Por que faz isso, Romarinho?

  • por Bráulio Silva
  • 6 Anos atrás

Atacante corintiano tem fama de fazer gols em equipes que acabam rebaixadas.

Romarinho chegou ao Corinthians em meados de 2012. Logo em sua estreia como titular, no derby diante do Palmeiras, seu cartão de visitas: dois gols, um deles de letra! Jogando com os reservas, o Corinthians venceu o Palmeiras graças ao atacante recém-chegado ao Parque São Jorge.

Contra o Palmeiras, atacante fez os dois gols da vitória corinthiana

Contra o Palmeiras, atacante fez os dois gols da vitória corinthiana


Três dias depois, o Corinthians enfrentaria o Boca Juniors pela final da Libertadores no mítico estádio da Bombonera. Era a primeira vez que Romarinho viajava para o exterior. Com o time perdendo, Tite colocou-o em campo nos minutos finais da partida. Praticamente no primeiro toque na bola, recebeu de Emerson e tocou de cobertura na saída do goleiro.

Em uma semana de Corinthians, ele já havia entrado para a história do clube. Apesar de alternar momentos de titularidade e reserva, ele sempre é utilizado por Tite.

No Brasileirão do ano passado, Romarinho marcou outros quatro gols, totalizando seis. Deles, cinco foram contra equipes que amargaram o rebaixamento (três contra o Palmeiras e dois contra o Sport).

No Paulistão desse ano, balançou as redes em três oportunidades. Contra o Palmeiras (são 4 gols em 3 jogos), contra o Mirassol (que também acabou rebaixado) e contra a Ponte Preta nas quartas de final.

No último domingo, o atacante anotou seu 13º gol pelo time alvinegro, o primeiro nesse brasileirão. Será um sinal de mal agouro para os flamenguistas?

Comentários

Paulistano, casado e com 33 anos. Apaixonado por futebol e pelo São Paulo FC. De memória privilegiada, adora relatar e debater fatos futebolísticos de outrora. Ex-estudante de jornalismo, hoje gerencia uma drogaria no município de Barueri, além de escrever para a Doentes por Futebol.