Liga dos Campeões da África: guia da Fase de Grupos

  • por Rogério Bibiano
  • 5 Anos atrás

CAF Champions_Guia_fan page

Vai começar neste final de semana a Fase de Grupos da 49ª Liga dos Campeões da África, principal interclube do continente. O torneio irá ofertar ao campeão o direito de representar a África no Mundial de Clubes Fifa, que este ano será disputado no Marrocos.

Nesta fase, as oito equipes classificadas, são divididas em dois grupo de quatro equipes cada, com jogos de ida e volta dentro do grupo. Classificam-se para as semifinais os dois primeiros colocados de cada grupo. Para esta fase, os critérios de desempate são: número de pontos ganhos; saldo de gols nos jogos entre as equipes envolvidas; gols fora de casa entre as equipes envolvidas; saldo de gols em todos os jogos e número de gols marcados em todos os jogos.

Doentes por Futebol apresenta a você o perfil de cada uma das oito melhores equipes da África, que irão brigar pelo principal título do continente.

GRUPO A

AL-AHLY (Egito)

Fundado em 1907, o Al-Ahly Cairo é um dos clubes mais populares do planeta. Maior campeão da África com 7 títulos, é o atual campeão da Liga dos Campeões; além de 36 títulos egípcios.

Na Premier League Egipcia, a equipe lidera com tranquilidade o grupo 1 da competição, com 39 pontos em 15 jogos. Restando um jogo para concluir a fase, já está matematicamente garantida (com 10 pontos a mais que o segundo colocado, o ENPPI).

A tranquilidade adquirida no campeonato local proporcionou uma boa preparação para a Fase de Grupos da Liga dos Campeões. Com isso, o Al-Ahly entra como um dos favoritos absolutos a avançar às semifinais.

Atual campeão continental, o Al-Ahly segue favorito absoluto dentro do grupo A da CAF Champions League 2013 - foto: reprodução

Atual campeão continental, o Al-Ahly segue favorito absoluto dentro do grupo A da CAF Champions League 2013 – foto: reprodução

Para chegar à Fase de Grupos, o Al-Ahly, na condição de atual campeão, estreou na segunda fase (eliminatória) do torneio. A equipe eliminou o Tusker, do Quênia, com uma vitória fora de casa (2×1) e nova vitória, em casa (1×0). Na terceira fase, um confronto mais equilibrado, contra os tunisianos do C.A. Bizertin; em Bizerte (TUN), empate sem gols no jogo de ida. Na volta, no Cairo, vitória por 2×1, que colocou a equipe novamente entre as 8 melhores do continente.

Apoiado num conjunto com muita experiência e que consegue mesclar esta base experiente com a juventude da forte divisão de base do clube, o Al-Ahly desde abril está com um novo treinador: Mohamed Youssef. Ex-jogador do próprio clube e da seleção, Youssef era assistente técnico de Hossam El-Badry e, desde 2009 no clube, conhece bem o elenco.

TATICA_Al-Ahly_Sporting_Club

O Al-Ahly tem uma espinha dorsal ancorada na experiência do capitão Wael Gomaa comandando a defesa. No meio, Walid Soliman é o organizador e titular absoluto, recebe a companhia do jovem meia Ahmed Shokri, uma das revelações da base da equipe, que costuma revezar com Aboutrika, grande ídolo do Al-Ahly e ainda importantíssimo para o time. No ataque, as opções são diversas opções e nomes como Nagy “Geddo”, Moteab, Da Silva e Al-Sayed Hamdy revezam com o hoje titular absoluto Ahmed Abdu El-Zaher, contratado nesta temporada junto ao ENPPI e referência no ataque.

A.C. LÉOPARDS (Congo)

Fundado em 1953, o Athlétic Club Léopards de Dolisie é um clube em ascensão no cenário futebolístico da África. Atual campeão da Copa da Confederação CAF, venceu a Premier League do Congo em 2012 pela primeira vez, após 3 vice-campeonatos consecutivos, a contar de 2009.

