Confronto direto é comigo, ora pois!

  • por Raniery Medeiros
  • 7 Anos atrás

(Matéria atualizada em 27/04/2014)

josé

Irônico, sarcástico e provocador. Essas são algumas das características que fazem parte da personalidade do técnico José Mourinho. Mas, acima de tudo, o português prima pela competência quando o assunto é Premier League. Atento aos pequenos detalhes, Mourinho tem em mente, desde a sua primeira passagem pelos Blues, que, para ser campeão, é preciso vencer e afastar os principais concorrentes ao título. Tal teoria faz sentido quando olhamos para os números do bicampeonato conquistado em 2004/2005 e 2005/2006.

OBS: dos doze duelos que serão citados, José sofreu apenas um revés.

.

Temporada 2004/2005

Foto: Reprodução

Foto: Site oficial do clube

Chelsea 1×0 Manchester United
Chelsea 1×0 Everton
Arsenal 2×2 Chelsea
Everton 0x1 Chelsea
Chelsea 0x0 Arsenal
Manchester United 1×3 Chelsea

.

Temporada 2005/2006

Foto: Reprodução

Foto: Site da EPL

Chelsea 1×0 Arsenal
Liverpool 1×4 Chelsea
Manchester United 1×0 Chelsea – REVÉS
Arsenal 0x2 Chelsea
Chelsea 2×0 Liverpool
Chelsea 3×0 Manchester United

Se a Premier League é a Liga mais competitiva, na qual pequenos times podem e fazem alguns estragos no meio do caminho, faz-se necessário planejar o caminho rumo ao título. José Mourinho não dá ponto sem nó. Ao enfrentar os times que estão na parte de cima da tabela, motiva, ao seu jeito, seu elenco. Sim, faz parte do jogo de xadrez que ele cria para que os atletas estejam prontos para a batalha. Tirar o holofote dos jogadores é uma das suas várias virtudes.

O Chelsea ainda não perdeu para os clubes que ocupam as quatro primeiras posições na tabela. Indo além, pegando até o 7º colocado, encontraremos apenas a derrota para o Everton. Mas voltemos aos confrontos contra os primeiros colocados. Liverpool, Arsenal e Manchester City não sentiram o gostinho de vencer os Blues. Sendo assim, a tática do técnico português vem dando certo. Não sabemos se o time azul de Londres conquistará o título. Em contrapartida, é imprescindível colocá-los entre os favoritos, principalmente por não perderem confrontos diretos. Vamos aos números.

Chelsea 2×1 Manchester City 

[youtube id=”lVXR2F3WgVM” width=”620″ height=”360″]

Arsenal 0x0 Chelsea 

[youtube id=”AV_7_db2aFQ” width=”620″ height=”360″]

Chelsea 2×1 Liverpool 

[youtube id=”ZR8XMB3jNvg” width=”620″ height=”360″]

Manchester City 0x1 Chelsea 

[youtube id=”W67_v327JZ4″ width=”620″ height=”360″]

Chelsea 6X0 Arsenal

[youtube id=”KsSJAA3bPm8″ width=”620″ height=”360″]

Liverpool 0 X 2 Chelsea


Liverpool 0-2 Chelsea (All Goals) 27-04-2014 por danieli76

Para ratificar a ideia central do texto, vejam os resultados contra o Tottenham (5º) e Manchester United (6º).

Manchester United 0x0 Chelsea
Tottenham 1×1 Chelsea
Chelsea 3×1 Manchester United
Chelsea 4×0 Tottenham

Em um campeonato onde os postulantes ao título não conseguem manter um padrão de regularidade contra os times da ponta, Mourinho larga na frente com a sua fiel e competente ideia de jogar ao máximo contra essas equipes. Para os mais supersticiosos torcedores do Chelsea, basta olhar a semelhança entre a atual temporada e os números do bicampeonato que foram citados no texto. Confronto direto? É com o José, ora pois!

Comentários