Doentes por Copa – Argélia

  • por Rogério Bibiano
  • 7 Anos atrás

Argélia

COMO SE CLASSIFICOU:

A Argélia classificou-se para a Copa do Mundo de 2014 com uma campanha sólida e, acima de tudo, fazendo valer seu mando de campo. Os argelinos venceram todos os jogos como mandantes. Participante da Copa do Mundo de 2010, a Argélia entrou na segunda fase das Eliminatórias da África e liderou o grupo H com 15 pontos ganhos (seis jogos, cinco vitórias e apenas uma derrota – marcou 13 gols e sofreu quatro).

Na terceira e decisiva fase, os argelinos tiveram no playoff decisivo um confronto contra a atual vice-campeã africana, Burkina Faso. No jogo de ida os argelinos perderam por 3×2 – com atuação contestada do árbitro zambiano Janny Sikazwe, devido à marcação de um pênalti inexistente que definiu a vitória burkinabé. A partida de volta foi dramática, mas os argelinos venceram pela contagem mínima – conquistando, assim, a sonhada vaga na Copa.

TÉCNICO:

Argélia

ESTATÍSTICAS:

Participações: 3 (1982, 1986 e 2010); Jogos: 9; Vitórias: 2; Empates: 2; Derrotas: 5; Gols a favor: 6; Gols contra: 12; Melhor colocação: 1982 – 13º lugar

Camisa titular

Camisa titular

PONTO FORTE:

A disciplina tática da equipe argelina é uma de suas forças. Após 24 anos sem disputar a Copa do Mundo, os argelinos retornaram ao Mundial em 2010, quando já mostraram esta característica. Formando equipe de forte marcação, perderam dois jogos por 1×0 (para Eslovênia e Estados Unidos) e empataram com a Inglaterra (0x0). Para 2014, a equipe segue com esta disposição tática.

PRINCIPAIS DESTAQUES:

Argélia Yebda Argélia Ghoulam Argélia Feghouli

PONTO FRACO:

Ainda que taticamente consistente, a equipe argelina sofre com a instabilidade defensiva. Apesar de a equipe tomar poucos gols, a defesa constantemente falha nos gols sofridos. Em comparação com os últimos quatro anos, o ataque melhorou – mas ainda é uma dor de cabeça. Todos estes fatores de fraqueza dos argelinos estão, em geral, relacionados com o fator psicológico dos jogadores, maior desafio do experiente treinador bósnio Vahid Halilhodzic no comando da equipe.

CONFIRA TAMBÉM: Conteúdo exclusivo da Copa do Mundo 2014 – Doentes por Copa.

EQUIPE:

1009029_Algeria

Valid Halilhodzic deve escalar a Argélia em um defensivo 4-4-2, com variantes para o 4-2-3-1. Deve apostar na forte marcação no meio, com pouco apoio dos laterais, que são basicamente marcadores. A criação deve estar nos pés de Feghouli – que tem bola para a função de armador, mas que deve ser o único talento encarregado de alimentar o ataque.

OPINIÃO:

Desde que retornaram ao cenário do futebol mundial, os argelinos vem evoluindo. O reflexo desta evolução é que há diversos jogadores argelinos no cenário europeu. Nas principais ligas do Velho Continente alguns se destacam – como é o caso de Sofiane Feghouli, do Valência (ESP). Mas a equipe ainda carece de jogadores com maior poder de decisão, algo fundamental em uma Copa do Mundo.

CONVOCADOS:

Goleiros: Mohamed Lamine Zemmamouche (USM Alger), Raïs M’Bolhi (CSKA Sofia/BUL), Cédric Si Mohamed (CS Constantine);
Laterais: Faouzi Ghoulam (Napoli/ITA), Djamel Mesbah (Livorno/ITA), Aïssa Mandi (Reims/FRA), Mehdi Mostefa (Ajaccio/FRA);
Defensores: Carl Medjani (Valenciennes/FRA), Madjid Bougherra (Lekhwiya), Rafik Halliche (Académica de Coimbra/POR), Essaïd Belkalem (Watford/ING), Liassine Cadamuro (Mallorca/ESP), Djamel Mesbah (Livorno/ITA);
Meio-campistas: Saphir Taider (Internazionale/ITA), Medhi Lacen (Getafe/ESP), Hassan Yebda (Udinese/ITA), Yacine Brahimi (Granada/ESP) e Nabil Bentaleb (Tottenham/ING);
Atacantes: Abdelmoumen Djabou (Club Africain/TUN), Sofiane Feghouli (Valencia/ESP), Islam Slimani (Sporting/POR), Hilal Soudani (Dinamo Zagreb/CRO), Nabil Ghilas (Porto/POR) e Ryad Mahrez (Leicester City/ING).

Argélia (2)

Comentários

Natural de Telêmaco Borba-PR e criado em meio à "boemia futebolística", com horas de papo sobre futebol, samba e cervejas na pauta. Influência do pai, que também adorava futebol, e da mãe, que sempre apoiou a iniciativa. Técnico em Eletrônica, formado desde 1999, e fanático por futebol, futsal, futebol de praia, society e todo esporte que tenha no futebol a sua essência.