General Díaz segue fazendo história

  • por Gustavo Ribeiro
  • 7 Anos atrás
Foto: Última Hora - o atacante Bareiro ficou emocionado com a classificação

Foto: Última Hora – o atacante Bareiro ficou emocionado com a classificação

Nesta terça-feira, 03/12, o General Díaz empatou em 2×2 com o Sportivo Luqueño pela 21ª rodada do Campeonato Paraguaio. Este resultado classificou Los Águilas para a Copa Sul-americana de 2014, feito histórico, já que é a primeira vez que que o clube disputa a Primeira Divisão do país.

Com a vitória, o time chegou aos 30 pontos no Clausura, alcançando a sexta posição. Na tabela anual, somando a pontuação do Apertura e do Clausura, o time chegou aos 58 pontos e à sexta posição, o que lhe garante participar da Sul-Americana da próxima temporada. Na última rodada, a equipe vai enfrentar o já rebaixado Sportivo Carapeguá, último colocado na tabela do Clausura e do Promedio.

Mesmo sem um grande orçamento, a diretoria conseguiu montar um bom time com jogadores que estavam sem espaço em outros clubes, que se destacaram em clubes pequenos, além de outros revelados na base, como é o caso dos atacantes Julio Trinidad e Sergio Gómez.

O técnico Humberto García é um dos que mais merecem serem destacados nessa conquista histórica. No comando do time desde 2011, mostrou muita experiência na liderança do elenco, mesmo sendo sua primeira temporada trabalhando na Primeira Divisão. Sem grandes estrelas, conseguiu montar uma defesa sólida e um ataque eficiente.

Antonio Bareiro, destaque do time na competição com 8 gols, não deve continuar para a próxima temporada. Aos 24 anos, o atacante pode defender o atual campeão Cerro Porteño em 2014. Outro que deve sair é o meia Cristian Sosa, que deve transferir-se para o Atlante do México.

HISTÓRIA

Fundado em 22 de setembro de 1917, o nome do clube faz homenagem ao general José Eduvigis Díaz, que combateu na Guerra da Tríplice Aliança. Durante muito tempo o clube disputou a Liga Luqueña e o primeiro grande momento de sua história aconteceu entre os anos 1966 e 1968, quando ganhou a Liga por três temporadas consecutivas. Só nos anos 70, o clube passou a participar dos torneios da Liga Paraguaia de Futebol, começando na terceira divisão.

Em 2004, foi vice-campeão da terceira divisão, mas naquela temporada apenas o campeão conseguia o acesso. Dois anos depois, foi de novo vice-campeão da terceira divisão, que dessa vez já dava uma direito a uma vaga na Intermedia, como é chamada a Segunda Divisão.

Em 2007, foi vice-campeão da Segunda Divisão, mas para subir para a Primeira, teria que disputar a Promoción contra o 12 de Octubre de Itauguá. Na primeira partida, venceu por 2×1, mas, na segunda, perdeu por 4×2. Com o resultado global de 5×3 contra, não conseguiu a classificação. Nos anos seguintes, conseguiu se manter sempre com campanhas regulares, até que, em 2012, realizou uma ótima campanha sob o comando do técnico Humberto García, com 18 vitórias, seis empates e cinco derrotas, garantindo o título e o acesso para Primeira.

Comentários

Projeto de jornalista, mineiro, 20 anos. Viu que não tinha muito futuro dentro das quatro linhas e resolveu trabalhar dando seus pitacos acompanhando tudo relacionado ao futebol, principalmente quando a pelota rola nas canchas dos nossos vizinhos sul-americanos. Admirador do "Toco y me voy" argentino, também escreve no Sudaca FC e tem Riquelme e Alex como maiores ídolos.