Na atual temporada, na MTN Ligue 1 do Congo, a equipe lidera, após 17 rodadas, com 39 pontos ganhos, 3 pontos a mais que o segundo colocado, Diables Noirs, seu grande rival local, com o qual disputou o título congolês no ano passado.

Nova força do futebol congolês, o AC Léopards é uma equipe jovem e bastante ofensiva - foto: reprodução

Nova força do futebol congolês, o AC Léopards é uma equipe jovem e bastante ofensiva – foto: reprodução

Para chegar à Fase de Grupos, o A.C. Léopards passou, na primeira fase, pelo Mounana, do Gabão; na ida, vitória em casa, 2×0; no jogo de volta, derrota por 1×0. Na segunda fase, a equipe eliminou os nigerianos do Kano Pillars, tradicional equipe da Liga, após derrota no jogo de ida por 4×1; uma vitória épica em casa, por 3×0, classificando a equipe. A vaga à Fase de Grupos veio também de forma dramática ante os argelinos do E.S. Sétif. No jogo de ida, em casa, vitória por 3×1. Na volta, derrota pelo mesmo placar e classificação nas penalidades, 5×4.

TATICA_AC Leopards

A equipe congolesa possui um elenco que mescla juventude e experiência de jogadores que estão há algumas temporadas na equipe, com grande destaque para os velozes e habilidosos Rudy Bebey-Ndey e Arouna Drame. Os dois juntos já foram responsáveis por 6 gols nesta Liga dos Campeões e despertam interesse de clubes da África do Sul , da Tunísia e do Egito, em assédio constante aos dois destaques congoleses. A equipe tem atuado no 4-3-3 e aproveita a velocidade do seu ataque para jogar com bolas longas explorando as pontas. Isso explica o alto número de gols marcados e sofridos, pois sua defensiva apresenta sérios problemas.

ORLANDO PIRATES (África do Sul)

Fundado em 1937, o Orlando Pirates é um dos maiores clubes da África do Sul e um dos mais populares do continente. Campeão da Liga dos Campeões em 1995, os Bucaneiros possuem 9 títulos nacionais.

O último jogo oficial do Orlando Pirates foi no dia 18/05, na rodada de encerramento da temporada 2012/2013 da Premier Soccer League, quando foram derrotados pelo Maritzburg United. A equipe está reunida desde o dia 19/06, preparando-se para a temporada 2013/2014. Na Premier Soccer League da última temporada, o Pirates terminou na terceira colocação, com 52 pontos, atrás do Platinum Stars (56 pontos) e do campeão e maior rival Kaizer Chiefs (57 pontos).

Um dos clubes mais poderosos da África do Sul, o Orlando Pirates espera conquistar novamente o continente - foto: reprodução

Um dos clubes mais poderosos da África do Sul, o Orlando Pirates espera conquistar novamente o continente – foto: reprodução

A campanha do Orlando Pirates começou de forma tranquila, com duas goleadas sobre o Djabal Club, de Comores: em casa, 5×0, e fora, 4×0. Na segunda fase, o Pirates enfrentou o Zanako, de Zâmbia. Em Lusaka, vitória 1×0. Na volta, em Johannesburgo, nova vitória, 2×1. Na terceira fase, dois jogos sensacionais contra os congoleses do TP Mazembe. No jogo de ida, vitória por 3×1. No jogo de volta, derrota por 1×0, com atuação espetacular do goleiro Senzo Meyiwa, que defendeu duas penalidades.

TATICA_Orlando_Pirates

A equipe do ex-goleiro da seleção sul-africana, Roger de Sa, costuma atuar num tradicional 4-4-2. Este 4-4-2, em muitos momentos dos jogos, transforma-se num 4-1-3-2, pois as linhas médias costumam avançar bastante, formando um trio de bastante vocação ofensiva no meio-campo, sendo que Tlou Segolela e Daine Klate destacam-se como jogadores que caem pelas pontas, impondo velocidade e qualidade ao ataque. O ataque tem o zambiano Collins Mbesuma como homem de referência, com muita força física.

