Seleção do Campeonato Holandês 2013/14

  • por Alex Dantas
  • 5 Anos atrás

Encerrada a temporada 2013/14 da Eredivisie, os play-offs por vagas na Liga Europa e os play-offs de Nacompetitie (Rebaixamento e Promoção), escolhemos então os jogadores que foram destaque na competição, além de eleição do melhor jogador, revelação e o “bola murcha” da temporada.

Goleiro: Jeroen Zoet (PSV Eindhoven)

Foto: PSVNetwerk.to

Nesta temporada os goleiros tiveram papel decisivo em suas equipes e a eleição de apenas um acaba sendo um pouco “injusto” com a temporada excepcional que os outros também tiveram. Porém escolhemos o melhor goleiro da temporada, após alguma discussão, Jeroen Zoet, goleiro do PSV foi o eleito, numa disputa duríssima com Jasper Cillessen do Ajax. O arqueiro de 21 anos dos Boeren teve uma defesa bastante inconstante para protege-lo e logo teve um nível de exigência bastante elevado durante todo o ano da Eredivisie. Zoet evitou por vezes que o PSV saísse de campo derrotado e quando isto não era possível, evitava que o time saísse de campo com uma derrota de placar elástico. O atleta está na lista de 30 jogadores que Louis van Gaal pode levar a Copa do Mundo.

Outros destaques: Jasper Cillessen (Ajax), Nick Marsman (FC Twente), Esteban Alvarado (AZ Alkmaar), Piet Velthuizen (Vitesse) e Kristoffer Nordfeldt (SC Heerenveen).

.

Lateral-direito: Ricardo van Rhijn (Ajax Amsterdam)

Foto: skysports.com

Foto: skysports.com

Uma decisão quase que óbvia, Ricardo van Rhijn foi indiscutivelmente o melhor jogador nesta posição, sendo um jogador de boa regularidade, assim como toda a defesa do Ajax, que mostrou-se segura durante toda a temporada. O lado direito da defesa do clube de Amsterdam estava bem protegido com o jogador de 22 anos por ali. Além disso, Van Rhijn aparecia sempre como uma boa opção de ataque, as vezes até como um jogador “de área”.

Outros destques: Daryl Janmaat (Feyenoord), Roberto Rosales (FC Twente) e Santiago Arias (PSV).

.

Zagueiro: Niklas Moisander (Ajax Amsterdam)

Foto: Zimbio.com

Niklas Moisander fica com o prêmio de melhor zagueiro. O finlandês de 28 anos mostrou-se um zagueiro muitíssimo seguro. Rápido e de boa qualidade técnica, Moisander comandou a defesa do Ajax, que foi a menos vazada da temporada, sofrendo apenas 28 gols em 34 jogos. Moisander além de desempenhar um papel fundamental na zaga, costumava aparecer como uma boa opção também no meio-campo e ajudava até mesmo na armação de algumas jogadas, além de ser um jogador perigoso na bola alta ofensiva do Ajax.

.

Zagueiro: Stefan de Vrij (Feyenoord Rotterdam)

Foto: FCUpdate.nl

Stefan de Vrij foi o destaque defensivo do Feyenoord, o “comandante” deste setor dos Rotterdammers. Ele teve uma temporada bastante regular, embora não tenha começado muito bem este ano da Eredivisie, assim como toda a equipe. O zagueiro de 1,88 m. tem muita força física, o que compensa a sua falta de velocidade, além disso, seu ponto forte é o jogo aéreo, aproveitando-se da boa estatura e impulsão que tem, torna-se um jogador difícil de ser batido pelo alto e é também uma arma ofensiva nas jogadas de cruzamento organizadas pelo Feyenoord.

Outros destaques: Joël Veltman (Ajax), Rasmus Bengtsson (FC Twente), Terence Kongolo (Feyenoord), Daryl Lachman (PEC Zwolle) e Guram Kashia (Vitesse).

.

Lateral-esquerda: Daley Blind

Foto: Caughtoffside.com

 

A lateral-esquerda com certeza foi o setor mais difícil de escolher alguém, não pela qualidade dos jogadores, mas sim pela falta dela durante toda a temporada. A posição foi um problema para a maioria dos clubes este ano. Após muito pensar, o eleito foi Daley Blind (que terminou a temporada como volante), mas isso não importa muito agora. Durante o período em que jogou na posição, Blind foi o jogador mais regular e que cumpriu o seu papel razoavelmente, sem comprometer a defesa ajaxista durante os jogos e vez ou outra aparecer no ataque.

Outros “destaques”: Bruno Martins Indi (Feyenoord), Jetro Willems (PSV) e Patrick van Aanholt (Vitesse).

