Uma briga, duas histórias.

  • por Fernando Carreteiro
  • 7 Anos atrás

Seguimos a trajetória de dois personagens que saíram desacordados da Arena Joinville na briga generalizada, ocorrida no jogo Atlético-PR x Vasco.

UMA-BRIGA-DUAS-HISTORIAS

Para entender melhor toda ação deles, é interessante separar a briga em dois momentos. O início dela, quando integrantes de T.O. do Vasco se aproximam da área reservada para a torcida do Atlético-PR, onde podemos identificar com clareza os personagens desta matéria; e uma segunda parte, quando os integrantes de T.O. do Atlético-PR vão em direção à área destinada para a torcida do clube carioca. Ao final dessa segunda etapa é que os corpos desacordados dos personagens são encontrados.

PERSONAGEM 1

O primeiro é um jovem de pele branca que saiu das arquibancadas inconsciente, parcialmente nu, sendo apenas coberto pelo que sobrou de alguma vestimenta vermelha.

No início da confusão, ele está de bermuda vermelha, camisa da T.O. e uma espécie de colete vermelho por cima. Além disso, segura o tempo todo algo preto nas mãos, o que facilitará sua identificação no futuro.

Em destaque, nosso primeiro personagem no início da confusão | Imagem: Estadão.com.br

Em destaque, nosso primeiro personagem no início da confusão | Imagem: Estadão.com.br

Na segunda etapa da confusão, o jovem aparece mais na parte superior da arquibancada, sendo um dos mais “ousados” e invadindo o setor destinado aos vascaínos. Destacamos no vídeo o momento que pode ter mudado a vida dele. Foi um décimo de segundo de distração que não o fez perceber o recuo dos seus colegas mais próximos, ao mesmo tempo que a área inferior do setor já estava dominada pelos vascaínos. Ao tentar escapar, leva um bote de um integrante de T.O. vascaíno, se desequilibra e, numa tentativa desesperadora de se desvencilhar, acaba correndo desgovernado para a parte inferior da arquibancada. Ao encontro de um formigueiro de vascaínos.

PERSONAGEM 2

O segundo personagem é um mulato de cabeça raspada. Ele aparece no fim da confusão isolado, de cabeça para baixo nos degraus da arquibancada, desacordado.

Na primeira etapa da briga, podemos identificá-lo com facilidade, usando óculos escuros, camisa sem manga da T.O., listrada verticalmente, e uma bermuda vermelha, também da Organizada.

Em destaque, nosso segundo personagem no início da confusão | Imagem: Estadão.com.br

Em destaque, nosso segundo personagem no início da confusão | Imagem: Estadão.com.br

Durante toda essa etapa inicial, ele permanece em segundo plano do pelotão de frente. Porém, quando se inicia a invasão dos atleticanos ao setor vascaínos, ele surge como uma espécie de líder do bando, caminhando sempre na frente de todos e sendo o primeiro a entrar no setor azul mais distante, onde se encontravam os vascaínos.

O momento mais curioso ocorre justamente quando ele alcança esse último setor. Desesperado, um pai com uma criança pequena nos seus braços clama pela segurança da criança e aparentemente pede para ir para o outro lado da arquibancada ou para fora do estádio. O atleticano então surpreende e no meio de toda tensão tenta tranquilizar este pai de família. Troca algumas palavras e indica que ele pode seguir adiante para sua melhor segurança. Talvez tenha sido a cena mais paradoxal de toda a confusão.

Nem deu tempo do homem protegendo a criança de distanciar e uma nova correria se iniciou. O atleticano teve que recuar. Menos de um minuto depois, essa tranquilidade aparente que ele demonstrou seria crucial para o provável pior momento de sua vida. Perceba no vídeo o momento em que o homem é atacado. Tranquilo e de costas para seus oponentes, ele observa uma confusão mais abaixo na arquibancada, quando um integrante da T.O. vascaína, negro, alto e de casaco amarrado na cintura o ataca por trás. O choque o faz cair de cara na arquibancada e por lá fica estatelado, de cabeça para baixo e desacordado. Uma cena que infelizmente não sairá da memória de muitas pessoas, tanto no Brasil como no resto do mundo.

Uma curiosidade sobre os personagens da matéria. Eles iniciam a confusão lado a lado, como vocês podem ver na imagem abaixo, e depois só chegarão perto um do outro no hospital.

dois-juntos

Começando a confusão lado a lado, uma suposta amizade entre os dois não é descartada | Imagem: Estadão.com.br

Comentários