Guia do Campeonato Português 2013/2014

  • por Levy Guimarães
  • 6 Anos atrás
Foto: lpfp.pt - O cobiçado troféu de campeão português, erguido pelo Porto nos últimos 3 anos

Foto: lpfp.pt – O cobiçado troféu de campeão português, erguido pelo Porto nos últimos 3 anos

Por: Levy Guimarães e Matheus Mandy

Marcado nos últimos anos pelo incrível equilíbrio na briga pelo título, sempre protagonizada por Porto e Benfica, o Campeonato Português promete mais uma vez ter uma disputa de igual pra igual entre os dois gigantes pela taça. Como na temporada passada, a diferença entre esses dois times e os demais é grande, já que o Sporting vive uma fase de reconstrução e o Braga, que vinha surpreendendo nos últimos anos, vem com um elenco enfraquecido para 2013/2014. O Paços de Ferreira, grande sensação em 2012/2013, também não vem com a mesma força, mas equipes como Rio Ave e Estoril podem incomodar.

Alem da disputa sempre acirrada pelo topo, a Liga ZON Sagres é sempre uma ótima oportunidade para acompanhar alguns brasileiros que já atuaram aqui no país e diversas promessas que irão despontar em breve para o futebol mundial. Confira o guia completo da competição, com um pouco sobre cada equipe:

PORTO

Cidade: Porto
Estádio: Estádio do Dragão
Em 2012/2013: Campeão
O cara: Jackson Martínez (foto)
O treinador: Paulo Fonseca (40 anos)
A promessa: Juan Quintero – 20 anos (meia)
Principal reforço: Juan Quintero (meia, Pescara)
Principal perda: James Rodríguez (Monaco)
Objetivo na temporada: Título
Time base (4-3-3): Hélton; Danilo, Otamendi, Mangala e Alex Sandro; Fernando, Josué (Herrera/Defour) e Lucho González; Licá (Quintero), Jackson Martínez e Varela.

Foto: reprodução

Foto: reprodução

O atual tricampeão português vem com sede de títulos para a nova temporada, disposto a se aproximar ainda mais do Benfica em número de títulos portugueses (são 32 do Benfica contra 27 conquistas portistas).

O comandante dos últimos dois títulos, Vítor Pereira, que apesar dos troféus levantados nunca fora unanimidade entre os torcedores, foi dispensado ao fim da temporada passada. Em seu lugar, veio Paulo Fonseca, que conduziu o Paços de Ferreira a um histórico 3º lugar na última edição. Outras duas peças-chave do tricampeonato deixaram o time, ambos negociados para o Monaco: James Rodríguez e João Moutinho. Para repor a ausência de James, o Porto trouxe o também colombiano Juan Quintero, que brilhou no último Mundial sub-20 e promete ser mais um dos vários sul-americanos que o Porto projeta para as grandes ligas europeias. Já para o lugar de Moutinho, o escolhido foi o mexicano Héctor Herrera, ex-Pachuca. Também para o meio-campo, veio Josué, ex-pupilo de Paulo Fonseca no Paços de Ferreira.

A zaga e o ataque também foram reforçados. Para o sistema defensivo, mais um mexicano foi contratado: Diego Reyes, do América-MEX. Enquanto que para a linha de frente, chegam o argelino Ghilas, de boa passagem pelo Moreirense, e o brasileiro Carlos Eduardo, que estava no Estoril.

A temporada para o Dragão começou mais cedo que para a maioria dos clubes, e com o pé direito: venceu o Vitória de Guimarães por 3×0, pela Supertaça de Portugal. Agora, o foco é segurar jogadores cobiçados por gigantes europeus, como Jackson Martínez e Fernando.

Pré-Temporada: em oito jogos, o time venceu sete partidas, incluindo triunfos sobre Napoli e Marselha, porém, a derrota para o Galatasaray foi bastante sentida. Ao todo foram 35 gols marcados e apenas 4 sofridos.

BENFICA

Cidade: Lisboa
Estádio: Estádio da Luz
Em 2012/2013: Vice-campeão
O cara: Nemanja Matic (foto) 
O treinador: Jorge Jesus (59 anos) – foto
A promessa: Lazar Markovic – 19 anos (meia)
Principal reforço: Lazar Markovic (meia, Partizan-SER)
Principal perda: Oscar Cardozo (processo de litígio)
Objetivo na temporada: Título
Time base (4-2-3-1 ou 4-4-2): Artur; Maxi Pereira, Luisão, Garay e Cortez; Matic, Enzo Pérez, Markovic (Rodrigo), Gaitán e Salvio; Lima.

