Um diálogo construído puramente pela confiança

127561829_moyes_411392b

Alex Ferguson, à esquerda, e David Moyes; relação de muita confiança (Foto: Reprodução)

Os quase 27 anos [26 anos e seis meses] como comandante do Manchester United não fizeram do escocês Alex Ferguson apenas o técnico mais vencedor da história do clube inglês. Pelo menos enquanto o experiente treinador de 71 anos esteve à frente da equipe, essa passagem longa e vitoriosa também o transformou em uma espécie de diretor geral da instituição. Aquele sujeito responsável por analisar o andamento dos negócios, pessoa pela qual é necessário passar todas as informações mais importantes que cercam a empresa. Poderia não ser dele a última resposta, mas ele tinha que saber o que estava acontecendo nos quatro cantos do clube.

Uma prova dessa moral toda que Ferguson tinha – e tem — dentro do Manchester United veio à tona em uma entrevista recente de David Moyes, técnico de 50 anos, que dirigiu a equipe inglesa do Everton nas últimas 11 temporadas e que será, nos próximos seis anos, o comandante dos Reds.

Segundo Moyes, que também é escocês, o diálogo responsável pela sua ida para o Manchester United começou e já terminou na casa de Ferguson.

“Aquilo foi realmente uma situação estranha para mim. Eu não sabia de absolutamente nada até Sir Alex Ferguson me ligar e me perguntar se eu poderia ir até sua casa”, declarou.

Naquele momento, David Moyes não tinha nenhuma ideia sobre a conversa que estava para acontecer entre os dois. Mas ele arriscou deduzir que seria sobre transferência de atletas.

“Eu estava esperando ele dizer: ‘Eu vou levar um de seus jogadores [do Everton]’”.

Moyes, porém, estava enganado.

“A primeira coisa que ele me disse foi: ‘Eu vou me retirar [do comando do Manchester] na semana que vem’”, lembrou.

E se o futuro treinador do United já se encontrava em uma situação estranha, delicada, a frase seguinte de Alex Ferguson acabou deixando-o de vez sem entender absolutamente nada.

“Você é o próximo técnico do Manchester United”.

“Eu não tive a chance de dizer sim ou não. Eu havia escutado que eu era o próximo treinador do Manchester United e aquilo já era o suficiente. Foi incrível”, afirmou David Moyes.

Bom, após várias conquistas de títulos nacionais e internacionais e 1500 jogos no comando do Manchester United, a Lenda Sir Alex Ferguson bem que mereceu, após sua aposentadoria, ele próprio escolher o seu sucessor.

Comentários

Jornalista esportivo. Blogueiro na Gazeta Esportiva.com e colunista no Doentes por Futebol e Sportskeeda.com. E-mail: [email protected]