Senegal x Costa do Marfim: “Elefantes” em boa situação!

  • por Rogério Bibiano
  • 4 Anos atrás

No sábado (16), às 17h (horário de Brasília), pelas Eliminatórias Africanas para a Copa do Mundo do Brasil, jogam Senegal e Costa do Marfim. É o jogo de volta do duelo que dará uma vaga para o Brasil.

No jogo de ida em Abidjan, a Costa do Marfim venceu por 3×1 (veja os gols abaixo), podendo perder por até 1×0 ou qualquer outra diferença de dois gols desde que faça dois gols ou mais. Para o Senegal, somente uma vitória por dois ou mais gols de diferença interessa. Em caso de vitória senegalesa por 3×1, a decisão vai para a prorrogação e, persistindo o resultado, para os pênaltis.
[youtube id=”0cjIRnrujGw” width=”620″ height=”360″]
O jogo acontece em Casablanca, Marrocos, no Stade Mohamed V, porque o Senegal cumpre pena imposta pela Confederação Africana de Futebol em razão dos tumultos causados por torcedores em Dacar nas Eliminatórias para a Copa Africana das Nações em novembro de 2012.

SENEGAL

Senegal entra em campo precisando reverter dois gols de vantagem ante uma das principais (senão a principal) forças futebolísticas do continente. Esta é a missão dos Leões de Teranga para tentarem se classificar para a segunda Copa do Mundo da sua história.

Para o jogo decisivo, o treinador francês Alain Giresse apresenta três novidades em relação ao grupo convocado em outubro: o ex-atacante do Manchester United, Mame Birame Diouf (atualmente no Hannover 96), o meio-campista do Levante (ESP), Pape Diop, e o zagueiro do Le Havre (FRA), Zarco Toure. As três novidades são para os lugares de Ibrahima Baldé, Modou Sougou e Lamine Gassama, lesionados.

Papiss Cissé é na atualidade o principal atacante senegalês e esperança para reverter a vantagem marfinense - foto: Reuters

Papiss Cissé é na atualidade o principal atacante senegalês e esperança para reverter a vantagem marfinense – foto: Reuters

A polêmica gira em torno de mais uma não-convocação do atacante do Chelsea (ENG), Demba Ba, bem como do experiente zagueiro do Olympique de Marseille, Souleymane Diawara. A pressão da imprensa e dos torcedores senegaleses neste sentido é grande, ainda que o discurso do treinador e dos principais atletas convocados seja de otimismo em relação ao jogo decisivo.

Os senegaleses convocados: 

Goleiros: Bouna Coundoul (Ethnikos Achna/CYP), Cheikh Tidiane Ndiaye (Rennes/FRA), Issa Ndoye (Créteil/FRA)

Defensores: Zarco Touré (Le Havre/FRA), Issa Cissokho (Nantes/FRA), Lamine Sane (Bordeaux/FRA), Cheikhou Kouyate (Anderlecht/BEL), Kara Mbodji (Racing Genk/BEL), Papy Djilobodji (Nantes/FRA), Cheikh Mbengue (Rennes/FRA), Pape Ndiaye Souare (Lille/FRA)

Meio-campistas: Mohamed Diame (West Ham/ENG), Idrissa Gana Gueye (Lille/FRA), Salif Sane (Hannover 96/GER), Alfred Ndiaye (Eskisehispor/TUR), Stephane Badji (Brann/NOR), Pape Kouly Diop (Levante/SPA)

Atacantes: Sadio Mane (Red Bull Salzburg/AUT), Moussa Sow (Fenerbahce/TUR), Dame Ndoye (Lokomotiv Moscow/RUS), Papiss Demba Cisse (Newcastle/ENG), Mame Birame Diouf (Hannover 96/GER), Henry Saivet (Bordeaux/FRA)

COSTA DO MARFIM

Seriedade. Esse é o discurso do grupo marfinense que tentará confirmar classificação para a sua terceira Copa do Mundo seguida. A Costa do Marfim segue para o duelo ante o Senegal como grande favorita e levando uma boa vantagem para mais um jogo decisivo.

O técnico francês Sabri Lamouchi convocou 25 jogadores para o duelo que vale vaga para o Brasil. Abdul Razak, do Anzhi Makhachkala (RUS), e Ismael Diomande, do Saint-Etienne (FRA), são as novidades no lugar dos suspensos Cheick Tiote e Geoffroy Serey Die.

Kalou e Drogba formam, juntamente com Gervinho o ataque marfinense. "Elefantes" estão próximos da terceira Copa do Mundo

Kalou e Drogba formam, juntamente com Gervinho o ataque marfinense. “Elefantes” estão próximos da terceira Copa do Mundo – foto: AFP

Gervinho, um dos destaques da seleção e em grande fase na temporada pela Roma (ITA) é dúvida, pois recupera-se de lesão no tornozelo, tendo sido poupado das atividades mais fortes ao longo da semana. 

Os marfinenses convocados:

Goleiros Boubacar Barry (Lokeren/BEL), Abdoul Karim Cisse (Africa Sports Abidjan/CIV), Sylvain Gbohouo (Sewe San Pedro/CIV)

Defenders: Kolo Toure (Liverpool/ENG), Souleymane Bamba (Trabzonspor/TUR), Arthur Boka (Stuttgart/GER), Benjamin Brou Angoua (Valenciennes/FRA), Jean-Daniel Akpa Akpro (Toulouse/FRA), Serge Aurier (Toulouse/FRA), Ousmane Viera Diarrassouba (Caykur Rizespor/TUR), Didier Zokora (Trabzonspor/TUR)

Meiocampistas: Abdul Razack (Anzhi Makhachkala/RUS), Ismael Diomande (Saint-Etienne/FRA), Max Gradel (Saint-Etienne/FRA), Yaya Toure (Manchester City/ENG), Jean-Jacques Gosso Gosso (Glenclerbirligi/TUR), Romaric N’Dri Koffi (Bastia/FRA)

Atacantes: Didier Drogba (Galatasaray/TUR), Gervinho (Roma/ITA), Salomon Kalou (Lille/FRA), Wilfried Bony (Swansea/ENG), Giovanni Sio (Basel/SWI), Lacina Traore (Anzhi Makhachkala/RUS), Mathis Bolly (Duesseldorf/GER), Seydou Doumbia (CSKA Moscow/RUS)

Comentários

Natural de Telêmaco Borba-PR e criado em meio à "boemia futebolística", com horas de papo sobre futebol, samba e cervejas na pauta. Influência do pai, que também adorava futebol, e da mãe, que sempre apoiou a iniciativa. Técnico em Eletrônica, formado desde 1999, e fanático por futebol, futsal, futebol de praia, society e todo esporte que tenha no futebol a sua essência.