Eliminatórias Sul-americanas chega na reta final

  • por Gustavo Ribeiro
  • 7 Anos atrás
Foto: mundod - Uruguai e Equador  fazem o grande confronto dessa sexta-feira

Foto: mundod – Uruguai e Equador fazem o grande confronto dessa sexta-feira

Nesta sexta-feira (11), começa a 11ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2014, na qual podem sair mais algumas definições de seleções classificadas e eliminadas. Confira os jogos: 

COLÔMBIA X CHILE 

Sexta-Feira, 11/10/2013
Local: Barranquilla, Colômbia

O grande jogo dessa dessa penúltima rodada. As duas seleções, ambas comandadas por técnicos argentinos, vêm mostrando um bom futebol. Na Colômbia, José Pékerman tenta levar a seleção cafeteira de volta à Copa do Mundo, que não disputa desde 1998. Terceira colocada nas eliminatórias, a seleção colombiana precisa de apenas uma vitória para garantir a classificação direta. Para isso, precisa manter o bom rendimento em casa, onde perdeu apenas uma vez em cinco jogos. Com esse intuito, Pérkeman deve escalar um time bastante ofensivo: Ospina; Cuadrado, Amaranto, Yepes, Medina; Abel, Sánchez, Guarín; James Rodríguez; Falcão García, Teo Gutiérrez.

A situação do Chile não é difícil, mas também não está definida. Para garantir a classificação entre os cinco primeiros colocados, a equipe precisa de apenas um empate nos dois jogos restantes. Mesmo jogando fora de casa, Jorge Sampaoli não deverá mudar o estilo do time, mantendo a formação com três atacantes (3-4-3): Claudio Bravo; Gary Medel, Marcos González, Gonzalo Jara; Mauricio Isla, Marcelo Díaz, Arturo Vidal, Eugenio Mena; Jorge Valdivia; Alexis Sánchez, Eduardo Vargas. Vale ressaltar que Valdivia deve atuar como “falso 9”, atuando mais adiantado sem a bola e voltando para se transformar em algo próximo de um “enganche” na transição ofensiva.

PARAGUAI X VENEZUELA

Local: Pueblo Nuevo, Paraguai
Data: 11/10/2013

O Paraguai, já eliminado, tenta fechar com um mínimo de dignidade a vexatória campanha nas Eliminatórias. O técnico Víctor Genes, que vai para o seu segundo jogo oficial no comando da seleção, tem a missão de começar a renovação com jogadores jovens, visando uma melhor campanha na seletiva para a Copa do Mundo de 2018. 

Pelo lado venezuelano, a busca por um milagre mantém acesa a busca por uma das vagas para o Brasil. A equipe Vino Tinto precisa vencer o Paraguai e torcer para Uruguai ou Equador perderem seus jogos restantes, além de fazer o maior número de gols possíveis, já que seu saldo atual é de -6, enquanto os dos seus adversários são de 0 para os uruguaios e 4 para os equatorianos, respectivamente. Se a classificação não vier, vai ser um grande baque para o povo venezuelano, que apostava todas suas fichas nessa geração, a melhor da história do país.

EQUADOR X URUGUAI 

Local: Quito, Equador
Data: 11/10/2013

As duas seleções precisam apenas de um empate para garantir uma vaga entre os cinco primeiros na tabela, mas ambas querem a classificação direta. O jogo vai ser no Estádio Olímpico Atahualpa, onde La Tri não perde há quatro anos. Curiosamente, a última derrota foi justamente para o Uruguai. 

Reinaldo Rueda deve manter o Equador no 4-4-2, esquema no qual o time se encaixou muito bem. A provável escalação é: Domínguez; Paredes, Guagua, Erazo, Walter Ayovi; Valencia, Castillo, Noboa, Montero; Jaime Ayoví, Caicedo

Para o confronto, Oscar Tabárez deve escalar o Uruguai no 3-5-2 com: Muslera: Giménez, Diego Lugano, Diego Godín; Maxi Pereira, Arévalos Ríos, Walter Gargano, Cristian Rodríguez, Fucile; Cavani, Luis Suárez. Sem a bola, os laterais Fucile e Maxi Pereira devem recuar para a linha de três zagueiros, com isso, o time passaria para o 5-3-2. 

ARGENTINA X PERU

Local: Buenos Aires, Argentina
Data: 11/10/2013

O Monumental de Núñez receberá o confronto da já classificada Argentina contra o já eliminado Peru. Pelo lado da celeste y blanco, esse jogo vai servir para testar como o time funciona sem Higuaín e Messi, dupla que marcou 19 dos 30 gols da seleção até aqui nas Eliminatórias, ou seja, 63%. Outro desfalque é o lesionado Fernando Gago, outro titular absoluto no time do técnico Sabella. Com essas ausências, Sabella resolveu dar oportunidade ao jovem atacante Icardi, que vem se destacando na na Inter de Milão e podia optar por defender a seleção italiana.

A equipe deve manter o 4-3-3 com o seguinte time: Romero; Zabaleta, Fernández, Garay, Rojo;. Biglia, Banega, Di María; Lavezzi, Aguero, Palacio. 

Os números de Lavezzi e Palacio com a camisa da seleção não são muito animadores. O primeiro disputou 16 jogos e marcou 1 gol, enquanto o segundo marcou 2 tentos em 26 partidas. Esses números comprovam ainda mais a importância de testar como time funciona sem Messi e Higuaín, caso seja necessário em uma situação mais complicada.

A última rodada das eliminatórias ocorrerá na próxima terça-feira (15). Os jogos serão: 

Paraguai X Colômbia; 
Chile X Equador;
Uruguai X Argentina;
Peru X Bolívia.

Comentários

Projeto de jornalista, mineiro, 20 anos. Viu que não tinha muito futuro dentro das quatro linhas e resolveu trabalhar dando seus pitacos acompanhando tudo relacionado ao futebol, principalmente quando a pelota rola nas canchas dos nossos vizinhos sul-americanos. Admirador do "Toco y me voy" argentino, também escreve no Sudaca FC e tem Riquelme e Alex como maiores ídolos.