Foto: A Bola

Foto: A Bola

Apesar de ter conseguido segurar quase todos os seus principais jogadores, como Salvio, Matic e Garay (ainda sob risco de perdê-los até o fim da janela de transferências), e de ter apostado em atletas promissores como os sérvios Markovic e Djuricic, o Benfica chega à temporada 2013/2014 bastante pressionado e cercado de desconfiança por parte da torcida e imprensa. Esse fato se deve ao final de temporada catastrófico do time em 2012/2013, perdendo três títulos em um espaço de duas semanas, sendo dois deles (o Português e a Liga Europa) de forma traumática, com gols nos acréscimos do jogo. Além disso, o desentendimento do treinador com o paraguaio Cardozo após a final da Taça de Portugal resultou na  saída forçada do artilheiro benfiquista, causando um clima de instabilidade interna.

E foi nesse contexto que, contrariando boa parte da torcida, o presidente Luís Felipe Vieira deu uma nova (e última) chance para Jesus se redimir dos fracassos passados. Outra forte aposta da diretoria encarnada e do treinador é no futebol sérvio: nada menos que 4 contratações para o elenco vieram de lá. Além dos já citados Markovic e Djuricic (meia-atacante ex-Heerenveen), chegaram Sulejmani (meia ex-Ajax) e Mitrovic (zagueiro ex-Kortrijk). Como já é tradição, o clube também aposta em dois jovens argentinos – Lisandro López, zagueiro do Arsenal-ARG, e Funes Mori, centroavante do River Plate. Mas o setor mais reforçado foi a lateral-esquerda – problema crônico da equipe – com a vinda de Cortez, ex-São Paulo e Botafogo, e o ambidestro Sílvio, que estava no Atlético de Madrid. Porém, as atuações irregulares de Cortez mostram que o problema está longe de ser resolvido.

Pré-Temporada: o time oscilou bastante e o sinal de alerta ficou ligado. Depois de iniciar a série de amistosos com cinco vitórias e três empates, o time emplacou três derrotas seguidas, incluindo tropeços para o São Paulo e para o Sporting, no clássico de Lisboa. Nos jogos, o time de Lisboa marcou 22 gols e sofreu 16.

SPORTING

Cidade: Lisboa
Estádio: José Alvalade
O cara: Diego Capel
O treinador: Leonardo Jardim (39 anos)
A promessa: William Carvalho – 21 anos (zagueiro)
Principal Reforço: Slimani (Belouzizdad-ARG) – foto
Principal Perda: Bruma (processo de litígio)
Objetivo na Temporada: Liga dos Campeões
Time-base: Rui Patrício; Cédric, Maurício, Rojo, Jefferson; William Carvalho, Rinaudo, André Martins (Labyad), Adrien Silva; Capel, Fredy Montero (Slimani).

Foto: Record

Foto: Record

Com uma péssima campanha na temporada passada, o presente não é animador para o Sporting. O clube perdeu seus principais destaques e os reforços são de qualidade duvidosa, apostando em jogadores do mercado sulamericano, e outros do futebol local.

Do Brasil vieram o meia Gérson Magrão (Figueirense), o zagueiro Maurício (Sport) e o lateral Weldinho (Palmeiras). Os três não deixaram saudades em seus respectivos clubes. Para a lateral esquerda veio Jefferson, ex-Palmeiras e Fluminense, e que foi um dos destaques do Estoril em 2012/2013. Com passe preso ao Seattle-EUA, o atacante Fredy Montero chega após se destacar no futebol colombiano. Assim, a estrela continua sendo o espanhol Diego Capel, que foi especulado em vários clubes durante a janela.

O clube ainda anunciou no final da última semana, o argelino Islam Slimani, do Belouzizdad, que foi apontado como principal reforço do modesto time montado pelo treinador Leonardo Jardim. Porém, os especialistas acreditam que as perdas significativas de Wolfswinkel (Norwich), e Schaars e Arías (PSV), não foram repostas à altura. E o clube ainda corre risco de perder o goleiro Rui Patrício, bastante assediado pelo Monaco. Isso sem contar toda briga envolvendo a revelação Bruma, que já entrou na justiça para deixar o clube, e chegou até ser sequestrado por torcedores que não gostaram de sua ação.

