) uma chance.

>>> Imagens William Delinski

Comentários

Paulista, apaixonado pelo Galo, viciado em estatísticas e Doente por futebol. Acredita que Copa do Mundo dá sentido à vida. Marques e Ronaldinho são seus ídolos no futebol.