A última chance de garantir vaga para Copa do Mundo

  • por Gustavo Ribeiro
  • 5 Anos atrás
Foto: rpp - Uruguai tentará evitar uma zabra histórica

Foto: rpp – Uruguai tentará evitar uma zabra histórica

Nesta quarta-feira, 13, o Uruguai irá enfrentar a Jordânia pela repescagem para a Copa do Mundo de 2014, que será disputada no Brasil. Quinto colocado nas eliminatórias sul-americanas, o Uruguai será um dos cabeças de chave do Mundial se passar pela Jordânia, que terminou em quinto nas Eliminatórias asiáticas. Com a possibilidade de disputar sua primeira Copa do Mundo, os jordanianos esgotaram rapidamente os 25 mil ingressos colocados à venda. Com isso, as autoridades decidiram espalhar 142 telões por Amã para que a população acompanhe a partida.


O Uruguai vai para a quarta repescagem consecutiva. Enfrentou a Austrália nas repescagens para os Mundiais de 2002 e 2006, sendo que nessa última não se classificou, e para o Mundial de 2010, classificou-se ao vencer a Costa Rica.

Para o jogo, Tabárez não poderá contar com o goleiro Fernando Muslera, que está lesionado. Para o seu lugar, Martín Silva, goleiro titular do Olimpia, vice-campeão da Libertadores, está confirmando como titular. Com isso, o time titular vai ser: Martín Silva; Maximiliano Pereira, Diego Godín, Diego Lugano, Martín Cáceres; Arévalo Ríos, Nicolás Lodeiro, Cristian Rodríguez, Cristhian Stuani; Luis Suárez, Edinson Cavani. 

O esquema deverá ser o 4-4-2, com Stuani e Arévalo Ríos abertos no meio-campo, com os volantes Lodeiro e Rodríguez com liberdade para apoiar, enquanto os laterais irão se preocupar em primeiro defender. Cavani e Suárez vão se revezar na referência do ataque, já que os dois não têm características de ficarem todo o jogo enfiados entre a zaga adversária. 

Bicampeão mundial, atual campeão da Copa América, quarto colocado na Copa do Mundo de 2010, semifinalista da Copa das Confederações e dono de uma das melhores duplas de ataque do futebol mundial, só uma hecatombe para deixar o Uruguai de fora de sua décima segunda participação em Copas do Mundo.

Comentários

Projeto de jornalista, mineiro, 20 anos. Viu que não tinha muito futuro dentro das quatro linhas e resolveu trabalhar dando seus pitacos acompanhando tudo relacionado ao futebol, principalmente quando a pelota rola nas canchas dos nossos vizinhos sul-americanos. Admirador do "Toco y me voy" argentino, também escreve no Sudaca FC e tem Riquelme e Alex como maiores ídolos.