Na pré-temporada: com nove partidas, o time teve até um bom desempenho, com cinco vitórias, dois empates e apenas duas derrotas. O destaque ficou por conta do triunfo diante do Benfica, mas as derrotas para Braga e West Ham foram bastante comentadas. Ao todo, foram marcados 20 gols e 13 foram sofridos.

PAÇOS DE FERREIRA

Cidade: Paços de Ferreira
Estádio: Mata Real
Em 2012/2013: 3º colocado
O cara: Rui Miguel
O treinador: Costinha (38 anos) – foto
A promessa: Sérgio Oliveira – 21 anos (volante)
Principal reforço: Helder Lopes (lateral-esquerdo, Beira Mar)
Principal perda: Josué (Porto)
Objetivo na temporada: Liga Europa
Time base (4-4-2): Degra; Manuel José, Filipe Anunciação, Grégory e Hélder Lopes; André Leão, Sérgio Oliveira, Rúben e Rui Miguel; Jaime Poulson e Caetano.

Foto: reprodução

Foto: reprodução

Após ter vivido a temporada dos sonhos, alcançando o 3º lugar na Liga Sagres e uma inédita vaga na Champions League, o torcedor pacence terá um time completamente reformulado e, verdade seja dita, enfraquecido para a temporada atual. A começar pela perda do treinador Paulo Fonseca (melhor técnico do último campeonato) para o Porto e a reposição deste por Costinha, ex-volante da seleção portuguesa e rebaixado como treinador pelo Beira-Mar em 2012/2013.

O elenco também sofreu profundas alterações. Praticamente todos os destaques da histórica campanha do 3º lugar foram negociados, como Cássio, Diogo Figueiras, Josué, Luiz Carlos e outros. As contratações, devido ao baixo poderio econômico do clube, foram bastante modestas, a maioria delas vinda de clubes menores do futebol português. Dentre elas, pode-se destacar Sérgio Oliveira, volante vindo do Porto B, Hélder Lopes, lateral-esquerdo ex-Beira Mar, e Rodrigo Antônio, meia revelado pelo Vasco e que estava no Marítimo.

Será uma temporada de recomeço e, provavelmente, de volta à velha realidade pelo Paços de Ferreira. Mas ainda assim pode ser que cause algum incômodo aos grandes, caso mantenha uma estrutura tática semelhante ao ano passado.

Pré-Temporada: ainda buscando entrosamento, o time teve campanha apenas regular, com quatro vitórias, dois empates e três derrotas, marcando 25 gols e sofrendo 11.

BRAGA

Cidade: Braga
Estádio: Axa
O cara: Alan (foto)
O treinador: Jesualdo Ferreira (67 anos)
Principal Reforço: Eduardo (goleiro, Genoa-ITA)
Principal Perda: Márcio Mossoró (meia, Al Ahli-QAT)
Objetivo na Temporada: Liga Europa
Time-base: Eduardo; Miljkovic, Nuno Coelho, Paulo Vinicius, Echiéjilé; Custódio, Ruben Micael, Alan; Agra, Felipe Pardo, Edinho

Foto: reprodução

Foto: reprodução

Após boas temporadas, conquistando vagas em competições europeias, o Braga manteve sua rotina e terminou na quarta colocação, indo para a Liga Europa. Mas mesmo assim, promoveu uma reformulação. A equipe também tem novo treinador, já que Jesualdo Ferreira substituiu José Peseiro. Nas saídas, negociou os meias Márcio Mossoró e Hugo Viana, além de outros jogadores que integravam o elenco desde o início do crescimento do time: Salino, Carlão e Douglão.

Para tentar beliscar uma vaga em competições internacionais, o time contará com alguns reforços importantes, como o experiente goleiro Eduardo, que volta após passagens por Itália e Turquia. O centro-avante Luís Carlos, destaque do Paços de Ferreira na última temporada também foi contratado. O time também assegurou a compra do meia Rúben Micael, junto ao Atlético de Madrid.

