Biurrun, um brasileiro no Athletic Bilbao

  • por Henrique Souza
  • 5 Anos atrás

Certamente já ouvimos dizer que “tem brasileiro em todo lugar”. No futebol não poderia ser diferente. Nosso jogadores atuam em diversas ligas estrangeiras e já desbravaram diversos mercados. Dos principais campeonatos, poucos times não têm ou tiveram um brasileiro em seu elenco nos últimos anos.

No campeonato espanhol, palco onde brilharam craques como Romário, Ronaldo, Ronaldinho, Rivaldo e Bebeto, os brasileiros são 21 na atual temporada, estando presente em metade dos 20 clubes da primeira divisão. De estrelas como Neymar, Daniel Alves e Marcelo a coadjuvantes como Paulão, Felipe Mattioni e Charles, o Brasil é o terceiro país com mais representantes na competição, atrás apenas da Argentina e naturalmente, da Espanha.

Entre os times onde os brasileiros não atuam, dois merecem ser citados pela sua política de contratações. Athletic Bilbao e Real Sociedad, equipes do país basco, território que compreende províncias da Espanha e da França, têm preferência por jogadores com raízes nessa região. O Bilbao, mais rígido, só permite atletas nascidos ou com ascendência basca que tenham crescido no país Basco, enquanto a Real Sociedad, embora durante muito tempo também tenha seguido o exemplo do rival, passou a permitir estrangeiros desde 1989 (espanhóis, por outro lado, apenas os de origem basca são aceitos).

Dos dois times, o Athletic Bilbao dificilmente passa por muitas mudanças no elenco de uma temporada para outra. Com quase 100% de jogadores espanhóis (a exceção é o zagueiro francês Laporte), o clube basco sofre para se manter competitivo no globalizado futebol atual.

Poucos estrangeiros defenderam o Bilbao na história. O chileno Higinio Ortúzar , o filipino Ignacio Larrauri, o mexicano Javier Iturriaga, os franceses Laporte (atualmente no clube) e Lizarazu, o venezuelano Amorebieta, hoje no Fulham, e o brasileiro Biurrun. Não, você não leu errado. Isso mesmo, um brasileiro já defendeu o clube mais fechado da Espanha. Vicente Biurrun, hoje aposentado, foi um dos raros estrangeiros a jogar pelo Athletic Bilbao.

Vicente Biurrun, filho de imigrantes bascos, nasceu no dia 1º de setembro de 1959, na cidade de São Paulo. Foi morar cedo na Espanha e jogou toda sua carreira no país. Devido às suas raízes bascas, Biurrun atuou tanto por Athletic Bilbao quanto por Real Sociedad. Além dos dois times, também jogou por Osasuna e Espanyol.

Foto: Reprodução - Biurrun atuando pelo Athletic Bilbao.

Foto: Reprodução – Biurrun atuando pelo Athletic Bilbao.

Biurrun começou a carreira na Real Sociedad. Jogando de goleiro, teve que brigar por posição com Luís Arconada, lenda do clube e goleiro menos vazado no Campeonato Espanhol por 3 temporadas consecutivas, o que acabou levando o brasileiro a não disputar nenhuma partida pela equipe. Transferido para o Osasuna, foi titular do time em 2 das 3 temporadas que ficou por lá, chegando até mesmo a ser cogitado para disputar a Copa de 1986 pela Espanha.

Do Osasuna, Biurrun chegou ao Athletic Bilbao, onde foi titular nas 4 temporadas que jogou pela equipe, disputando mais de 100 jogos pelo clube. Além disso, Biurrun também atuou pela seleção Basca, não reconhecida pela FIFA. Depois, se transferiu para o Espanyol, saindo do clube depois de 3 temporadas, após o rebaixamento para a segunda divisão. Seu último clube foi a Real Sociedad, onde começou a carreira. Embora tenha ficado mais dois anos na equipe, novamente não conseguiu se firmar e disputou apenas 6 partidas até se aposentar em 1995.

Comentários

Doente por futebol desde que se conhece por gente. Formado em Educação Física e estudante de jornalismo. Apaixonado por jogos e times clássicos. Considera Zidane, Ronaldo, Romário e Messi os maiores que viu jogar.