Luis Suárez é reintegrado ao Liverpool

  • por Claudemir Padilha Jr
  • 6 Anos atrás
Foto: The Telegraph – Luiz Suárez de volta aos treinos com seus colegas de time.

Luiz Suárez de volta aos treinos com seus colegas de time. (Foto: The Telegraph)

Foi uma semana de afastamento, mas o uruguaio finalmente está de volta às atividades do time principal.

Brendan Rodgers, ao afastar Suárez na quinta-feira passada, disse que o atacante só retornaria caso fosse feito um pedido de desculpas pela atitude. E foi o que aconteceu hoje, segundo o jornal britânico The Guardian, o mesmo que publicou as polêmicas declarações do jogador na semana passada.

Coincidência ou não, na última quarta-feira, o jornalista uruguaio Martin Chaquero publicou em seu twitter que Suárez confidenciou que havia mudado de ideia devido ao apoio que recebeu de fãs, e que não só permaneceria no clube, como também estenderia o contrato com o Liverpool.

Esse é a primeira vez que uma das partes cede, sinal de que Suárez provavelmente não será negociado. Porém, o jornalista Jeremy Wilson, do jornal Daily Telegraph, acredita que o Arsenal fará uma última tentativa para adquirir o jogador com uma oferta de 49 milhões de libras. Questionado sobre o assunto, o técnico Arsène Wenger preferiu manter em segredo se ainda haveria o interesse do clube londrino.

Pelo discurso do presidente do Liverpool, John W Henry, 9 milhões a mais é muito pouco para fazê-lo mudar de ideia. Ele afirmou que não negociará Suárez por nenhum valor e com nenhum clube, por conta do pouco tempo que o time teria para buscar no mercado uma reposição, e que a ideia de vendê-lo para o Arsenal, um rival nacional, é ridícula.

Entenda o caso:

O Arsenal está interessado em contar com o Luis Suárez em seu elenco para a próxima temporada – ele seria a estrela que o time tanto precisa. Já foram feitas duas propostas pelo jogador, sendo a segunda de 40 milhões de libras, ambas recusadas pelo clube Liverpool. Na ocasião, Brandon Rodgers declarou que “se o Arsenal quer o jogador, eles terão que pagar o valor justo por ele”, e o presidente do clube ironizou em seu twitter perguntando “O que vocês acham que eles estão fumando lá em Emirates?”.

As recusas deixaram Suárez insatisfeito e ele veio a público através de jornais britânicos pedir para que o Liverpool o negociasse alegando uma promessa feita pelo clube de que se os Reds não se classificassem para a Champions League, eles o negociariam.

Foto: EPA

Luiz Suárez em momento de tristeza. (Foto: EPA)

“Eu dei absolutamente tudo de mim na última temporada. Agora, tudo o que eu quero é que o Liverpool honre o acordo. Ano passado eu tive a oportunidade de ir para um grande europeu e fiquei sob o combinado de que se nós falhássemos na meta de nos classificarmos para a Champions League, eu teria permissão de sair. Eu tenho 26 anos e preciso estar jogando essa competição. Agora há essa possibilidade e eu quero muito aproveitá-la”, disse ele.

Essas declarações não foram bem recebidas e, desde o ocorrido, Luis Suárez treinou separado do resto do elenco. A torcida ficou extremamente desapontada com essa atitude vinda de um de seus maiores ídolos recentes. Nas redes sociais, é fácil encontrar torcedores pedindo para que o Liverpool se livre dele, alegando que ele mostrou sua verdadeira face. Por mais que ele permaneça, a relação dele com a torcida não será mais a mesma.

Segundo o treinador Brandon Rodgers, essa promessa nunca existiu: “Não houve promessa feita e não houve promessa quebrada. O clube e os representantes do jogador tiveram várias conversas e ele sabia exatamente onde estava. Houve um total desrespeito com o clube – clube este que lhe deu tudo”.

Arsenal e Suárez estavam dispostos a usar uma cláusula do contrato do jogador que supostamente forçaria o Liverpool a negociá-lo se a proposta alcançasse o valor de 40 milhões de libras, mas essa possibilidade foi descartada pelo chefe da PFA (Professional Footballers Association), Gordon Taylor.

“Ele (Suárez) acha que o valor de 40 milhões de libras é a quantia necessária pra lhe dar o direito de ir. O Liverpool, por outro lado, acredita que esse valor é o mínimo necessário para que os clubes comecem uma negociação. Há várias possibilidades de interpretar essa situação. Se isso for levado para a Premier League, levará tempo para se resolver e a janela de transferência se fechará”, disse Gordon.

Curiosamente, não é a primeira vez que Suárez se encontra nesse tipo de imbróglio contratual. Quando o FC Groningen rejeitou uma proposta do Ajax, o atacante levou o caso para a justiça e acabou perdendo. No fim, o atacante acabou sendo vendido mesmo assim tempos depois, quando a proposta foi aumentada.

Gerrard chegou a pedir para que Suárez reconsiderasse e permanecesse, mas isso não mexeu com a vontade do atleta na época: “Gerrard tem muita história no Liverpool e suas palavras são muito importantes, mas todos devem entender que eu preciso jogar a Champions League para continuar a crescer como jogador de futebol”.

Outro ídolo dos Reds não teve a mesma consideração e paciência que Gerrard teve. John Barnes, que também atuou pela Seleção da Inglaterra, criticou não só a atitude de Suárez, mas também o jeito como o futebol moderno tem alimentado casos como esse: “Esse é o futuro do futebol moderno que nós criamos. A mídia e especialmente os torcedores tem dado autorização para que eles sintam que a) eles são melhores que seus companheiros de time; e b) que eles são melhores que seus clubes”.

Comentários

Do interior de SP e com 21 anos nas costas, é apaixonado por futebol desde os 8.