As demais contratações não são muito conhecidas, mas podem surpreender, como o médio-volante Luís Silva, que fez boa Segunda Divisão pelo Leixões na temporada passada. Do futebol sulamericano veio Felipe Pardo, que atuava no Independiente Medellín. Uma contratação que vem sendo titular na pré-temporada, é o lateral Miljkovic, comprado junto ao Partizan.

Na pré-temporada: com nove jogos disputados e nenhuma derrota, a equipe acumulou resultados expressivos, como as vitórias diante de West Ham e Sporting, além de um empate contra o Newcastle. Foram cinco vitórias e quatro empates, com 10 gols marcados e apenas 4 sofridos.

ESTORIL

Cidade: Estoril
Estádio: Antônio Coimbra da Mota
O cara: Luís Leal (foto)
O treinador: Marco Silva (36 anos)
Objetivo na Temporada: Liga Europa

 

Foto: rtp.pt

Foto: rtp.pt

Surpresa da última temporada, quando conquistou uma vaga para as fases eliminatórias da Liga Europa, o Estoril não conseguiu manter sua base e negociou seus principais jogadores com os grandes de Portugal. Para se ter ideia, o setor ofensivo perdeu suas principais peças para o Porto: o meia Carlos Eduardo e Licá. O zagueiro Steven Vitória rumou para o Benfica, e o lateral Jefferson para o Sporting, assim, a equipe dificilmente conseguirá repetir a boa campanha da última temporada.

Para tentar repor as perdas, o time da praia contratou diversos jogadores brasileiros, como o atacante Sebá (Cruzeiro), os meio-campistas Gladestony (categorias de base do São Paulo), João Pedro (Santos) e Luiz Gustavo (Desportivo Brasil), além do atacante Bruno Lopes que estava no futebol japonês. Além disso, o zagueiro Yohan Tavares, teve seu passe comprado junto ao Standard Liége. A lista de reforços ainda tem o lateral-esquerdo Babanco, boa figura do Olhanense na útima temporada.

O clube ainda conseguiu fazer um caixa com o zagueiro Bruno Nascimento, que estava emprestado e foi negociado em definitivo com o Colonia-ALE.

Pré-temporada: como a disputa das fases eliminatórias da Liga Europa começou cedo, apenas cinco amistosos foram disputados, e com uma campanha razoável: duas vitórias, dois empates e uma derrota, marcando 12 gols e sofrendo 6.

RIO AVE

Cidade: Vila do Conde
Estádio: Estádio dos Arcos
Em 2012/2013: 6º colocado
O cara: Hassan (foto)
O treinador: Nuno Espírito Santo (39 anos)
Objetivo na temporada: Liga Europa

Foto: Record

Foto: Record

O Rio Ave vem de uma boa campanha na última temporada, uma das melhores da história do clube. O 7º lugar conquistado em 2012/2013 é um dos fatores que animam o torcedor a acreditar em um desempenho ainda melhor no ano que está por vir. O outro são as boas contratações feitas para reforçar o elenco e repor as perdas, como o zagueiro Roderick, ex-Benfica, e o lateral-direito Lionn, que estava no Cluj, atletas que devem render bem em Vila do Conde. O jovem técnico Nuno Espírito Santo foi mantido após os bons resultados da temporada passada.

Pré-temporada: poucos jogos, campanha regular, mas um resultado expressivo, já que uma das duas vitórias na preparação foi diante do Newcastle. O clube também acumulou outras duas derrotas e dois empates, marcando 5 gols e sofrendo 4.

NACIONAL

Cidade: Funchal
Estádio: Choupana
Em 2012/2013: 8º colocado
O cara: Mateus (foto)
O treinador: Manuel Machado (57 anos)
Objetivo na temporada: meio da tabela

Foto: Zerozero

Foto: Zerozero

Acostumado a figurar sempre na metade de cima da tabela, o Nacional espera mais uma vez terminar o campeonato bem colocado, mas sem grandes ambições. O técnico Manuel Machado foi mantido e o elenco não sofreu profundas alterações. Talvez a principal aposta seja o centroavante Lucas João, de 19 anos, que chega do Mirandela. As peças-chave do grupo permaneceram, como os brasileiros Claudemir e Diego Barcellos e o angolano Mateus, dando esperanças de uma temporada mais frutífera ao clube da Ilha da Madeira.

Pré-temporada: 4 vitórias, 1 empate e 2 derrotas. Foram 13 gols marcados e 9 gols sofridos.

