Recorde dos times brasileiros na Libertadores

  • por Daniel Barud
  • 6 Anos atrás

Após a última rodada da Taça Libertadores, tivemos três das seis equipes brasileiras eliminadas. Um recorde. Atlético-PR, Flamengo e Botafogo foram os times que protagonizaram o vexame histórico do futebol brasileiro. Desde 2000, o número de times do Brasil eliminados não havia passado de dois.

Veja abaixo:

Ano – Times Classificados / Eliminados na Fase de Grupos

2000 – Atlético-MG, Atlético-PR, Corinthians, Palmeiras / Juventude

2001 – Cruzeiro, Palmeiras, São Caetano e Vasco / Nenhum

2002 – Grêmio e São caetano / AtléticoPR e Flamengo

2003 – Corinthians, Gremio, Paysandu e Santos/ Nenhum

2004 – Cruzeiro, Santos, São Paulo e São Caetano / Coritiba

2005 – Atletico-PR, Palmeiras, Santos e São Paulo / Santo Andre

2006 – Corinthians, Goiás, Internacional, Palmeiras e São Paulo / Paulista

2007 – Flamengo, Grêmio, Parana, Santos e São Paulo / Internacional

2008 – Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Santos e São Paulo / Nenhum

2009 – Cruzeiro, Grêmio, Palmeiras, São Paulo, Sport / Nenhum

2010 – Corinthians, Cruzeiro, Flamengo, Internacional, São Paulo / Nenhum

2011 – Cruzeiro, Fluminense, Grêmio, Internacional, Santos / Corinthians (Pré Libertadores)

2012 – Corinthians, Fluminense, Internacional, Santos, Vasco / Flamengo

2013 – Atlético-MG, Corinthians, Grêmio, Fluminense, Palmeiras e São Paulo / Nenhum

2014 – Atlético-MG, Grêmio, Cruzeiro / Flamengo, Botafogo e Atlético-PR

O Atlético-PR foi o primeiro time brasileiro eliminado. O Furacão perdeu para o The Strongest-BOL, que se classificou em segundo lugar no grupo, deixando o CAP em terceiro. O Vélez-ARG foi o primeiro colocado.

Botafogo e Flamengo foram eliminados por San Lorenzo-ARG e León-MEX, respectivamente, um dia depois.

Na Argentina, o Glorioso, que não disputava a competição continental há 17 anos, perdeu por 3 a 0 e terminou em último em seu grupo, com sete pontos.

Os rubro-negros foram, mais uma vez, eliminados em casa. No Maracanã, contra o León, mais uma derrota: 3 a 2. Decepcionando mais de 50.000 torcedores que lotaram o Maracanã.

Agora, Atlético-MG, Cruzeiro e Grêmio têm a missão de manter a hegemonia do Brasil, presente nas últimas nove decisões de Libertadores. Em 2005 com o São Paulo (campeão na final brasileira contra o Atlético-PR), 2006 e 2010 com o Inter (contra o São Paulo, em outra final caseira, e contra o Chivas-MEX, respectivamente), 2011 com o Santos (diante do Peñarol-URU), 2012 com o Corinthians (contra o Boca Juniors-ARG) e no ano passado com o Atlético-MG (diante do Olimpia-PAR), o título ficou com o futebol brasileiro. Em 2007, o Grêmio foi vice contra o Boca Juniors, em 2008, diante da LDU-EQU, foi a vez do Fluminense ser o segundo, e em 2009 o título ficou com o Estudiantes-ARG, diante do Cruzeiro.

Comentários

Apaixonado por esportes em geral, Daniel Barud expõe seu ponto de vista sobre o mundo do futebol. Natural de Volta Redonda, interior do Rio de Janeiro, Daniel pretende se formar em jornalismo e ser comentarista esportivo.