.

Volante: Jordy Clasie (Feyenoord Rotterdam)

Foto: Metronieuws.nl

“The new Xavi”, como foi apelidado, Jordy Clasie foi o destaque do meio-campo do Feyenoord, com sua ótima visão de jogo e passes precisos, quase sempre decisivos. Além da qualidade de saída de bola e armação de jogadas, Clasie desempenhou um papel tático importante no Alvi-rubro de Rotterdam, sempre voltando para recompor o sistema defensivo e roubando bolas importantes, com muita qualidade nas armações de contra-ataque. O jogador de 22 anos fica com a nossa “Bola de Bronze”, como 3º melhor jogador da temporada 2013/14 da Eredivisie. Clasie está entre os 30 nomes que Louis van Gaal pode convocar para a Copa do Mundo FIFA 2014 e tem grandes chances de estar entre os 23 que virão ao Brasil representar a Seleção Laranja.

.

Volante: Felipe Gutiérrez (FC Twente Enschede)

Foto: LaNacion.cl

O chileno Felipe Gutiérrez foi uma das peças-chave do meio-campo dos Tukkers nesta temporada, o jogador de grande qualidade técnica foi com certeza o mais regular entre todos nesta edição da Eredivisie. Assim como Clasie, Gutiérrez foi também decisivo e preciso com seus passes, porém o chileno teve um diferencial em relação a seu colega de posição. Com um bons dribles e um grande controle de bola, Gutiérrez conseguia escapar de situações complicadas de jogo, infernizando as defesas adversárias e junto com Tadic, formando a dupla de meio-campo mais mortal da temporada 2013/14 da Liga Holandesa. Felipe Gutiérrez fica com a nossa “Bola de Prata”, como 2º melhor jogador da temporada. O meio-campista do Twente era figura quase certa na Copa do Mundo com a Seleção Chilena, mas uma lesão durante os treinamentos com a Seleção podem deixar o jogador de fora do principal torneio do futebol mundial.

Outros destaques: Kamohelo Mokotjo (PEC Zwolle) e Kyle Ebecílio (FC Twente).

.

Meia-atacante: Dusan Tadic (FC Twente Enschede)

Foto: Zimbio.com

O sérvio Dusan Tadic foi sem sombra de dúvidas o jogador mais decisivo, não apenas do FC Twente, mas de toda da Eredivisie. Com a incrível marca de 14 assistências de 16 gols em 34 jogos, Tadic foi certamente o destaque do campeonato. O meio-campista participou de nada mais, nada menos do que 42% dos gols marcados pelo FC Twente nesta temporada (dados do FCTToday.nl), o jogador de dribles desconcertantes, passes e tabelas improváveis, além de belos gols foi eleito de forma quase unânime como o “Bola de Ouro” da Eredivisie 2013/14. Infelizmente, a Sérvia não se classificou para o Copa e não poderemos ver esse craque pelos gramados brasileiros.

Outros destaques: Davy Klaassen (Ajax) e Lasse Schöne (Ajax) e Hakim Ziyech (SC Heerenveen).

.

Ponta-direita: Bryan Ruiz (PSV Eindhoven)

Foto: Dailymail.co.uk

Já conhecido na Holanda pelo tempo em que atuou no Twente (2009-2011), o ponta-direita Bryan Ruiz não decepcionou em seu retorno a Liga Holandesa. Defendendo dessa vez as cores do PSV, o jogador que chegou no meio da temporada por empréstimo vindo do Fulham, conseguiu levantar o jovem e inconstante time de Eindhoven que penou para ficar com a 4ª colocação no campeonato. Ruiz foi a “voz da experiência” na equipe comandada por Phillip Cocu, o jogador de 28 anos deu cadência a correiria da “molecada” do PSV e junto de Depay e Locadia, foi peça importante para a equipe se encontrar dentro do campeonato.

Outros destaques: Quincy Promes (FC Twente), Christian Atsu (Vitesse) e Bilal Basacikoglu (SC Heerenveen).

.

Atacante: Alfred Finnbogason (SC Heerenveen)

Foto: Dailymail.co.uk

Definir o atacante desta seleção não foi tarefa fácil, embora parecesse óbvia a escolha do artilheiro da Eredivisie. Houveram outros candidatos que puseram dúvidas em nossas cabeças. Mas mesmo assim, o escolhido foi ele: Alfred Finnbogason, o jogador que mais marcou gols nesta temporada, 29 no total e tornou-se o maior artilheiro do Heerenveen em Eredivisie na história com 53 gols em apenas duas temporadas.