VITÓRIA DE GUIMARÃES

Cidade: Guimarães
Estádio: Afonso Henriques
O cara: Leonel Olímpio (foto)
O treinador: Rui Vitória (43 anos)
Objetivo na temporada: Meio da tabela

Foto: reprodução

Foto: reprodução

Depois do surpreende título da Taça de Portugal, a equipe de Guimarães conquistou uma vaga para a Liga Europa, mas não deve fazer um bom papel. O time perdeu jogadores importantes como Soudani (Dinamo Zagreb), El Adoua (Levante) e Baldé (Celtic), e as reposições foram modestas.

Mantido, o técnico Rui Vitória indicou e o clube contratou a jovem revelação Cafú, junto ao Benfica e apontado como principal atleta da base lusitana. As outras apostas do time também foram para o ataque. O argentino Vuletich, ex-San Marcos-CHI e Vélez, e o brasileiro Fernando Russi, do Treze-PB.

Na pré-temporada: o time fez apenas 6 amistosos, vencendo 3, empatando 1 e sendo derrotado em outros 2. Foram 6 gols marcados e 5 sofridos.

MARÍTIMO

Cidade: Funchal
Estádio: Estádio dos Barreiros
Em 2012/2013: 10º colocado
O cara: Sami (foto)
O treinador: Pedro Martins (43 anos)
Objetivo na temporada: meio da tabela

Foto: Record

Foto: Record

O Marítimo chega à nova temporada como uma incógnita. Apesar de ter mantido o técnico Pedro Martins, perdeu atletas importantes, como Salin, Roberges, Rúben Ferreira e Suk. As contratações não foram das mais ousadas e vêm apenas como apostas, a exemplo de Danilo Pereira (meia ex-Roda) Fábio Santos (zagueiro que estava no Leixões) e o goleiro suíço Johnny Leoni, do Neftchi PFK, de Azerbaijão. O mais provável é que, mais uma vez, a equipe faça uma campanha estável, sem correr muitos perigos.

Pré-temporada: foram 5 vitórias e 3 derrotas. O time marcou 19 gols e sofreu 11. O resultado mais expressivo foi o a vitória diante do Celta de Vigo.

ACADÊMICA

Cidade: Coimbra
Estádio: Municipal de Coimbra
Em 2012/2013: 11º colocado
O cara: Manoel
O treinador: Sérgio Conceição (38 anos) – foto
Objetivo na temporada: meio da tabela

Foto: rtp.pt

Foto: rtp.pt

A Acadêmica teve perdas expressivas no seu elenco: Salim Cissé, Abou Keita e Flávio Ferreira, dentre outros que eram titulares dos Estudantes, deixaram o clube. Como principais reforços, vieram Manoel, atacante ex-Braga, Rafael Oliveira, atacante que pertencia ao Paysandu, e Diogo Valente, meia ex-Cluj. O trabalho do técnico Sérgio Conceição (aquele mesmo que atuou na Itália e pela seleção portuguesa), contratado na temporada passada, terá prosseguimento nesta.

Pré-temporada: incríveis 8 vitórias e apenas 1 derrota. Foram 18 gols marcados e 5 sofridos.

VITÓRIA DE SETÚBAL

Cidade: Setúbal
Estádio: Estádio do Bonfim
Em 2012/2013: 12º colocado
O cara: Ramon Cardozo (foto)
O treinador: José Mota (49 anos)
Objetivo na temporada: luta para não cair

Foto: A Bola

Foto: A Bola

Para não se limitar a brigar contra o rebaixamento, como fez na última temporada, o time que tem como sócio José Mourinho aposta principalmente em sulamericanos. Mesmo vindo de equipes modestas do continente, jogadores como os atacantes Ramon Cardozo (paraguaio, vindo do Nacional-PAR), Rafael Martins, ex-Chapecoense, e Bruno Sabino, do Lajeadense-RS. É com esse trio de ataque que o técnico José Mota, já na sua terceira temporada pelos Sadinos, pretende a alçar voos maiores em 2013/2014.

Pré-temporada: foram 4 vitórias, 2 empates e 1 derrota, com 10 gols pró e outros 6 contra.

