Manifesto Antipatriota

  • por Lulu
  • 7 Anos atrás
Lionel Messi – TJ!  – os de bem estão contigo também! | Foto: Reprodução

Lionel Messi – TJ! – os de bem estão contigo também! | Foto: Reprodução

Nem sei por onde começar, o assunto é deveras delicado, fatalmente genético ou patológico, sei lá. Nossa, quando moleque sentia-me diferente e esquisito. O típico estranho no ninho, reprimido e confuso. Até convicto, entretanto amedrontado por esta impactante opção, temendo rejeição de familiares e amigos. Época tensa. Tempo de postura duvidosa.

Mas agora não mais. Superei. Quando encurralado por evidências claras, resolvi me assumir de vez. E, ufa, que alívio! Bendita puberdade, tão determinante na vida da gente, sabe. Como é bom procurar se libertar, já dizia Freddie Mercury no clássico do Queen. Sim, como é maravilhoso amar odiar o… Brasil!

Só esportivamente, destaco. Afinal, gosto de feijão, cafajestice, Novos Baianos e bunda insinuante de mulata estonteante. Porém, desde a mocidade, sou antagonista voraz de ufanistas. Culpa de algumas verdades inconvenientes que descobri fuçando as proezas históricas da badalada Canarinha – leia-se Seleção dos 5 asteriscos. Responsabilidade também da medalha de ouro dos meninos de José Roberto Guimarães em Barcelona 92 (eis o pontapé de tamanha repulsa à pátria).

Faça igual à Katy Perry: venha para o lado formoso da força! | Foto: perfil.com

Faça igual à Katy Perry: venha para o lado formoso da força! | Foto: perfil.com

Distúrbio? Exibicionismo? Safadeza? O nome é “filantropa missão vocacional”! Ora, quando D10S me desenhou, Ele estava namorando num ménage à trois com Vênus e Afrodite ao som de Por Una Cabeza de Carlos Gardel. Grato sinal, amém. O drama do Tango assemelha-se à (minha) luta pelo senso de justiça, pela desmistificação do suposto país do futebol, o que inclui o destronamento do falso Rei.

Sei, sei, parece loucura, mero suspiro utópico, causa perdida. Então o que resta? Como controlar surtos crônicos tão não-patrióticos? Simples, torcendo com tudo. Com força! Com fúria! Seja no Mundial ou mesmo em competições e amistosos de pequena valia. O show tem que continuar. O meu show, em particular. Show de quem nasceu para ser contra pretensões tupiniquins e a favor do futebol bastardo. Universal!

Ame, coma e beba: ARGENTINA!

[youtube id=”Kujw-Y3XlmI” ” width=”620″ height=”360″]

Comentários

Homem garoto de convicções grisalhas formado em Ciência da Menstruação, Agronomia Espacial, Lirismo Marginal e Terapia Libidinosa. Com repertório vocacional fincado em irreverência, improviso, cinismo lúdico e boleiragem plena.