O jogo que nunca existiu: Milan 8 x 1 São Paulo

Milan sp

O ano era 1951 e o locutor Geraldo José de Almeida, da rádio Panamericana, narrou, diretamente de Milão, uma verdadeira surra: Milan 8 x 1 São Paulo, em uma excursão que o time brasileiro fez à Europa.

Geraldo José de Almeida (Foto: Site da Jovem Pan)

Geraldo José de Almeida (Foto: Site da Jovem Pan)

O jogo, porém, NUNCA EXISTIU, tendo sido apenas uma brincadeira de 1º de Abril da rádio.

Naquele ano, o São Paulo realmente excursionou pela Europa, fazendo alguns amistosos em um combinado de seus jogadores com atletas do Bangu.

Dois dias antes o combinado enfrentou o Genoa (1×1) e quatro dias depois perdeu para um combinado de Bruxelas, por 2×1. O jogo com o Milan teria sido disputado entre essas duas partidas.

Combinado São Paulo-Bangu (Foto: Site Museu dos Esportes)

Combinado São Paulo-Bangu (Foto: Site Museu dos Esportes)

Segundo o livro “A Bola no Ar – O rádio esportivo em São Paulo”, de Edileuza Soares, o jogo foi gravado antes da excursão, na garagem de Paulo Machado de Carvalho Filho, então dono da rádio. O radialista Hélio Ansaldo fazia a sonoplastia, os gritos da torcida e até o som da bola, e até uma “queda de linha” foi organizada, algo comum nas transmissões internacionais na época.

A emissora avisou um dia antes que a haveria tal partida, inclusive postando anúncios nos jornais do dia primeiro de abril.

Chamada do jogo (Foto: Livro A Bola no Ar)

Chamada do jogo (Foto: Livro A Bola no Ar)


Em toda a cidade de São Paulo, porém, houve repercussões entre torcedores do São Paulo e de seus adversários, durante e depois da partida, a ponto do narrador Aurélio Campos pedir que a CBD ou até mesmo os deputados tomassem providências contra o time, que estaria “manchando” a imagem do futebol brasileiro.

O citado livro fala em um placar de 4×0, enquanto outras fontes falam em 8×1, inclusive pessoas que juram ter ouvido pela rádio. De qualquer forma, a goleada foi apenas uma brincadeira.

Sobre a excursão, a equipe jogava com a camisa do Bangu no primeiro tempo e do São Paulo na segunda etapa. Leônidas da Silva, o eterno Diamante Negro, era técnico do São Paulo, mas atuou em algumas partidas. 

Os jogos disputados foram os seguintes, de acordo com pesquisas realizadas no acervo da Folha da Manhã da época:

sp


Outras curiosidades sobre a excursão e o fato:

– O São Paulo partiu para a Europa antes do Bangu, levando 4 jogadores cariocas. A primeira partida realmente do “combinado” foi a de 7 de abril, já que o Bangu só viajou em 03 de abril.

– Zizinho, do Bangú, teria sido obrigado, por contrato, a atuar em todas as partidas. Contra a Lazio, porém, uma febre de 40 graus o tirou até do banco de reservas.

– Geraldo José de Almeida é pai de Luiz Alfredo, que narrou a final do Mundial de 1992, entre São Paulo e Barcelona.

Comentários

Sergio Rocha é torcedor do Madureira e sempre teve o sonho de escrever sobre esportes em geral, embora tenha optado pela carreira de engenheiro civil. No "currículo", cadernos recheados de resultados esportivos e agendas da década de 90, quando antes da internet acessava rádios de diversos locais do país buscando os resultados esportivos do Acre à Costa Rica. Além de fanático por futebol, é fanático por praticamente todos os esportes, e no tempo livre que sobra sempre busca os últimos resultados esportivos do PGA Tour ou dos futures da ATP. Além disso, coleciona quadrinhos da Disney e é louco por astronomia.