Outros destaques: Grazziano Pellè (Feyenoord), Aron Jóhannsson (AZ Alkmaar), Kolbeinn Sigthórsson (Ajax) e Luc Castaignos (FC Twente).

Saiba mais: Gol na Eredivisie? É de Finnbogason!

.

Ponta-esquerda: Memphis Depay (PSV Eindhoven)

Fonte: Ballsybanter.com

Memphis Depay foi o principal destaque da equipe de Eindhoven nesta temporada. O jovem de apenas 20 anos impressionou com muita qualidade técnica e velocidade, além de um bom poder de finalização. Embora tenha sofrido um pouco com a irregularidade, Depay mostrou ser um grande problema para as defesas adversárias. O jogador do PSV está na lista com 30 nomes do técnico Louis van Gaal e tem grandes chances de estar entre os 23 convocados para defender a Holanda na Copa do Mundo.

Outros destaques: Jean-Paul Böetius (Feyenoord), Elvis Manu (SC Cambuur) e Ryan Thomas (PEC Zwolle).

.

Técnico: Frank de Boer (Ajax Amsterdam)

Foto: BBC.co.uk

Frank de Boer foi o grande comandante por trás do Tetracampeonato da Eredivisie conseguido pelo Ajax. Após um começo de temporada um pouco inconstante, De Boer conseguiu encontrar a equipe ideal, fazendo com que os Amsterdammers pouco a pouco fossem se aproximando da liderança e assim que a assumiram, não deram mais chances para que as outras equipes pudessem ao menos ameaçar a 1ª posição do Ajax.

Outros destaques: Ronald Koeman (Feyenoord), Michael Jansen (FC Twente), Peter Bosz (Vitesse) e Ron Jans (PEC Zwolle).

Escolhidos então os jogadores e mais o técnico é hora de “distribuí-los em campo”. O sistema tático escolhido para esta seleção foi o 4-3-3, esquema mais utilizado na Holanda. A escalação ficou assim: Zoet, Van Rhijn, Moisander, De Vrij, Blind; Clasie, Gutiérrez, Tadic; Ruiz, Finnbogason e Depay. Técnico: Frank de Boer.

.

Revelação da Eredivisie 2013/14: Richairo Živković (FC Groningen)

Foto: Socceernieuws.nl

Mesmo com a seleção da temporada já montada, não poderíamos esquecer dele, a revelação desta edição da Liga Holandesa: Richairo Živković. O jogador de apenas 17 anos fez 33 jogos e marcou 10 gols em sua temporada de estreia e impressionou a todos, principalmente por causa de sua agilidade, velocidade e ótimo controle de bola. O jovem se destacou tanto que foi contratado pelo Ajax antes mesmo do fim desta temporada, assinando por 3 anos com o clube de Amsterdam.

Saiba mais: Richairo Zivkovic: uma das maiores promessas da Europa

.

“Bola Murcha” da Temporada 2013/14: Jeffrey Leiwakabessy (N.E.C.)

Foto: Zimbio.com

E como o melhor sempre fica para o final (não neste caso), o nosso “bola murcha” aconteceu na última rodada da Eredivisie, na partida entre Ajax e NEC, na Amsterdam ArenA. Naquela altura, o Ajax já era campeão holandês e o NEC brigava para não ficar na última posição e ser rebaixado diretamente, sem a chance de jogar os play-offs da Nacompetitie. Para que o time de Nijmegen conseguisse o seu objetivo de evitar a 18ª posição, apenas o empate bastava. Porém, um jogador tinha de dar um pouco mais de emoção a já dramática situação do NEC. Aos 9 minutos, em bola alçada na área, Leiwakabessy acerta uma cabeçada linda, marcando um bonito gol… só que contra. Veja no vídeo abaixo. (Para a sorte do Leiwakabessy e do NEC, a partida terminou em 2 a 2).

Portanto, desta forma escolhemos a nossa seleção dos personagens que marcaram a temporada 2013/14 da Liga Holandesa. Então, o que acha do futebol que vem sendo apresentado na terra de Cruyff, Neeskens e cia? Gostou do nosso time, tem alguma sugestão?

Votantes da seleção dos melhores da Eredivisie 2013-2014

Alexandre Dantas (Doentes Por Futebol / VAVEL Brasil)
Bruno Secco (Doentes Por Futebol / VAVEL Brasil)
Iago Espíndola (VAVEL Brasil)
Ricardo Machado (VAVEL Brasil)
Rudielle Mendes (VAVEL Brasil)

Comentários

Carioca, 18 anos, torcedor do Flamengo e FC Twente e apaixonado por futebol. Estudante de Jornalismo.