Copa da Alemanha (DFB-POKAL): 2ª fase

  • por Raniery Medeiros
  • 8 Anos atrás

taça_da_alemanha20219e4c_630x354

Foram definidos os confrontos da 2ª fase da Copa da Alemanha. Como teremos equipes da 3ª divisão disputando o torneio, os duelos ainda não pegarão fogo. No entanto, surpresas podem acontecer.

Vejam os confrontos:

Darmstadt (3ª divisão) x Schalke 04 (1ª)

Preussen Münster (3ª) x Augsburg (1ª)

Osnabrück (3ª) x Union Berlin (2ª)

Wiedenbrück 2000 (4ª) x Sandhausen (2ª)

Saarbrücken (3ª) x Paderborn (2ª)

Eintracht Frankfurt (1ª) x Bochum (2ª)

Freiburg (1ª) x Stuttgart (1ª)

Hamburgo (1ª) x Greuther Fürth (2ª)

Hoffenheim (1ª) x Energie Cottbus (2ª)

Maninz 05 (1ª) x Colônia (2ª)

Bayern de Munique (1ª) x Hannover 96 (1ª)

Wolfsburg (1ª) x VfR Aalen (2ª)

Arminia Bielefeld (2ª) x Bayer Leverkusen (1ª)

FSV Frankfurt (2ª) x Ingolstadt 04 (2ª)

Kaiserslautern (2ª) x Hertha Berlin (1ª)

1860 Munique (2ª) x Borussia Dortmund (1ª)

OBS: as partidas acontecerão nas seguintes datas: 24 e 25/09.

O Doentes por Futebol separou algumas curiosidades sobre a competição. Ressaltamos, desde já, que as informações foram retiradas do site batom e futebol. Vamos a elas:

História: o torneio realiza a sua 71ª edição. O título foi concedido pela primeira vez em 1935. A partir de 1944, a competição descansou durante oito anos para voltar no início da temporada 1952/1953, agora sob a designação oficial DFB-Pokal.

– Realização da Final: desde 1985, o Estádio Olímpico de Berlim é um local completo para a final da DFB-Pokal, sendo considerado o “Wembley alemão”. Até então, grande parte das finais havia sido realizada em Hannover.

– Sorteio: os pênaltis foram introduzidos na DFB-Pokal na temporada de 1970/1971. Até então, com um empate após o tempo extra, havia um jogo de volta e, caso o empate persistisse, o vencedor era definido através de sorteio. O último sorteio aconteceu na partida entre o Alemannia Aachen e o Werder Bremen, na segunda rodada da temporada 1969/1970.

– Duplo: cinco clubes foram campeões da Bundesliga e da DFB-Pokal no mesmo ano. O Bayern conseguiu isso na temporada passada, pela nona vez. Borussia Dortmund, Schalke 04, Werder Bremen e FC Köln foram vencedores de cada duplo uma vez.

– Dinheiro: cada clube participante recebe na primeira rodada cerca de € 110.000 de receitas de marketing e televisão. O montante dos dividendos por clube pode aumentar no decorrer da competição. Portanto, há na segunda rodada cerca de € 250.000 para cada clube. Os oito finalistas recebem cerca de € 540.000, os que avançam para as quartas de final são recompensados com quase 1,2 milhões de euros. Para as semifinais, há 1,75 milhão. Para o vencedor da DFB-Pokal, o prêmio é de mais de seis milhões de euros. Além disso, em cada rodada, as receitas de bilheteria são divididas: 50% para o clube da casa e 50% para o clube visitante.

– Exigência de participação: em 23 de Outubro 1999, o Conselho Consultivo da DFB determinou oficialmente que todos os clubes da Bundesliga são obrigados a participar da DFB Pokal.

– Maiores vencedores: Oliver Kahn e Bastian Schweinsteiger, cada um, trouxeram seis vezes a DFB-Pokal para casa, junto ao Bayern de Munique. Ambos estiveram em campo em sete finais. Schweinsteiger ainda tem chances de ser o detentor de um recorde único. Outro jogador possui o recorde de ser o único a vencer a DFB-Pokal três vezes seguidas: Kurt Sommerlatt ganhou o título em 1955 e 1956 com o Karlsruher SC, e em 1957 com o FC Bayern.

– Treinadores recordistas: Karl-Heinz Feldkamp, Hennes Weisweiler, Ottmar Hitzfeld, Udo Lattek, Otto Rehhagel e Thomas Schaaf venceram a DFB-Pokal três vezes. Apenas Feldkamp comemorou seu sucesso com três clubes (Bayer Uerdingen, em 1985, Eintracht Frankfurt, em 1988, e 1 FC Kaiserslautern, em 1990). Louis Janda, Aki Schmidt, Thomas Schaaf e Jupp Heynckes combinam a proeza de ter ganho a DFB-Pokal como jogador e treinador.

– Recorde de público: o jogo com maior público na história da DFB-Pokal foi a semi-final entre Borussia Dortmund e Carl Zeiss Jena, em 18 de março de 2008. A vitória por 3×0 em Dortmund, no Signal Iduna Park, foi vista por 80.078 espectadores.

Comentários