ZAMALEK (Egito)

Fundado em janeiro de 1911, sob o nome de Kasr-El Nil Club, passou a ser chamado Zamalek após 1952. É o segundo maior vencedor da África, com 5 títulos, além de 11 campeonatos egipcios em sua galeria, ficando atrás somente do seu maior rival, o Al-Ahly.

No campeonato egipcio, o Zamalek está classificado para o playoff final, após terminar na liderança do grupo 2, com 39 pontos em 15 jogos, nove pontos a frente do Ismaily, segundo colocado.

Zamalek espera retomar o caminho das vitórias, conquistando a sexta Liga dos Campeões - foto: reprodução

Zamalek espera retomar o caminho das vitórias, conquistando a sexta Liga dos Campeões – foto: reprodução

O Zamalek estreou na Liga dos Campeões 2013, contra o Gazelle, do Chade; em casa, vitória por 7×0 e fora de casa, empate sem gols. A segunda fase, a equipe enfrentou o AS Vita Club, da República Democrática do Congo; no Cairo, vitória apertada por 1×0 e fora de casa, empate sem gols. Na terceira fase, um duelo dramático, contra os etíopes do Saint-George; em casa, empate 1×1, no jogo de volta um dramático empate em 2×2, com gol aos 45 minutos do segundo tempo garantiu a classificação do Zamalek.

TATICA_Zamalek_Sporting_Club

A equipe, que até o começo do mês era treinada pelo brasileiro Jorvan Vieira. Seu sucessor, o egipcio Helmy Toulan, não deve mudar neste momento a forma da equipe atuar. Geralmente escalada num funcional 4-2-3-1, com destaque para o experiente Ahmed Hassan, ex-jogador do rival Al-Ahly, na armação de jogadas e da jóia rara do clube, Mohamed Ibrahim, pretendido por várias equipe do leste europeu e que esta semana recebeu oferta oficial do Málaga. No ataque, Ahmed Gaafar é o homem de referência, fazendo o pivô.

GRUPO B

ESPÉRANCE SPORTIVE DE TUNIS (Tunísia)

Fundado em 1919, o Espérance ST é o clube mais vencedor da Tunísia, com 25 conquistas locais, além de dois títulos na Liga dos Campeões. Campeão em 2011 e atual vice-campeão continental, o Espérance ST é um dos clubes mais ricos da África.

O Espérance ST ocupa a segunda colocação da liga local, com 12 pontos em 6 jogos (um ponto a menos que o líder e atual campeão nacional, o CS Sfaxien). Além do campeonato, o clube auri-rubro também divide o tempo com os jogos da Copa da Tunísia, competição que tem sido utilizada pelo treinador Maher Kanzari para organizar a equipe com vistas à Liga dos Campeões.

Atual vice-campeão continental, os tunisianos do Espérance ST esperam retomar a taça continental - foto: reprodução

Atual vice-campeão continental, os tunisianos do Espérance ST esperam retomar a taça continental – foto: reprodução

Na condição de uma das equipes com melhor colocação no ranking da CAF, o Espérance entrou na segunda fase da Liga dos Campeões. Eliminaram os angolanos do Primeiro de Agosto com um duplo placar por 1×0. Na terceira fase, a equipe enfrentou os argelinos do JSM Béjaia. Fora de casa, empate sem gols e, em casa, vitória apertada por 1×0, que garantiu a classificação a mais uma fase de grupos no histórico da equipe.