GIL VICENTE

Cidade: Barcelos
Estádio: Municipal de Barcelos
Em 2012/2013: 13º colocado
O cara: César Peixoto (foto)
O treinador: João de Deus (36 anos)
Objetivo na temporada: luta para não cair

Foto: Zerozero

Foto: Zerozero

O modesto clube de Barcelos deve passar por mais uma temporada lutando pela permanência na primeira divisão. Tendo isso em vista, fez algumas boas contratações, que podem elevar um pouco o nível da equipe e proporcionar um ano mais tranquilo, como o meia Abou Keita, ex-Acadêmica, Leandro Pimenta, meia ex-Benfica B, e o centroavante Simy, que se destacou pelo Portimonense na temporada passada. O técnico também vem da II Liga: Joao de Deus, que treinava o Oliveirense.

Pré-temporada: foram 11 partidas disputadas, sendo 7 vitórias, 2 empates e 2 derrotas. Incríveis 22 gols marcados e 11 sofridos.

OLHANENSE

Cidade: Olhão
Estádio: José Arcanjo
Em 2012/2013: 14º colocado
O cara: Pelé
O treinador: Abel Xavier (38 anos) – foto
Objetivo na temporada: luta para não cair

Foto: reprodução

Foto: reprodução

Ao contrário do que muitos esperavam, 4 anos depois de subir à 1ª divisão, o Olhanense permanece na elite do futebol português, apesar de todo o sufoco que passou em 2012/2013 para não voltar à segundona. Disposto a não sofrer o mesmo drama, fez uma grande reformulação no elenco: contratou nada menos que 18 jogadores. O de maior destaque é o meia Pelé, que já atuou por Belenenses, teve uma discretíssima passagem pelo Milan e estava no futebol ucraniano. Mas a grande atração do time está no banco de reservas, com o extravagante Abel Xavier assumindo o comando da equipe.

Pré-temporada: a equipe realizou 8 jogos, saindo vitoriosa em 4. Porém, as 3 derrotas – entre elas uma goleada para o Reading -, e um empate, ligaram o alerta. Foram 15 gols marcados e outros 8 sofridos.

AROUCA

Cidade: Arouca
Estádio: Municipal de Arouca
O cara: Romário (foto)
O treinador: Pedro Emanuel (38 anos)
Objetivo na temporada: luta para não cair

Foto: Record

Foto: Record

Pela primeira vez na elite lusitana, o Arouca fez uma completa reformulação em relação ao time que foi vice-campeão da Segunda Divisão. Entre contratações e negociações, o elenco sofreu 27 alterações. Houve mudança também no comando técnico, já que Pedro Emanuel, ex-Acadêmica, substituiu Vítor Oliveira.

O novo time do Arouca é formado basicamente por promessas de times grandes, o goleiro Stefanovic (Porto), os meias Nuno Coelho e David Simão, cedidos pelo time B do Benfica, e o defensor Iván Balliu, oriundo do Barcelona B. As principais contratações foram o zagueiro Henrique (Blackburn) e o atacante brasileiro Romário, revelado no Americano, de Campos e que estava no Vasco.

Pré-temporada: foram 9 partidas realizadas e apenas 1 derrota. O time ainda teve 5 vitórias e 3 empates, marcando 19 gols e sofrendo apenas 5.

BELENENSES

Cidade: Lisboa
Estádio: Restelo
Treinador: Mitchell van der Gaag  (41 anos) – foto
O cara: Danielsson
Objetivo na temporada: luta para não cair

Foto: reprodução

Foto: reprodução

De volta à elite, o Belenenses preferiu manter a base campeã da Segunda Divisão e contratou pouco. Até mesmo o técnico holandês Mitchell van der Gaag renovou seu vínculo. O principal reforço do time foi o veterano meia sueco Danielsson, que estava atuando no AIK, da Suécia, e que nunca atuou em terra lusitanas. A principal perda foi a de Eridson, para o Paços de Ferreira.

Pré-temporada: a campanha da equipe mostra que a temporada será dura. Foi apenas 1 vitória, com 4 empates e 4 derrotas. Somente 4 gols marcados e 8 sofridos.

Comentários

Estudante de Jornalismo e redator no Placar UOL Esporte, belo-horizontino, apaixonado por esportes e Doente por Futebol. Chega ao ponto de assistir a jogos dos campeonatos mais diversos e até de partidas bem antigas, de décadas atrás.