O setembro negro do Corinthians

No dia primeiro de setembro, o Corinthians comemorou 103 anos em estado de graça: goleada sobre o Flamengo por 4×0 no Pacaembu, 2 títulos no ano, luta pelo título brasileiro e da Copa do Brasil e o peso de ser uma equipe que, mais do que campeã mundial, tinha um padrão de jogo compatível com essa condição.

Veio então o jogo com o Internacional em Novo Hamburgo, e, a partir dele, números de time (bem) rebaixado em qualquer campeonato do mundo.

Excetuando o jogo contra o Flamengo, esses são os números do Corinthians a partir de 2 de setembro:

8 Jogos
0 Vitórias, 3 empates e 5 derrotas, com 12,5% de aproveitamento.
1 gol marcado e 10 gols sofridos

No Campeonato Brasileiro, foram dois empates em 0x0 e 5 derrotas, com um aproveitamento ainda pior (9,5%). Curiosamente, os únicos empates foram contra o líder Cruzeiro e o lanterna Naútico.

Mais curioso ainda é o fato do Cruzeiro ter vencido 9 de suas últimas 10 partidas na competição, perdendo pontos apenas para a equipe paulista, no dia 22.

Mesmo considerando a vitória contra o Flamengo, o Corinthians ainda é a pior equipe no mês, com 5 pontos em 8 jogos (20,8%), ao lado do Vasco. O time carioca, porém, marcou 8 gols e sofreu 13.

Até Gil foi expulso na última partida (Foto: Daniel Augusto Jr/ Agência Corinthians)

Até Gil foi expulso na última partida (Foto: Daniel Augusto Jr/ Agência Corinthians)

Ainda em setembro, pelo Campeonato Brasileiro, o Naútico, lanterna da competição, teve um aproveitamento de 22,2% (6 pontos em 9 jogos), enquanto o Criciuma fez 29,6 % dos pontos (8 pontos em 9 jogos).

O Coritiba, que também vem em queda livre, conquistou 29,2% (7 pontos em 8 jogos), enquanto a Ponte Preta, mesmo na zona de rebaixamento, possui um aproveitamento melhor ainda: 33,3% dos pontos (7 pontos em 7 jogos).

Pato marcou o único gol do time nos últimos 30 dias. Mas só na súmula. O gol, na verdade, foi contra, marcado pelo zagueiro do Goiás. Já são 373 minutos sem gol, sem considerar os acréscimos. E 727 minutos desde o gol de Guerrero, que sacramentou a vitória contra o Flamengo. Mais do que isso, nesse interim o time enfrentou os dois últimos colocados do campeonato, Ponte Preta e Naútico, e não fez gol contra nenhum deles.

A título de comparação, os 3 ex-jogadores do Corinthians que hoje atuam no líder Cruzeiro marcaram 8 gols no mês, em 8 partidas. Em todos os jogos, a não ser contra o Flamengo e no empate sem gols com a equipe paulista, Nilton (3), Everton Ribeiro (1) ou Willian (4) marcaram gols. No Tottenham, Paulinho também marcou mais que o Corinthians nos últimos 30 dias.

Com tantos dados ruins, a torcida só quer saber de uma coisa: Ande vai parar esse Corinthians de recordes tão negativos?

Comentários

Sergio Rocha é torcedor do Madureira e sempre teve o sonho de escrever sobre esportes em geral, embora tenha optado pela carreira de engenheiro civil. No "currículo", cadernos recheados de resultados esportivos e agendas da década de 90, quando antes da internet acessava rádios de diversos locais do país buscando os resultados esportivos do Acre à Costa Rica. Além de fanático por futebol, é fanático por praticamente todos os esportes, e no tempo livre que sobra sempre busca os últimos resultados esportivos do PGA Tour ou dos futures da ATP. Além disso, coleciona quadrinhos da Disney e é louco por astronomia.