Ledley King, o zagueiro que não podia treinar

  • por Lucas Cavalcante
  • 5 Anos atrás

Se atualmente a torcida do Tottenham anda bastante insatisfeita com desempenho de seus zagueiros, até a pouco tempo não tinha razões para reclamar. Eles tinham o ídolo e capitão Ledley King, que se aposentou em 2012, aos 31 anos, tendo feito 268 jogos e marcado 10 gols com a camisa dos Spurs.

Foto: Reprodução

Foto: goolfm.net

Revelado nas categorias de base do time londrino, o eterno camisa 26 costumava dizer que sua carreira terminou no seu primeiro jogo. Em sua estreia no time principal do Tottenham, jogando improvisado no meio campo, sofreu uma entrada dura de Rory Delap. Até continuou em campo, mas teve que ser operado após a partida. Foram as 6 primeiras semanas de muitas que ele perderia por causa do joelho.

Em 2000, um ano após sua primeira lesão, King fez o seu primeiro gol pelo Tottenham, no empate contra o Bradford. Gol esse que é até hoje o mais rápido da história da Premier League, marcado aos 10 segundos. O curioso é que ainda não estava jogando na sua posição natural – mesmo sendo zagueiro, era escalado de volante. Só com a saída de Sol Campbell para o Arsenal, King voltou para a zaga, se estabeleceu como principal zagueiro do elenco e foi convocado para defender o English Team.

Após muitas lesões, idas e vindas do meio para a zaga e até críticas, Ledley assumiu a braçadeira de capitão dos Spurs em 2005 e com ela ficou até se aposentar. Dentro de campo, sempre foi um exemplo de amor à camisa, considerado uma lenda pela torcida londrina, estando no Dream Team da maioria dos torcedores. Se aposentou por não ter o seu contrato renovado e disse que não se via com outra camisa que não fosse a do Tottenham. Além de ser muito leal ao clube, ele jogava de maneira limpa. Acumulou apenas 10 cartões amarelos e nenhum vermelho em 17 anos de profissão.

No fim da carreira, depois de muitas cirurgias, o zagueiro não treinava mais, ficava boa parte da semana apenas na academia e na piscina. Ele dizia que era duro ver os outros no campo, queria ir pra lá, mas as consequências eram graves: o joelho inchava e doía. King não gostava dessa rotina, mas era o único jeito de continuar fazendo o que amava.

Pela seleção Inglesa:

Foto: Reprodução

Foto: mexico.cnn.com

Em fevereiro de 2004, a até então jovem revelação inglesa marcou seu primeiro gol pelo English Team e, mesmo jogando fora de posição no Tottenham, foi convocado para defender a Inglaterra na Eurocopa do mesmo ano.

Seis anos depois, mesmo após muitas lesões, cirurgias e poucos treinos, King foi convocado pelo treinador Fábio Capello para defender a seleção na Copa do Mundo da África do Sul. A lesão e consequentemente o corte do capitão Rio Ferdinand fizeram com que o camisa #6 virasse titular ao lado de John Terry.

Ao todo, Ledley King fez 21 jogos pela seleção Inglesa e marcou 2 gols.

Veja o zagueiro em ação, tenha em mente que o mesmo não podia treinar de jeito algum. Que timming e físico privilegiado:

Comentários

Niteroiense, estudante, doente por futebol e por tudo que esse esporte maravilhoso envolve. Valoriza muito clubes tradicionais e suas torcidas. Torcedor fanático do Flamengo e do Tottenham.