O que deu errado?

  • por Lucas Diefenbach Moreira
  • 7 Anos atrás

O Internacional, no início do campeonato, projetou 20 pontos nas primeiras 9 partidas até a pausa para a Copa do Mundo. O planejamento, que, no início, parecia que seria alcançado, começou a ir por água abaixo partir da quarta rodada do campeonato.

Foto: Alexandre Lopes/internacional.com.br – O time colorado ficou no empate em Curitiba

Foto: Alexandre Lops/internacional.com.br – O time colorado ficou no empate em Curitiba

O início foi avassalador e criou grande expectativa na desconfiada torcida colorada. As vitórias em casa contra Vitória, Sport, Atlético Paranaense, somadas ao aceitável empate com o Botafogo (por questões de tabela e não de circunstâncias do jogo) levaram o Inter à liderança do campeonato. Para entender o que aconteceu com o Internacional nas três partidas que determinaram o não alcance de sua meta pré-estabelecida, vamos analisar cada jogo individualmente para que possamos entender o contexto:

Criciúma 0 x 0 Internacional: no primeiro jogo sem o chileno Aránguiz (suspenso por causa do terceiro cartão amarelo), o Inter enfrentou uma forte retranca catarinense. Depois de perder Eduardo, expulso por agredir Alex, o Criciúma fechou-se ainda mais e o Inter abusou de perder gols. Pode-se dizer que foi um dia ruim, mas pode-se dizer que deixou 2 pontos no Heriberto Hülse.

Foto: Alexandre Lopes/internacional.com.br – O Inter bem que tentou, mas não saiu do zero contra o Criciúma

Foto: Alexandre Lops/internacional.com.br – O Inter bem que tentou, mas não saiu do zero contra o Criciúma

Coritiba 1 x 1 Internacional: para o jogo na capital paranaense, o Inter contou com 7 desfalques: Gilberto (seleção sub-21), Juan e Willians (terceiro cartão), Paulão (lesionado) Aránguiz (seleção chilena), D’Alessandro e Rafael Moura (poupados por sobrecarga de trabalho, segundo o médico Paulo Rabello). Pra piorar a situação, o Inter ainda perdeu Alex e Alan Patrick no decorrer da partida, terminando o jogo com 9 reservas em campo. O Inter dominou o jogo e, em um pênalti irregular, sofreu o empate. Pelas circunstâncias antes do jogo, foi um bom resultado, mas pelo demonstrado em campo o Inter saiu com o um gostinho de derrota e 2 pontos perdidos.

Internacional 1 x 3 Cruzeiro: Contra o atual campeão brasileiro, o Inter contou com a volta de Juan, Willians e D’Alessandro. Porém, o retorno dos importantes jogadores, não foi suficiente para bater a equipe mineira. Apesar dos desfalques e da força da equipe cruzeirense, o Internacional não poderia ter deixado de somar pontos contra um adversário direto na busca pelo título. Um ponto perdido.

Os três resultados adversos somados mostram que o Inter deixou os 5 importantes pontos pelo caminho, que o levariam até a meta planejada (20 pontos). A falha, esse ano, não recai na direção, mas sim na comissão técnica e jogadores (que não conseguiram superar o Criciúma e pouparam D’Alessandro contra o Coritiba).

Comentários

Colorado, gaúcho e apreciador nato do bom e inigualável esporte bretão.