TATICA_Esperance_Sportive_de_Tunis

Com um elenco recheado de jogadores com passagens pelas seleções da Tunísia e também de Gana (Harrisson Afful) e Argélia (Antar Yahia e Youcef Belaili), o Espérance ST repatriou o meia Oussama Darragi, que estava no Sion (SWI). Com isso,, a equipe ganha bastante força no setor de criação. O Espérance constuma atuar no 4-4-2, mas é comum observar a equipe, principalmente em jogos fora de casa, num 3-5-2. Além de Darragi, outros bons destaque da equipe são Khalil Chamman e Iheb Msakni.

COTON SPORT DE GAROUA (Camarões)

Fundado em 1986, o Coton Sport, apesar de ser um clube jovem, possui 11 títulos da primeira divisão de Camarões, sendo o maior campeão nacional. A equipe foi vice-campeã africana em 2008, em sua melhor participação no principal torneio interclubes do continente africano.

No Campeonato Camaronês, a equipe ocupa a segunda colocação com 28 pontos em 17 jogos (Astres FC lidera com 33 pontos).

Maior campeão camaronês, o Coton Sport espera surpreender e chegar às finais - foto: reprodução

Maior campeão camaronês, o Coton Sport espera surpreender e chegar às finais – foto: reprodução

Na primeira fase da Liga dos Campeões, o Coton Sport eliminou os ugandeses do Union Revenue Authority (URA). Após dois jogos sem gols, a vaga foi conquistada com uma vitória nos pênaltis, por 4×3. Na segunda fase, a equipe camaronesa eliminou os marfinenses da AFAD Djékanou. No jogo de ida, vitória por 1×0 fora de casa. No jogo de volta, nova vitória por 2×1. Na terceira fase, um confronto contra os malineses do Stade Malien. No jogo em casa, vitória por 3×0; na volta, em Bamako, empate sem gols que garantiu o clube na fase de grupos.

TATICA_Coton Sport

O Coton Sport de Garoua é treinado pelo francês Sébastien Desabre, que costuma escalar sua equipe no 4-3-3 bem ofensivo, que tem como destaque o meia-atacante Alexis Kada, dono de boa técnica e muita velocidade. Junto com Ismael Mbang, outro destaque do time de Garoua.

O Coton Sport tinha sua participação na Liga dos Campeões da África 2013 incerta. Tudo por conta da suspensão de Camarões pela Fifa, devido aos problemas nas eleições da Fecafoot. A CAF, para não precisar excluir os camaroneses, marcou o jogo de estreia da equipe, que seria no próximo dia 21, para o dia 27. Neste sábado a Fecafoot e a Fifa chegaram a um acordo, com o fim da suspensão de Camarões.

RECREATIVO DO LIBOLO (Angola)

O Clube Recreativo Desportivo do Libolo foi fundado em 1942, na cidade de Calulo. A equipe possui duas conquistas nacionais, vencendo o Girabola em 2011 e 2012. Na Liga dos Campeões, o Recreativo do Libolo participa pela segunda vez. Na primeira participação, a equipe caiu na primeira fase.

No Girabola 2013, o clube está na oitava colocação, com 22 pontos em 17 jogos, estando 16 pontos atrás do líder, Kabuscorp (38 pontos). O mau desempenho no Girabola faz com que a equipe aposte suas fichas na Liga dos Campeões da África.

Bicampeão angolano, o Recreativo do Libolo espera poder colocar um clube angolano no mapa do futebol interclubes do continente - foto: reprodução

Bicampeão angolano, o Recreativo do Libolo espera poder colocar um clube angolano no mapa do futebol interclubes do continente – foto: reprodução

Para chega pela primeira vez à fase de grupos, o Recreativo eliminou, na primeira fase, os tanzanianos do Simba. Fora de casa, vitória por 1×0 e, em casa, vitória por 4×0. Na segunda fase, o adversário foi o tradicional Al-Merrikh, do Sudão, e de maneira surpreendente o Recreativo venceu os dois jogos por 2×1. Na terceira fase, o duelo foi contra os nigerianos do Enugu Rangers. Fora de casa, empate sem gols e, em casa, vitória tranquila por 3×0 confirmando a classificação.

