Que magia é essa?

  • por Henrique Souza
  • 7 Anos atrás

A Copa do Mundo é mágica. Certamente já tinha ouvido essa frase antes. Como autêntico Doente por Futebol que sou, achava que compreendia perfeitamente seu significado. Depois de tantos jogos, tantas Copas, continuo me emocionando com o futebol. Mas essa emoção é diferente de qualquer coisa quando se vai ao estádio assistir a uma partida de Copa do Mundo. “Ah, eu posso imaginar como deve ser espetacular”. Poder, pode. Mas não consegue.

Que magia é essa capaz de fazer tantas nacionalidades diferentes falarem a mesma língua? Capaz de transmitir respeito entre duas nações rivais? Capaz de transformar brasileiros em visitantes no seu próprio país? Que poder é esse que faz homens, mulheres, crianças e velhos largarem tudo para viverem um mês, uma semana, ou mesmo um dia de sonhos torcendo por sua nação? Que faz pessoas esquecerem seus problemas, suas dívidas, doenças ou sentimentos ruins ao menos durante a Copa?

Foto: Reprodução.

Foto: Reprodução.

Que feitiço é esse que transforma uma simples toalha de mesa em bandeira? Que abre espaço não só para as seleções, mas para todos os times do planeta? Que faz de qualquer percurso de ônibus ou metrô um concerto dos mais variados gritos de torcidas? Que leva a criatividade humana a níveis jamais imaginados? Que faz ser impossível ficar indiferente ao torneio, mesmo que você não goste de futebol? Que reúne famílias e amigos para torcer, seja pelo Brasil ou contra ele? Que transforma todo jogo em festa, mas também em coisa séria?

"O câncer não pode me impedir de estar aqui com vocês - Brasil 2014" - Foto: Arquivo pessoal.

“O câncer não pode me impedir de estar aqui com vocês – Brasil 2014” – Foto: Arquivo pessoal.

E essa magia fica mais forte aqui no Brasil. É clichê, mas aqui é outra coisa. O brasileiro respira futebol. Esse esporte é uma religião e o brasileiro é o seu mais fiel seguidor. E numa Copa do Mundo aqui, o clima é diferente de tudo que vimos antes. Parece que cada casa, cada estádio, cada televisão, cada pessoa ligada nas partidas potencializa essa aura mística. E desse jeito, não há como as seleções não jogarem melhor e as partidas ficarem mais bonitas. Faz até gigantes caírem para pequenos. O Brasil é o país do futebol sim. Quem duvidava, não duvida mais. Obrigado, Copa das Copas!

Comentários

Doente por futebol desde que se conhece por gente. Formado em Educação Física e estudante de jornalismo. Apaixonado por jogos e times clássicos. Considera Zidane, Ronaldo, Romário e Messi os maiores que viu jogar.