Porque Valdivia é um chinelinho

  • por Saimon
  • 8 Anos atrás

Quando deixou o campo na vitória sobre o Figueirense neste sábado, Valdivia reclamou de ser chamado de “chinelinho” e se disse chateado com as críticas. O chileno fez seu terceiro jogo no Brasileiro Série B, atuando os 90 minutos pela primeira vez depois de quase quatro meses. O Doentes fez uma pesquisa detalhada com números surpreendentes.

Por exemplo: você sabia que a partida contra o Figueirense foi apenas a 36ª em que o chileno jogou os 90 minutos, desde que voltou em 2010? Ou então que cada minuto que Valdivia esteve em campo, faz com que ele tenha ganhado o equivalente a quatro salários mínimos?

Abaixo temos essas e outras informações que descrevem a trajetória do palmeirense em três anos de clube desde a sua volta.

Afinal, Valdivia é ou não é um chinelinho?

– Desde que voltou ao Palmeiras, em julho de 2010, o Palmeiras fez 210 partidas. Valdivia esteve presente em 93 desses jogos, o que representa 44,2%.

1

– Desses 93 jogos em que esteve presente, Valdivia começou 76 como titular. Em outras 17 vezes, saiu do banco. Isso representa 81,7% de jogos como titular.

Quando joga, quase sempre é titular

– Dos 76 jogos em que começou jogando, apenas em 36 Valdivia jogou os 90 minutos, ou seja, a partida inteira. Isso representa 47,3% dos jogos.

Jogar os 90 minutos é difícil

– Desde a volta de Valdivia, o Palmeiras jogou cerca de 18.900 minutos. O chileno esteve em campo em 6.534 minutos, o que representa 34,5%.

Minutos em campo são poucos

– Em sua volta, Valdivia tem 11 gols pelo Palmeiras, divididos em:
* 4 gols de dentro da área (Bahia 2011, Paraná 2012, Grêmio 2012 e Figueirense 2013) – 36,3%
* 2 gols de fora da área (Avaí 2010 e Mirassol 2011) – 18,1%
* 2 gols de pênalti (Fluminense 2011 e Coritiba 2012) – 18,1%
* 2 gols de cabeça (Avaí 2010 e São Bernardo 2013) – 18,1%
* 1 gol de falta (Noroeste 2011) – 9,4%

Os gols do Mago

– Até o momento, Valdivia levou 34 cartões, sendo 31 amarelos e 3 vermelhos. Como atuou em 93 jogos, significa que levou cartão em 36,5% dos jogos que fez.

Muitos cartões por reclamação

– No título da Copa do Brasil de 2012, a caminhada do Palmeiras contou com 11 jogos, ou 990 minutos. Apesar de marcar gols decisivos na semi e na final, Valdivia esteve em campo em 445 minutos ou 44,9% do tempo.

Na Copa do Brasil 2012

– Na campanha da Libertadores 2013, o Palmeiras jogou 8 jogos, ou 720 minutos. Valdivia esteve em campo em 135 minutos, significando 18,7%.

Na Libertadores 2013

Valdivia voltou ao Palmeiras em agosto de 2010, o que significa que está no clube há 36 meses, e não temos notícias de que o clube tenha atrasado seu salário alguma vez. Supondo que seu ordenado seja de aproximadamente R$500.000,00 por mês, como a imprensa especula, Valdivia recebeu em sua volta cerca de R$18.000.000,00 do Palmeiras.

Isso significa que Valdivia recebeu 1,63 milhão por cada gol marcado desde que voltou, já que foram 11 tentos relembrados acima.

Isso também significa que cada minuto que Valdivia esteve em campo custou ao Palmeiras R$2.754,82. O que quer dizer que o Palmeiras pagou mais do que quatro salários mínimos ao chileno por cada minuto em campo.

Comentários

Palmeirense, 23 anos. Acompanha futebol em qualquer canto. Fã da ótima geração belga.