Eliminatórias Sul-americanas chegam ao momento de decisão

  • por Gustavo Ribeiro
  • 8 Anos atrás
Foto: studiofutbol - Colômbia e Equador é o grande jogo dessa rodada

Foto: studiofutbol – Colômbia e Equador é o grande jogo dessa rodada

Nesta semana acontece a 15ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2014. Ao final desta rodada poderemos ter seleções já classificadas e também definitivamente sem chances de disputar o Mundial. Confira os jogos:

Colômbia x Equador

Sexta-feira, 06/09/2013 –
Local: Metropolitano de Barranquilla

Confronto entre seleções que vêm surpreendendo a todos, não só por suas colocações na tabela mas também pelo futebol ofensivo. São 21 gols da Colômbia contra 17 do Equador. A Colômbia ocupa a segunda posição, com 23 pontos, enquanto o Equador vem logo atrás, com 21. As duas seleções precisam apenas manter o que foi feito até aqui para garantirem uma vaga para a Copa.

A seleção colombiana é favorita não só pelo bom futebol que vem apresentado como pela experiência de seus jogadores. Dos 26 convocados, 16 atuam no futebol europeu. Jogando bem e muito perto da classificação, só uma pipocada pode impedir a volta dos colombianos à Copa – o último Mundial em que a seleção esteve presente foi o de 1998.

Para o confronto, José Pékerman, técnico da Colômbia, tem uma grande dúvida: Falcao García, que sofreu uma entorse no tornozelo na vitória do Monaco por 2×1 contra o Olympique de Marselha, pode não jogar. Caso ele de fato fique de fora, a vaga deve ficar com Jackson Martínez ou Luis Fernando Muriel

No Equador, vale prestar atenção em como os jogadores vão se comportar no primeiro jogo oficial sem o atacante Christian ‘Chucho’ Benítez , que, no dia 22 de julho, morreu por insuficiência cardíaca. Chucho era considerado um dos maiores ídolos do país.

Paraguai x Bolívia

Sexta-feira, 06/09/2013 –
Local: Defensores del Chaco

O duelo entre as duas últimas seleções das eliminatórias não deve chamar muita atenção. A seleção paraguaia está praticamente eliminada e estreia Víctor Genes como técnico, após o pedido de demissão de Gerardo Pelusso após a última derrota da albirroja. Os bolivianos, que também estão praticamente eliminados, tentam um milagre nas últimas rodadas.

O Paraguai é o último colocado, com oito pontos. São dois empates, duas vitórias e oito derrotas, aproveitamento de 22%. Além de ser a seleção que mais perdeu, tem o pior ataque, com apenas oito gols marcados. A Bolívia é a penúltima colocada, com 10 pontos. São duas vitórias, quatro empates e sete derrotas, aproveitamento de 25%.

Difícil acreditar que o Paraguai, que quase eliminou a Espanha na Copa do Mundo de 2010, esteja passando por um momento como esse. A última vez em que a Albirroja ficou de fora de uma Copa foi em 1994, no Mundial disputado nos Estados Unidos.

Chile x Venezuela

Sexta-feira, 06/09/2013 –
Local: Estádio Nacional

Mais um jogo entre duas equipes que estão fazendo boas campanhas e com chances de se classificar. O Chile pode garantir a classificação já nessa rodada, contando com algumas combinações de resultado. Enquanto isso a Venezuela mira a quinta colocação, que garante a classificação para a repescagem.

De saco de pancadas a possível classificada para a Copa do Mundo, a Venezuela, atual sexta colocada com 16 pontos, tenta disputar o Mundial pela primeira vez. Não é de hoje que a seleção Vinotinto mostra evolução: foi a quarta colocada na Copa América de 2011.

A seleção chilena, que começou mal a competição, voltou a conquistar resultados positivos e a apresentar um bom futebol depois que Jorge Sampaoli assumiu o time. Foram sete vitórias, um empate e uma derrota, com 22 gols marcados e 6 sofridos. Arrancada que deve garantir a passagem para o Brasil.

Peru x Uruguai

Sexta Feira, 06/09/2013
Local: Nacional do Peru

Quinta colocada nas Eliminatórias, a seleção do Uruguai entra renovada nesta reta final de competição após a boa participação na Copa das Confederações, aumentando a confiança na busca por uma vaga na Copa do Mundo. A injeção de ânimo pode ser importante na busca pela vaga. Nas eliminatórias, os Charrúas estão na quinta colocação, com 16 pontos. Nesse momento, os uruguaios iriam disputar a repescagem.

O desequilíbrio do time dentro de campo vem sendo um ponto fraco: a defesa tem cometido falhas bisonhas e o ataque não vem sendo tão decisivo comona Copa 2010 ou na Copa América. Até aqui, foram 18 gols feitos e 21 sofridos. Tentando achar o equilíbrio, mas jogando ofensivamente, Oscar Tábarez arma o time num 4-3-3, com Cavani, Forlán e Luis Suárez formando o trio de ataque.

Do outro lado, temos a seleção peruana, que quer fazer valer o mando de campo para continuar sonhando com uma vaga no Brasil em 2014. Jogando em casa, o time andino conquistou suas quatro vitórias na competição: foram 13 pontos dos 18 possíveis. O fator casa pode ser decisivo na classificação peruana para o Mundial, que não acontece desde 1982.

Dentro de campo, os grande destaques do time são os atacante Jefferson Farfán, que atua no Schalke 04, e Paolo Guerreiro, do Corinthians.

Comentários

Projeto de jornalista, mineiro, 20 anos. Viu que não tinha muito futuro dentro das quatro linhas e resolveu trabalhar dando seus pitacos acompanhando tudo relacionado ao futebol, principalmente quando a pelota rola nas canchas dos nossos vizinhos sul-americanos. Admirador do "Toco y me voy" argentino, também escreve no Sudaca FC e tem Riquelme e Alex como maiores ídolos.