TATICA_Recreativo Libolo

A equipe é treinada pelo angolano Miller Gomes, que substituiu o português Henrique Calisto, em junho. A equipe geralmente é escalada no 4-3-3, num time jovem e com bom preparo físico. Os destaques da equipe são o meia-atacante Dario e o atacante guineense Henry Camara, que fazem com que o clube angolano tenha um fortíssimo contra-ataque.

 SÉWÉ SPORTS DE SAN-PÉDRO (Costa do Marfim)

Fundado em 1953 e localizado em San-Pédro, importante cidade portuária às margens do Oceano Atlântico, o Séwé Sports é a grande surpresa da Liga dos Campeões 2013. Em sua primeira participação, a equipe já chega a fase de grupos.

No dia 29/06 a equipe conquistou pela segunda vez seguida a Ligue 1 Marfinense, com 57 pontos em 26 jogos, cinco pontos à frente do ASEC Mimosas. Com isso, a equipe teve tempo suficiente para dar-se ao luxo de poupar jogadores na última rodada do campeonato local em preparação para a estreia na Liga dos Campeões.

Com uma estrutura simples, o Séwé Sports é a grande surpresa da Liga dos Campeões da África 2013 e espera surpreender ainda mais na Fase de Grupos - foto: reprodução

Com uma estrutura simples, o Séwé Sports é a grande surpresa da Liga dos Campeões da África 2013 e espera surpreender ainda mais na Fase de Grupos – foto: reprodução/séwé sport

Para fazer história, o Séwé eliminou na primeira fase o Horoya da Guiné; na ida empate sem gols; na volta, vitória tranquila por 3×0. Na segunda fase, o adversário foi o tradicional Al-Hilal do Sudão; em casa, vitória por 4×1; no jogo de volta, derrota por 3×1 em jogo dramático, com direito a gol nos acréscimos. Na terceira fase, a equipe eliminou os marroquinos do FUS Rabat, após empate fora de casa, 1×1 e empate sem gols no jogo de volta.

TATICA_Sewe

A equipe é treinada pelo italiano Salvattore Nobile, que costuma escalar o time num ofensivo 4-3-3, com dois meias de características bastante ofensivas: Jules Cesar Yoboue e Souleymane Dembele. No ataque, as esperanças residem no jovem Roger Assale, que tem apenas 19 anos e é candidato a revelação da Liga dos Campeões 2013. Com um elenco jovem – apenas dois jogadores acima de 30 anos, o jogo em velocidade é a principal arma da equipe.

A PRIMEIRA RODADA

A Liga dos Campeões da África 2013 começa no sábado, pelo grupo A, no Orlando Stadium em Soweto/Johannesburgo, o Orlando Pirates recebe o A.C. Léopards.

A rodada do grupo A será completada na quarta-feira (24) com o Derby do Cairo, entre Zamalek e Al-Ahly, que jogam no El Gouna Stadium, em El-Gouna, um resort luxuoso às margens do Mar Vermelho, distante 500 km do Cairo, por motivos de segurança, devidos os protestos na capital egípcia.

O grupo B, começa no domingo, com o Recreativo do Libolo recebendo o Espérance ST em Calulo.

O complemento da primeira rodada está programado para o dia 27, caso a suspensão de Camarões e de seus clubes seja revogada, com o Coton Sport de Garoua, recebendo a surpresa, Séwé Sport, no Roumdé Adjia Stade.

A melhor cobertura da Liga dos Campeões da África 2013, você acompanha aqui, no Doentes por Futebol.

Comentários

Natural de Telêmaco Borba-PR e criado em meio à "boemia futebolística", com horas de papo sobre futebol, samba e cervejas na pauta. Influência do pai, que também adorava futebol, e da mãe, que sempre apoiou a iniciativa. Técnico em Eletrônica, formado desde 1999, e fanático por futebol, futsal, futebol de praia, society e todo esporte que tenha no futebol a sua essência.