Doentes por Copa – Costa Rica

  • por Saimon
  • 7 Anos atrás

Costa Rica

COMO SE CLASSIFICOU:

A equipe costarriquenha não teve muitos problemas para se garantir na Copa do Mundo pela quarta vez. Na verdade, já começou em vantagem, pois entrou nas Eliminatórias apenas na terceira fase. Em um grupo com México, El Salvador e Guiana, a Costa Rica fez 10 pontos, mas perdeu os dois jogos para o favorito México.

O troco veio no hexagonal final. Enquanto os mexicanos suaram para conseguir a vaga apenas na repescagem, a Costa Rica passeou ao lado dos Estados Unidos, garantindo-se com 18 pontos na fase final, sendo 4 deles contra o carrasco da etapa anterior. Porém, a vaga para a Copa veio antes, há três rodadas do fim do hexagonal, em um empate fora de casa contra a Jamaica.

TÉCNICO:

Costa Rica

ESTATÍSTICAS:

Com apenas 7 gols sofridos, a Costa Rica foi a seleção que menos sofreu gols no hexagonal final;

– Dos cinco jogos em casa, a equipe venceu todos, sofrendo apenas dois gols;

– Fora de casa, o desempenho não foi dos melhores: nenhuma vitória e três empates;

– Artilheiro nas Eliminatórias, Álvaro Saborio fez cinco dos seus oito gols contra a fraca Seleção de Guiana;

– O defensor Michael Umaña foi o jogador mais indisciplinado das Eliminatórias da Concacaf, levando 5 cartões amarelos no total.

Camisa titular

Camisa titular

PONTO FORTE:

A escalação do meio para frente é o grande trunfo da Costa Rica. Passa por aí a chance da Seleção conseguir algo no grupo da morte, com Inglaterra, Itália e Uruguai. Álvaro Saborio é o artilheiro, enquanto Joel Campbell e Bryan Ruiz são os jogadores mais talentosos desta geração. Joel vem se destacando no Olympiakos, enquanto Ruiz tenta recomeçar no PSV. A expectativa é grande para que os dois cheguem bem na Copa.

PRINCIPAIS DESTAQUES:

Costa Rica Keylor Navas Costa Rica Joel Campbell Costa Rica Bryan Ruíz

PONTO FRACO:

A falta de um bom meia que faça as bolas chegarem no ataque acaba sendo o maior problema costarriquenho. É difícil encontrar um jogador que faça esta ligação com qualidade. Quem pode se aproximar disso é o lateral e meia Bryan Oviedo, do Everton. Porém, uma lesão sofrida na metade de janeiro pode fazer com que o jogador não participe da Copa do Mundo. Oviedo operou a perna e agora passa por uma longa recuperação. Se o setor já era problemático com ele, agora está ainda mais fraco.

CONFIRA TAMBÉM: Conteúdo exclusivo da Copa do Mundo 2014 – Doentes por Copa.

EQUIPE:

A Seleção pode variar, principalmente com Bryan Oviedo, que atua na lateral e também no meio. Caso ele avance, Bolaños perde o lugar no time para Júnior Diaz. O receio do técnico Jorge Luis Pinto em escalar o trio Saborio, Joel e Ruiz faz com que a equipe sempre tenha uma boa opção no banco.

1010521_Costa_Rica


OPINIÃO:

Mesmo caindo no grupo da morte, a Costa Rica conta com alguns bons talentos individuais. A classificação é quase impossível, mas é bem provável que a Seleção incomode e até tire pontos valiosos dos concorrentes.

CONVOCADOS:

Goleiros: Keylor Navas (Levante/ESP), Patrick Pemberton (Alajuelense), Daniel Cambronero (Herediano);
Laterais: Michael Umaña (Saprissa), Waylon Francis (Columbus Crew/EUA), Heiner Mora (Saprissa), Christian Gamboa (Rosenborg/NOR);
Zagueiros: Johnny Acosta (Alajuelense), Giancarlo González (Columbus Crew/EUA), Oscar Duarte (Brujas), Junior Díaz (Mainz/ALE), Roy Miller (New York Red Bulls/EUA);
Meio-campo: Celso Borges (AIK/SUE), Christian Bolaños (Kobenhavn/DIN), Oscar Esteban Granados (Herediano), Michael Barrantes (Alesund/NOR), Yeltsin Tejeda (Saprissa), Diego Calvo (Valerenga/NOR), José Miguel Cubero (Herediano);
Atacantes: Bryan Ruiz (PSV/HOL), Joel Campbell (Olympiacos/GRE), Randall Brenes (Cartaginés), Marco Ureña (Kuban Krasnodar/RUS).

Costa_Rica

Comentários

Palmeirense, 23 anos. Acompanha futebol em qualquer canto. Fã da ótima geração belga.