Doentes por Copa – Gana

  • por Rogério Bibiano
  • 7 Anos atrás

 

Gana

COMO SE CLASSIFICOU:

Após ficar muito próxima das semifinais da Copa do Mundo 2010 (quando foi eliminada nos pênaltis pelo Uruguai em um jogo dramático), a seleção de Gana iniciou sua participação nas Eliminatórias Africanas diretamente na fase de grupos – integrando o grupo D, juntamente com Zâmbia, Sudão e Lesoto. A disputa com a Zâmbia foi equilibrada até a penúltima rodada, quando Gana assumiu a liderança da chave.

Foram seis jogos – com cinco vitórias e apenas uma derrota – que garantiram 15 pontos e a classificação para os playoffs decisivos. O sorteio apontou como adversário o Egito, no que prometia ser um dos duelos mais equilibrados pela vaga na Copa do Mundo do Brasil. Mas no primeiro jogo um verdadeiro passeio praticamente garantiu a classificação das Estrelas Negras – vitória de Gana por 6×1. No jogo de volta, no Cairo, a derrota por 2×1 apenas oficializou a classificação que já estava praticamente garantida.

TÉCNICO:

Gana

ESTATÍSTICAS:

Participações: 2 (2006 e 2010)
Jogos: 9
Vitórias: 4
Empates: 2
Derrotas: 3
Gols a favor: 9
Gols contra: 10
Melhor colocação: 2010 – 7º lugar

Com uma trajetória extremamente vitoriosa nas divisões de base, Gana demorou a estrear em um Mundial – porém chega à marca de sua terceira participação consecutiva em Copas do Mundo. E a cada Mundial o elenco de Gana vem se tornando mais qualificado. Na última Copa do Mundo os ganeses estiveram muito próximos de colocar o continente africano pela primeira vez em uma semifinal. O pênalti perdido por Asamoah Gyan, no último minuto das quartas de final contra o Uruguai, ainda é lamentado.

Camisa titular

Camisa titular

PONTO FORTE:

O grupo de jogadores de Gana mescla a experiência de jogadores campeões nos principais clubes da Europa com jovens e talentosos valores. Gana é, na atualidade, um dos elencos mais fortes da África. Dispondo de bons nomes em todas as posições, é uma das candidatas a surpresa da Copa – apesar do forte grupo que enfrentará no Mundial.

PRINCIPAIS DESTAQUES:

Gana Prince Gana Asamoah Gana Asamoah Gyan

PONTO FRACO:

A instabilidade psicológica pode ser um dos fatores de fraqueza da equipe. Em campo, o sistema defensivo ganês é um fator que não chega a ser tão preocupante, mas é fato que os seus defensores estão um nível abaixo dos jogadores das demais posições.

CONFIRA TAMBÉM: Conteúdo exclusivo da Copa do Mundo 2014 – Doentes por Copa.

EQUIPE:

1009040_Ghana

Postura ofensiva com disciplina tática. Assim podemos definir a forma de jogo de Gana – que não deverá mudar seu estilo de jogo, independentemente da situação. Kwesi Appiah costuma escalar seu time num 4-3-3. Porém, com a versatilidade de Andre Ayew, torna-se um 4-4-2 funcional, que conta com variações de jogadas de lateral para lateral e uma saída muito rápida.

OPINIÃO:

O treinador Kwesi Appiah tem o grupo na mão, é disciplinador e já chegou a barrar as principais estrelas da equipe quando julgou necessário – ganhando não somente o respeito dos torcedores, mas principalmente do elenco. Se a equipe já era organizada, com os retornos de Essien, Muntari, Kevin-Prince Boateng e dos irmãos Ayew, a equipe pode, sim, complicar para alemães e fazer frente a norte-americanos e portugueses.

CONVOCADOS:

Goleiros: Adam Kwarasey (Stromsgodset/NOR), Fatau Dauda (Orlando Pirates/AFS) e Stephen Adams (Aduana Stars);
Laterais: Daniel Opare (Standard Liège/BEL), Samuel Inkoom (Platanias), Harrison Afful (Espérance/TUN);
Zagueiros: John Boye (Rennes/FRA), Jonathan Mensah (Evian/FRA) e Rashid Sumaila (Mamelodi Sundowns/AFS);
Meio-campo: Michael Essien (Milan/ITA), Rabiu Mohammed (Kuban Krasnodar/RUS), Agyemang Badu (Udinese/ITA), Kwadwo Asamoah (Juventus/ITA), Sudley Muntari (Milan/ITA), Albert Adomah (Middlesborough/ING), Wakasu Mubarak (Rubin Kazan/RUS), Christian Atsu (Vitesse/HOL), Kevin-Prince Boateng (Schalke 04/ALE), Andre Ayew (Olympique de Marseille/FRA) e Afriyie Acquah (Parma/ITA);
Atacantes: Asamoah Gyan (Al-Ain/EAU), Abdul Majeed Waris (Valenciennes/FRA) e Jordan Ayew (Sochaux/FRA).

 

 

Comentários

Natural de Telêmaco Borba-PR e criado em meio à "boemia futebolística", com horas de papo sobre futebol, samba e cervejas na pauta. Influência do pai, que também adorava futebol, e da mãe, que sempre apoiou a iniciativa. Técnico em Eletrônica, formado desde 1999, e fanático por futebol, futsal, futebol de praia, society e todo esporte que tenha no futebol a sua essência.