Milan – Opções para sair da crise

  • por Tiago Lima Domingos
  • 7 Anos atrás

milan fp

Treze pontos em doze jogos. Na quarta temporada do técnico Massimiliano Allegri à frente do Milan, esse é o pior início de campeonato do rossonero (campanha igual encontraremos em 1981-82, onde o clube foi rebaixado a Série B, superando negativamente o péssimo início da temporada passada, onde o clube fez um ponto a mais que na atual. Na temporada 2012/2013, uma inesperada arrancada fez o clube terminar o campeonato na terceira colocação e conseguir classificação para a Champions League, porém, no cenário atual, as coisas serão mais complicadas: uma nova Roma lidera o Calcio, que conta com um Napoli renovado, a mesma Juventus favorita ao tri, e a força de uma Inter renovada nas mãos de Walter Mazzarri, além da nova Fiorentina de Montella e Beppe Rossi. A concorrência é mais pesada e a distância na tabela é preocupante. Hoje o Milan encontra-se na décima posição, a onze pontos da zona de classificação para a Europa League, a quatorze da Champions League e incríveis dezenove pontos da líder Roma, tudo isso em apenas doze rodadas disputadas.

tabela

Foto: Reprodução – Na tabela, o Milan em 10º. Muito distante das vagas europeias e da líder Roma.

O pior início da Era Max Allegri, contestado desde sempre, quase teve fim na última semana, mas Berlusconi resolveu dar um “voto de confiança”, muito pela falta de um substituto no mercado. Os nomes mais falados são de inexperientes na função: Seedorf e Inzaghi, ex-jogadores do clube, e Devis Mangia, treinador da Seleção Sub-21 Italiana. Diante do cenário, tentaremos elencar os motivos da crise e mostrar soluções que possam fazer o Milan ressurgir no campeonato e brigar por posições que condizem com sua história.

Volta ao esquema que rendeu frutos

milan

Foto: Reprodução – Sugestão de formação. Um 4-3-3 ofensivo e que fez o Milan subir na última temporada.

Na temporada passada, o Milan arrancou quando Allegri saiu do 4-3-1-2 que não rendia para um 4-3-3 mais ofensivo e que teve em El Shaarawy seu grande nome, antes da chegada de Balotelli no fim de janeiro. No esquema, os extremos do ataque tinham um papel importante na recomposição da marcação e jogavam às costas dos laterais. Foi aí que o Milan arrancou de forma impressionante e conseguiu um 3º lugar que antes era improvável. Allegri usou o 4-3-1-2 no incício dessa temporada, mas não deu certo. Apostou num 4-4-1-1, com Kaká atrás do atacante, que não engrenou. Voltar ao 4-3-3 que lhe rendeu frutos é o mais certo nesse momento, ou um 4-2-3-1 que privilegie Kaká, que teve boas aparições quando esteve em campo.

A volta de El Shaarawy

el shaa

Ausência sentida nesse início de temporada, El Shaarawy estar perto de voltar após lesão.

Se o 4-3-3 foi tão bem, um nome em especial explodiu nesse esquema: El Shaarawy. O Faraó foi artilheiro do Milan no último campeonato, muito pelo esquema que o privilegiou. Ausente por quase todo início de temporada, tem sido uma perda importante nesse péssimo início da equipe milanesa no campeonato. Porém, as notícias são boas e o atacante deve voltar na próxima rodada do torneio.

Kaká

kaka

Experiente, Kaká pode ajudar o Milan a sair da crise.

Ele não é o salvador da pátria, mas nos poucos momentos em que esteve em campo, deu mostras de que pode ser muito útil a este Milan. Maduro, experiente, pode ser o elo ideal entre alguns jovens, como a dupla El Shaarawy – Balotelli. A partida diante do Barcelona em Milão foi um bom referencial do que Kaká ainda tem pra mostrar ao clube.

Calendário e Enfermaria

Nada melhor que sair da crise, enfrentando adversários mais simples. É o que o Milan terá nas três próximas rodadas quando terá pela frente Genoa, Catania e Livorno, os dois últimos abaixo do clube na tabela. Outro fator é a volta de jogadores machucados: principalmente os reforços de El Shaarawy e De Sciglio.

Por fim, Balotelli

balotelli

Foto: Reprodução – Balotelli precisa aparecer mais dentro de campo com gols, do que com suspensões por insultar árbitros.

Decisivo desde que chegou em janeiro de 2013, o polêmico atacante ainda não rendeu tudo que pode. Muito disso passa também pela inoperância criativa da equipe que muitas vezes não acompanha seu talento. Porém, Balotelli já desfalcou o Milan quatro vezes nesse campeonato por suspensão. Falta ao atacante aparecer mais dentro de campo com gols e boas atuações do que com cartões estúpidos e atitudes infantis.

Quase vinte pontos atrás do líder, mais de dez pontos da zona de classificação as competições europeias, além de uma defesa frágil, suscetível a inúmeros gols de bola parada. Conseguirá, Massimiliano Allegri uma arrancada como em 2012-13? Só o tempo dirá. Os motivos foram apresentados, mas diante de início tão ruim, nem mesmo uma arrancada inesperada pode ser suficiente para bater seus fortes concorrentes na atual temporada.

Comentários

Carioca e rubro-negro. Do Rio de Janeiro a Milão. Doente por futebol, é claro. E apaixonado pelo Calcio.