Sabella ainda estar por definir a lista de convocados da Argentina

  • por Michel Corbacho
  • 7 Anos atrás

Para fechar a lista de convocados, Sabella analisa algumas opções técnicas e condições físicas dos jogadores

Por Michel Corbacho

Cada dia mais próximo do Mundial, Alejandro Sabella ainda pensa na lista de convocados para disputar a competição. Com os rivais da fase de grupos definidos (Bósnia-Hezergovina, Irã e Nigéria), Sabella sonha em conquistar esse título tão importante com a ajuda de Messi e seus companheiros.

O que atormenta o “Pachorra” são as lesões de seus atletas: Lionel Messi esteve cerca de três meses longe dos gramados, Agüero esteve oito semanas, Higuaín, Ricky Álvarez e Augusto Fernández sentem problemas físicos. A principal preocupação no momento é a contusão de Fernando Gago, que deverá ficar cerca de 45 dias em período de recuperação. É claro que Alejandro Sabella quer contar com um dos seus volantes titulares, mas não deixa de acompanhar mais de perto outras opções para o setor.

Apesar dos problemas com lesões, o comandante da Seleção já tem cerca de 80% da lista de convocados para a Copa. Restam algumas dúvidas nos setores defensivo e intermediário da equipe. Quanto aos considerados titulares, Sabella já tem em mente os seus 11 prediletos: Romero; Zabaleta, Federico Fernández, Garay, Rojo; Mascherano, Gago (por questão de lesão pode ceder vaga à Biglia), Di María; Messí, Agüero e Higuaín.

Os titulares de Sabella (Foto: DiárioOlé)

Os titulares de Alejandro Sabella (Foto: DiárioOlé)

O técnico argentino ainda tem algumas dúvidas em mente, seja por questões técnicas ou físicas. Para explicar o que ocorre com a Albiceleste, analisaremos setor por setor.

Para defender o arco, Sabella já definiu os seus três goleiros: Sergio Romero, mesmo com baixo nível no Monaco-FRA, Mariano Andjúar e Agustín Orión, para muitos o melhor goleiro argentino na atualidade.

Na defesa, estão garantidos Pablo Zabaleta, Federico Fernández, Ezequiel Garay, Marcos Rojo, Hugo Campagnaro e José Basanta, que ganhou muito espaço com o comandante na Seleção, além de poder atuar como zagueiro central ou pela esquerda. Sendo assim, uma vaga segue em aberto para completar os defensores que serão chamados à Copa. Gino Peruzzi, lateral/ala direito do Catania-ITA, Nicolás Otamendi, zagueiro do Valencia-ESP, atualmente emprestado ao Atlético-MG, Lisandro López, zagueiro do Getafe-ESP e Facundo Roncaglia, defensor da Fiorentina-ITA, estão na disputa.

No meio de campo, Javier Mascherano, Lucas Biglia, Ever Banega, Ángel di María e Maxi Rodríguez estão garantidos no Mundial. Fernando Gago também poderá estar entre os selecionados caso se recupere a tempo de lesão. Sabella segue de perto o experiente Esteban Cambiasso, além dos jovens e promissores volantes do Vélez: Héctor Canteros e Lucas Romero. Outros dois que seguem na disputa por uma vaga e podem desempenhar a mesma função de Gago na equipe são os atletas José Sosa, do Atlético de Madrid, e Augusto Fernández, do Celta de Vigo. Ricky Álvarez, considerado um dos melhores meio-campistas do Calcio, é uma das opções de Pachorra para o elenco, entretanto, Erik Lamela ainda corre por fora, mesmo com baixo nível na Premier League.

Para o ataque tudo está definido. Apesar da pressão popular pela convocação de Carlos Tévez, Sabella deverá mesmo contar com Lionel Messi, capitão e principal jogador da Argentina, Sergio Agüero e Gonzalo Higuaín, estes como titulares na equipe. Ezequiel Lavezzi e Rodrigo Palacio serão as opções para o setor. Outro que ainda poderá estar presente é o jovem Mauro Icardi, da Internazionale-ITA, visto que está realizando uma excelente temporada e já esteve entre os convocados de Sabella.

A confiança da torcida argentina está totalmente ligada ao famoso “quarteto fantástico”, uma alusão aos homens ofensivos da equipe, Di María, Messi, Agüero e Higuaín. Entretanto, outros fatores são de extrema importância para o funcionamento da equipe. A busca de Sabella é pela solidez defensiva, além da saída de bola para o ataque com os volantes Mascherano e Gago (Biglia ou Banega). Inicialmente, o técnico da Albiceleste deverá mesmo utilizar do 4-3-1-2 / 4-3-3, porém, com o decorrer da Copa, ele poderá alterar a formação tática da equipe, substituindo ou não alguns nomes. Maxi Rodríguez, José Sosa, Ricky Álvarez e Rodrigo Palacio são jogadores táticos que podem fazer a equipe atuar de uma maneira distinta do que estamos acostumados a ver.

"Quarteto Fantástico" por Di María, Messi, Agüero e Higuaín (Foto: Canchallena)

“Quarteto Fantástico” por Di María, Messi, Agüero e Higuaín (Foto: Canchallena)

Alejandro Sabella confia nos seus atletas. Basta agora que eles recompensem com bom futebol dentro de campo esta confiança do seu comandante.

Comentários

Michel Corbacho. Apaixonado por futebol, sobretudo, o praticado na América do Sul. Analista no MW Futebol, Colunista no Doentes Por Futebol e Comentarista da Rádio Excelsior de Comunicação. Redes sociais: @michelcorbacho.